Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Rádios poderão operar em AM e FM por cinco anos

Rádios poderão operar em AM e FM por cinco anos

11/11/2013 Da Redação

As emissoras de rádio que operam na frequência AM e quiserem migrar para FM poderão operar nas duas faixas por até cinco anos.

Além disso, as quase 2 mil emissoras AM terão um ano para decidir se mudam de frequência. Na semana passada, a presidenta Dilma Rousseff assinou decreto que permite essa migração.

No programa Café com a Presidenta, veiculado nesta segunda-feira (11) pela Rádio Nacional, Dilma Rousseff disse que “só devem continuar como [emissoras] AM aquelas rádios que têm alcance maior, chegando a pegar, às vezes, todo o estado”.

A presidente observou, ainda, que a migração das rádios para a faixa de frequência AM é um "salto tecnológico" e que, ao migrar para a banda FM, as rádios AM terão a vantagem de poder transmitir sua programação por meio de celulares e tablets, “o que vai ajudá-las também a conquistar as novas gerações”.

Além disso, Dilma lembrou que a mudança de faixa poderá significar "a sobrevivência dessas pequenas rádios que estão em todo o nosso país" já que várias delas sofrem interferências com o funcionamento de aparelhos celulares, eletrodomésticos e carros. Agora, segundo a presidenta, está colocado o desafio, para o governo, de criar condições para a transição.

O decreto que autorização a migração das rádios AM para a faixa FM foi assinado pela presidente Dilma Rousseff na última quinta-feira (7), Dia do Radialista.

A medida atende a um pleito do setor, preocupado com o aumento dos níveis de interferência na faixa AM. No discurso de assinatura da medida, Dilma disse que as rádios AM são um patrimônio do país e que o Estado deve dar as condições para que elas continuem prestando serviços e se adaptando.

Fonte: Agência Brasil



Dia Livre de Impostos terá Mercado do Imposto na Praça Sete em BH

Ideia é mostrar como a carga tributária brasileira está entre as mais elevadas do mundo

Dia Livre de Impostos terá Mercado do Imposto na Praça Sete em BH

Minas lança Plano de Segurança para as comunidades próximas às barragens

Documento visa reduzir riscos e mitigar os efeitos da mineração nas cidades mineiras

Minas lança Plano de Segurança para as comunidades próximas às barragens

ANM repassa R$ 271 mi a municípios afetados por exploração de minério

Serão repassados valores acumulados desde junho de 2018

ANM repassa R$ 271 mi a municípios afetados por exploração de minério

Minas tem mais uma comunidade quilombola reconhecida

Povoado da Fazenda Itaipava fica no município de Açucena, no Vale do Aço


81% dos brasileiros dependem exclusivamente do INSS para aposentadoria

Com o objetivo de mostrar a importância da educação financeira nas empresas, a Associação Brasileira de Educadores Financeiros (ABEFIN), divulga uma pesquisa sobre a saúde financeira dos trabalhadores brasileiros.

81% dos brasileiros dependem exclusivamente do INSS para aposentadoria

Taxa de desemprego cresce em 14 estados em 2019

Nas outras 13 unidades federativas, a taxa manteve-se estável no primeiro trimestre do ano

Taxa de desemprego cresce em 14 estados em 2019

Governo de Minas faz revisão de orçamento e encontra déficit maior

Orçamento aprovado para 2019 tem rombo de R$ 15,177 bilhões, maior que os R$ 11,443 bilhões anunciados pela gestão passada.


Banheiros químicos adaptados agora são obrigatórios

Sancionada a lei que torna banheiros químicos adaptados obrigatórios em eventos

Banheiros químicos adaptados agora são obrigatórios

Congresso Mundial de Câmaras

Acontece no Rio de Janeiro de 12 a 14 de junho.


Pedidos de recurso e revisão do INSS passam a ser feitos pela internet

O Meu INSS é acessível por meio de computador ou celular

Pedidos de recurso e revisão do INSS passam a ser feitos pela internet

Clube inglês paga o mesmo a homens e mulheres

Desde início da iniciativa, média de público nos jogos de mulheres cresceu.

Clube inglês paga o mesmo a homens e mulheres

Bolsonaro indicará Moro ao STF

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, presidente admite que prometeu vaga a atual ministro e diz que pretende honrar compromisso.

Bolsonaro indicará Moro ao STF