Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Rádios poderão operar em AM e FM por cinco anos

Rádios poderão operar em AM e FM por cinco anos

11/11/2013 Da Redação

As emissoras de rádio que operam na frequência AM e quiserem migrar para FM poderão operar nas duas faixas por até cinco anos.

Além disso, as quase 2 mil emissoras AM terão um ano para decidir se mudam de frequência. Na semana passada, a presidenta Dilma Rousseff assinou decreto que permite essa migração.

No programa Café com a Presidenta, veiculado nesta segunda-feira (11) pela Rádio Nacional, Dilma Rousseff disse que “só devem continuar como [emissoras] AM aquelas rádios que têm alcance maior, chegando a pegar, às vezes, todo o estado”.

A presidente observou, ainda, que a migração das rádios para a faixa de frequência AM é um "salto tecnológico" e que, ao migrar para a banda FM, as rádios AM terão a vantagem de poder transmitir sua programação por meio de celulares e tablets, “o que vai ajudá-las também a conquistar as novas gerações”.

Além disso, Dilma lembrou que a mudança de faixa poderá significar "a sobrevivência dessas pequenas rádios que estão em todo o nosso país" já que várias delas sofrem interferências com o funcionamento de aparelhos celulares, eletrodomésticos e carros. Agora, segundo a presidenta, está colocado o desafio, para o governo, de criar condições para a transição.

O decreto que autorização a migração das rádios AM para a faixa FM foi assinado pela presidente Dilma Rousseff na última quinta-feira (7), Dia do Radialista.

A medida atende a um pleito do setor, preocupado com o aumento dos níveis de interferência na faixa AM. No discurso de assinatura da medida, Dilma disse que as rádios AM são um patrimônio do país e que o Estado deve dar as condições para que elas continuem prestando serviços e se adaptando.

Fonte: Agência Brasil



Recebeu um e-mail sobre o cancelamento do seu título? É falso!

Mensagens inverídicas enviadas em nome da Justiça Eleitoral tentam ludibriar eleitores para fornecerem dados sigilosos.

Recebeu um e-mail sobre o cancelamento do seu título? É falso!

Receita libera pagamento do 4º lote de restituição do IR 2019

Lote inclui restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

Receita libera pagamento do 4º lote de restituição do IR 2019

Setor busca reconhecimento da cachaça como símbolo nacional

Atualmente, a bebida é exportada para mais de 60 países.

Setor busca reconhecimento da cachaça como símbolo nacional

Pagamento de R$ 500 por conta do FGTS teve início nesta sexta

Cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança.

Pagamento de R$ 500 por conta do FGTS teve início nesta sexta

Número de mortes violentas no país caiu 10,43% de 2017 para 2018

Casos passaram de 64.021 para 57.341, mostra anuário.

Número de mortes violentas no país caiu 10,43% de 2017 para 2018

Contribuinte já pode consultar o 4º lote de restituição do IR

O dinheiro será depositado nas contas no próximo dia 16 de setembro.

Contribuinte já pode consultar o 4º lote de restituição do IR

Papa Francisco deixa Moçambique com apelo à reconciliação

Francisco foi o segundo chefe máximo da Igreja Católica a visitar Moçambique, depois de João Paulo II, em 1988. 

Papa Francisco deixa Moçambique com apelo à reconciliação

Atletas da Cidade dos Meninos vão em busca de título mundial no Japão

Alisson Ferreira e Darllyon Araújo viajam esse mês para o país oriental em busca de título mundial da categoria de slackline.

Atletas da Cidade dos Meninos vão em busca de título mundial no Japão

Grito dos Excluídos 2019 denuncia aumento da desigualdade e do desemprego

A manifestação Grito dos Excluídos ocorre há 25 anos no dia 7 de setembro em todo o país.


As fintechs começam a incomodar os grandes bancos

O sistema financeiro brasileiro é conhecido por ser muito concentrado e caro.

As fintechs começam a incomodar os grandes bancos

Hábitos que podem estar levando seu dinheiro embora

Confira dez hábitos que podem ser cortados para não comprometer a sua renda.

Hábitos que podem estar levando seu dinheiro embora

Lucro líquido da Caixa no primeiro semestre aumenta 22,2%

Em 2019 o lucro do banco chegou a R$ 8,1 bilhões.

Lucro líquido da Caixa no primeiro semestre aumenta 22,2%