Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Já são 19% o número de trabalhadores sindicalizados

Já são 19% o número de trabalhadores sindicalizados

26/04/2017 Divulgação

Brasil atingiu em 2015, 18,4 milhões de trabalhadores sindicalizados, diz IBGE.

Já são 19% o número de trabalhadores sindicalizados

Do total de 94,4 milhões de trabalhadores no Brasil, 18,4 milhões são sindicalizados, o que corresponde a 19,5%. Esse é o maior percentual desde 2004.

É o que aponta o suplemento Aspectos das Relações de Trabalho e Sindicalização, que utilizou dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2015, divulgado nesta quarta-feira (26/04) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O trabalho foi feito em parceria com o Ministério do Trabalho e Previdência Social e com a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O objetivo do levantamento foi obter informações abrangentes sobre a densidade sindical no Brasil, “haja vista sua importância para a ampliação e o fortalecimento da democracia e, consequentemente, o desenvolvimento social no país”, diz a publicação. O tema sindicalização foi abordado com o público de 16 anos ou mais que estava ocupado na semana de referência.

O IBGE destaca que, apesar de a população ocupada ter diminuído 3,8% de 2014 para 2015, ou 3,7 milhões de trabalhadores, o número de sindicalizados aumentou 11,4% (ou 1,9 milhão de pessoas a mais). O maior percentual de trabalhadores sindicalizados está no setor de atividades industriais, com 36,8%, seguido de educação, saúde e serviços sociais, com 30,2%. O menor percentual está nos serviços domésticos, com 4%, seguido da construção civil, com 9,3%.

Dos sindicalizados, 57,7% eram associados a sindicatos de empregados urbanos e 50,8% disseram acreditar que o sindicato defende os direitos dos trabalhadores. No entanto, a participação nos sindicatos é baixa: 79,1% não usavam os serviços oferecidos pela entidade e 81,2% não iam às atividades promovidas.

Entre os que participam das atividades promovidas pelo sindicato, 76,8% vão às assembleias, 33% às manifestações, 56,3% participam de palestras, cursos e debates, 46,1% vão a eventos comemorativos e 26,9% participam das atividades de lazer ou esportivas.

Dos trabalhadores associados a sindicatos, 82,5% disseram que a entidade não participa de negociação ou dissídio coletivo. Dos sindicatos que participam de negociação com o empregador, 92,2% tratou de rendimento monetário, 56,9% de benefícios, 47,2% para treinamento, capacitação ou igualdade de oportunidade e de tratamento, 43% sobre jornada de trabalho e 40,4% sobre condições de saúde e segurança do trabalho.

Já entre os que utilizavam os serviços oferecidos pelo sindicato, 39,9% usaram o atendimento jurídico, 40,5% o atendimento médico ou odontológico e 20,3% os convênios com estabelecimento comercial ou de serviço. Do total, 93,6% não usavam os convênios com instituições de ensino, curso ou creche.

Não sindicalizados

Entre os trabalhadores não sindicalizados, que somam 83,1 milhões (80,9% do total), 26,4% disseram não conhecer o sindicato que representa a categoria, 23,6% disseram que a entidade não tinha serviços de seu interesse e 16,6% disseram não acreditar no sindicato ou que a entidade não representava seus interesses. Apenas 0,6% dos não associados participavam de atividades promovidas pelo sindicato.

O IBGE também analisou, na Pnad 2015, a fecundidade, nupcialidade, cuidados das crianças com menos de 4 anos, acesso à internet e telefone móvel para uso pessoal e acesso à televisão. Essas análises já foram divulgadas. Ainda será divulgado um suplemento sobre prática de esportes e atividades físicas.

Fonte: Agência Brasil



Metade de calorias consumidas por brasileiros vem de alimentos frescos

Arroz, leite, carnes de aves e feijão são os alimentos mais consumidos.

Metade de calorias consumidas por brasileiros vem de alimentos frescos

Mídia chinesa: imprensa ou propagandista?

Organizações de notícias estatais chinesas gostariam que o mundo pensasse que elas são independentes e confiáveis. Mas não são.

Mídia chinesa: imprensa ou propagandista?

Campanha de doações gratuitas viabiliza compra de testes de Coronavírus para favelas do RJ

Ação da Ribon e Favela Sem Corona fornecerá gratuitamente testes rápidos para serem usados exclusivamente em áreas carentes no Rio de Janeiro.

Campanha de doações gratuitas viabiliza compra de testes de Coronavírus para favelas do RJ

Decathlon doa estoque de máscaras no Brasil

A empresa, de origem francesa, já possui 23 lojas em nosso país.


Caixa começa a pagar saque-aniversário do FGTS

Trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro receberão dinheiro.

Caixa começa a pagar saque-aniversário do FGTS

IREE promove conferências on line abertas ao público sobre reflexos da pandemia

Qualquer pessoa pode assistir gratuitamente aos eventos.


Indústria, Hospital Mater Dei e governo de Minas se unem para atender pacientes

Unidade Betim-Contagem terá quase 250 leitos para internação e tratamento intensivo de pacientes da COVID-19.


Armazenamento doméstico em tempos de crise

No relato bíblico sobre as pragas que assolaram o Egito, observamos padrões de comportamento muito semelhantes aos adotados nestes últimos dias.


Olimpíada de Tóquio começará em 23 de julho de 2021

Os Jogos de Tóquio (Japão) estão oficialmente remarcados.

Olimpíada de Tóquio começará em 23 de julho de 2021

Poupança ainda é o investimento mais escolhido pelos brasileiros

Levantamento CNDL/SPC Brasil mostra que dos 34% que costumam fazer reserva financeira, 62% apostam na caderneta de poupança e 27% ainda preferem guardar as economias em casa.

Poupança ainda é o investimento mais escolhido pelos brasileiros

Caixa e Banco do Brasil passam a operar em horário reduzido

Agências terão horário reduzido devido ao coronavírus,

Caixa e Banco do Brasil passam a operar em horário reduzido

Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio são adiadas para 2021

Em sua 32ª edição, a previsão era de que 11 mil atletas, de pelo menos 204 países, disputassem os Jogos.

Olimpíadas e Paralimpíadas de Tóquio são adiadas para 2021