Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Prazo para solicitar 2ª via do título termina na próxima semana

Prazo para solicitar 2ª via do título termina na próxima semana

21/09/2012 Da Redação

No próximo dia 27 (dez dias antes da eleição), termina o prazo para os eleitores solicitarem a segunda via do título eleitoral dentro do seu domicílio eleitoral.

Para isso, o eleitor deve estar quite com a Justiça Eleitoral e comparecer pessoalmente ao seu cartório eleitoral  portando um documento oficial de identificação (carteira de identidade, carteira de trabalho ou carteiras emitidas por órgãos reguladores de profissão), e preencher o requerimento de solicitação da segunda via do título eleitoral, que geralmente é entregue na hora.

Todos os eleitores que forem justificar devem preencher o formulário com o número do título. A emissão do título é importante também pois o documento também serve para orientar melhor o eleitor no seu local de votação, ajudando-o a localizar sua zona e seção com mais rapidez.

Vale lembrar que, na hora do voto, não é necessário portar o título, apenas a apresentação de um documento oficial com foto (como identidade, carteira de trabalho, carteira profissional ou certificado de reservista).

Último final de semana

E para facilitar o atendimento ao eleitor, os 351 cartórios eleitorais do Estado têm feito plantões nos finais de semana e feriados, atendendo de 13h às 19h. O próximo final de semana (dia 22/23) será o último antes do prazo final da segunda via.

Durante a semana, os cartórios da Capital atendem de 8h às 17h, e os cartórios do interior de 13 às 19 horas.

Já o Disque Eleitor – (31) 3291-0004 ou 148 na Grande BH - atende de segunda a sexta-feira, de 7h às 19h, e nos finais de semana e feriados, de 13h às 19h, exceto no final de semana da eleição (dias 6 e 7 de outubro), em que o atendimento será também de 7h às 19h.

Confira os endereços dos cartórios eleitorais de todo o Estado no site www.tre-mg.jus.br.



Receita libera pagamento do 4º lote de restituição do IR 2019

Lote inclui restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.

Receita libera pagamento do 4º lote de restituição do IR 2019

Pagamento de R$ 500 por conta do FGTS teve início nesta sexta

Cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático na conta poupança.

Pagamento de R$ 500 por conta do FGTS teve início nesta sexta

Você sabe quais os “tipos” de polícias que existem no Brasil?

O tema da segurança pública está "em alta" nos últimos tempos, mas em muitos casos a população não está ciente sobre qual a designação para cada profissional.


Contribuinte já pode consultar o 4º lote de restituição do IR

O dinheiro será depositado nas contas no próximo dia 16 de setembro.

Contribuinte já pode consultar o 4º lote de restituição do IR

Hábitos que podem estar levando seu dinheiro embora

Confira dez hábitos que podem ser cortados para não comprometer a sua renda.

Hábitos que podem estar levando seu dinheiro embora

INSS começa a pagar a primeira parcela do 13º dos aposentados

O dinheiro será depositado junto com a folha mensal de agosto.

INSS começa a pagar a primeira parcela do 13º dos aposentados

Receita paga restituições do 3º lote do Imposto de Renda 2019

O lote contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018.


Receita abre consulta a terceiro lote de restituição do IR

Crédito bancário será feito no dia 15 deste mês.

Receita abre consulta a terceiro lote de restituição do IR

Trabalhador já pode cancelar crédito automático do FGTS na Caixa

Prazo para pedir cancelamento vai até 30 de abril de 2020.

Trabalhador já pode cancelar crédito automático do FGTS na Caixa

Disque Denúncia lança campanha contra produtos contrabandeados

Ideia é alertar para a relação entre contrabando e crime organizado no Rio de Janeiro.

Disque Denúncia lança campanha contra produtos contrabandeados

Saques nas contas do FGTS começam em setembro

Poderão retirar até R$ 500 trabalhadores com contas ativas e inativas.

Saques nas contas do FGTS começam em setembro

ANS limita reajuste de planos de saúde individuais e familiares a 7,3%

A agência orienta os beneficiários a observarem se os reajustes aplicados serão iguais ou inferiores a esse limite.