Portal O Debate
Grupo WhatsApp


O mito das redes sociais nas Eleições 2020

O mito das redes sociais nas Eleições 2020

01/08/2020 Osmar Bria

Nas últimas duas eleições, em 2016 e 2018, a presença das redes sociais deu uma nova cor à corrida eleitoral.

O mito das redes sociais nas Eleições 2020

Os recentes casos de sucesso de algumas campanhas no ambiente digital ajudaram a criar dois mitos que estão dificultando o andamento dos pré-candidatos em relação ao resultado que desejam. O primeiro deles é “vou vencer as eleições nas redes sociais”. 

Se a pessoa não é um fenômeno das redes sociais, certamente não será por lá que ela vai vencer. Vejamos, o voto do vereador é o voto de uma minoria da população. Chamamos de voto proporcional justamente por isso. Sendo assim, o principal foco deste pré-candidato é encontrar esse grupo. Com certeza essa minoria mora ao lado, é presencial. Por isso a formação e gerenciamento de uma rede de relacionamento desse tipo é fundamental.

A pergunta para se iniciar uma pré-campanha é simples: Quem são as pessoas que gostam de mim? A resposta a essa pergunta é incrivelmente reveladora e começa a pavimentar toda a estratégia do pré-candidato. A segunda pergunta, que dará um alcance incrível, é: Quais as pessoas que podem vir a gostar de mim? Observe que as redes sociais só vão entrar no contexto bem depois de serem realizados os contatos um a um. 

O segundo mito é “essa é a eleição do Instagram e Facebook”. Se fosse pra definir uma rede protagonista, decididamente seria a eleição do WhatsApp. O Instagram, por exemplo, é uma forma de comunicação onde você depende que alguém simplesmente resolva te conhecer melhor e vá até lá de forma espontânea. Com o WhatsApp, o contato um a um é muito melhor e a plataforma permite que você organize sua campanha através do smartphone, ao usar as “Listas de Transmissão Inteligentes”. Com elas, é possível falar com um grande número de pessoas sem perder o contato individual.

Aqueles pré-candidatos que pretendem surpreender nas eleições devem focar em estratégias simples e assertivas. Já os partidos devem investir em qualificar as nominatas, proporcionando treinamentos que façam desses candidatos postulantes reais a uma vitória nas urnas. A motivação é um fator determinante.

É possível observar um desânimo nas nominatas de vereadores por todo o país. O pré candidato está perdido. Nos tempos de Covid-19, ele não pode simplesmente ir até a rua. Com a impossibilidade de fazer reuniões com muitas pessoas, o candidato entra em uma espécie de “depressão eleitoral”, que é normal que aconteça durante a campanha. Porém, ela é tratada com o movimento. Sem movimento, os momentos de dúvida vão assumindo o controle.

O remédio é simples, foco no propósito e planejamento. Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia, é possível trilhar um caminho de sucesso no pleito eleitoral. Entretanto, é necessário lembrar sempre que as redes sociais, sozinhas, não vão te levar a vitória.  A campanha começa ao seu lado.

* Osmar Bria é especialista em Análise Comportamental, master political coach, presidente da Sociedade Brasileira de Alta Performance (SBAP) e autor dos livros “A Fórmula do Voto” e “Mulher, Emoção e Voto”. Realiza treinamentos com partidos e candidatos de todo o país, com foco na metodologia dos livros.

Fonte: Comuniquese



Estação das flores chega no Hemisfério Sul

Há probabilidade acima de 70% de que as condições do La Niña se iniciem durante a primavera de 2020.

Estação das flores chega no Hemisfério Sul

A espera da famosa reforma tributária

Não existe sistema tributário no mundo que seja perfeito, mas o nosso está muito longe de ser, no mínimo, bom.

A espera da famosa reforma tributária

Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro

Expansão é de 14,4% na comparação com agosto.

Confiança do empresário do comércio tem alta recorde em setembro

Incêndio em ambientes hospitalares: o que pode ser feito para minimizar riscos

Motivos ligados à rede elétrica é uma das causas mais comuns nas ocorrências.

Incêndio em ambientes hospitalares: o que pode ser feito para minimizar riscos

PIB tem queda de 4% no trimestre encerrado em julho, aponta FGV

Na comparação com junho, PIB cresceu 2,4% no mês.


Cartilha destaca os 30 anos do Código de Defesa do Consumidor

Material lançado pela Polícia Civil de Minas Gerais divulga os principais direitos na relação de consumo.


Exportações do agronegócio somam quase US$ 9 bilhões no mês de agosto

As vendas foram puxadas pela soja em grão e o açúcar de cana.

Exportações do agronegócio somam quase US$ 9 bilhões no mês de agosto

Valores de imóveis sobem e superam a inflação

A crise atual provocada pela pandemia do novo coronavírus tem afetado diversos setores da sociedade.

Valores de imóveis sobem e superam a inflação

Pandemia, economia brasileira e o Auxílio Emergencial

O Auxílio Emergencial, comumente conhecido como “coronavoucher”, teve seus valores atualizados.

Pandemia, economia brasileira e o Auxílio Emergencial

Queixas por compras online aumentam durante a pandemia, diz Procon

Número é quatro vezes maior do que em todo o ano passado.

Queixas por compras online aumentam durante a pandemia, diz Procon

Agronegócio mineiro mantém boa performance de exportação de alimentos

Embarque de produtos gerou cerca de US$ 5,7 bilhões de janeiro a agosto. China é o principal importador.

Agronegócio mineiro mantém boa performance de exportação de alimentos

Brasil está entre as 30 nações com a cerveja mais barata

Brasil cobra por volta de R$5,45 o ml da bebida.

Brasil está entre as 30 nações com a cerveja mais barata