Portal O Debate
Grupo WhatsApp


O que o Brasil deve esperar de Donald Trump?

O que o Brasil deve esperar de Donald Trump?

09/11/2016 Mariana Santos (DW)

O Brasil sequer foi mencionado pelo agora presidente dos Estados Unidos.

O que o Brasil deve esperar de Donald Trump?

Com exceção das inflamadas promessas para imigração, a América Latina foi tema periférico na corrida à Casa Branca para Donald Trump. Pouco se falou de concreto sobre a região – e o Brasil sequer foi mencionado pelo agora presidente dos Estados Unidos.

Mas a forma como Trump trata questões como economia, relações comerciais e diplomáticas com o resto do mundo pode dar pistas sobre o que o Brasil pode esperar de seu período na Casa Branca.

Além da questão migratória, as fortes críticas à China e a política protecionista apregoada por Trump são vistas como um sinal, segundo analistas, de que o Brasil pode ter muito a perder com ele como o próximo presidente.

Segundo Timothy Power, diretor do programa de estudos brasileiros da Universidade de Oxford, um governo Trump – que em 2014 sequer sabia quem era Dilma Rousseff e Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista à revista Veja – será um "desastre não apenas para os EUA e o Brasil, mas para a ordem internacional”.

Uma vitória de Donald Trump também é vista com preocupação pelo cientista político David Fleischer, da Universidade de Brasília. Ele acredita que a política externa restritiva e conservadora do candidato republicano poderá ser bastante prejudicial ao Brasil.

Economia

Além de limitar o comércio exterior para obter saldo positivo na balança comercial – o que afetaria as exportações brasileiras para os EUA, segundo maior parceiro do Brasil –, na Casa Branca o magnata poderá ainda atrapalhar o plano do governo Michel Temer de atrair investidores estrangeiros, entre eles americanos.

Fleischer ainda destaca a questão da imigração. "Está cheio de brasileiro sem documentação nos EUA. Se Trump decidir expulsar todos os estrangeiros em situação irregular, muito brasileiro vai ser deportado também."

Já a política econômica defendida por Trump traz ingredientes que podem levar a uma recessão global ou até a um "colapso do comércio mundial”, segundo Cláudio Frischtak, presidente da Inter.B Consultoria Internacional de Negócios.

O especialista afirma que, na prática, o magnata republicano dá sinais de que não seguirá as regras da OMC. "Não há um único economista de peso que o apoie”, argumenta.

Outra preocupação, apontada por Zeina Latif, economista-chefe da XP Investimento, é com um eventual retrocesso no diálogo com a China. Ela acredita que isso afetaria negativamente todo o mundo emergente indiretamente, incluindo o Brasil.

A economista, no entanto, tenta enxergar os discursos protecionistas de Trump de maneira cética. "Apesar de ele ter um discurso que beira a irresponsabilidade, não acredito que isso se traduziria de forma concreta numa agenda econômica. A tendência é ele descer do palanque e ter uma gestão mais responsável”, aposta. 



Produtores rurais poderão refinanciar dívidas com juros de 8% ao ano

Nova linha de crédito poderá ser paga em até 12 anos.

Produtores rurais poderão refinanciar dívidas com juros de 8% ao ano

SPC Brasil é registrado no Banco Central para operar novo Cadastro Positivo

A partir do início de novembro, SPC Brasil começará a receber histórico de pagamento dos consumidores.

SPC Brasil é registrado no Banco Central para operar novo Cadastro Positivo

Receita paga restituições do 5º lote do Imposto de Renda 2019

Dinheiro ficará disponível no banco durante um ano.


Irmã Dulce é canonizada e se torna a primeira santa brasileira

Nascida na Bahia, a Irmã passa a se chamar Santa Dulce dos Pobres.

Irmã Dulce é canonizada e se torna a primeira santa brasileira

Procissão do Círio de Nazaré atrai 2 milhões de fiéis em Belém

O Círio é a maior manifestação cristã do Brasil e um dos maiores eventos do mundo.


Zoológico de BH abre votação para nome de gorila

 Este é o terceiro filhote de gorila da planície ocidental a nascer em um Zoo da América do Sul.

Zoológico de BH abre votação para nome de gorila

Safra de grãos deve crescer 6,3% e fechar com recorde em 2019

Entre os produtos que devem puxar essa alta estão o milho, o algodão herbáceo, o feijão, o sorgo e o trigo.

Safra de grãos deve crescer 6,3% e fechar com recorde em 2019

Brasil é o 71º em ranking global de competitividade, indica relatório

Levantamento aponta que país encontra-se em um “processo lento de recuperação da sua competitividade”.

Brasil é o 71º em ranking global de competitividade, indica relatório

Caixa anuncia redução de juros do crédito imobiliário

Novas taxas serão válidas a partir do dia 14 de outubro.

Caixa anuncia redução de juros do crédito imobiliário

Gasto médio mensal das famílias é 45,3% menor na área rural

Despesa média das famílias brasileiras no meio rural atingiu R$ 2.543,15, em 2017/2018.

Gasto médio mensal das famílias é 45,3% menor na área rural

Igreja da Pampulha reabre suas portas totalmente restaurada

Igrejinha da Pampulha, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, ficou quase dois anos em restauração.

Igreja da Pampulha reabre suas portas totalmente restaurada

Caixa lança aplicativo para apostas com nove modalidades de jogos

Apostadores terão mais uma opção para jogar nas modalidades de loterias.

Caixa lança aplicativo para apostas com nove modalidades de jogos