Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Projeto facilita transferência de veículos em Minas

Projeto facilita transferência de veículos em Minas

19/12/2018 Divulgação

Minas Gerais terá comunicação eletrônica de transferência de veículos a partir de R$ 53.

Projeto facilita transferência de veículos em Minas

Realizar a transferência de veículos ficará muito mais simples em Minas Gerais a partir desta terça-feira (18/12) com o lançamento oficial do “Projeto Comunique a Venda”, que permitirá aos proprietários de carros, motos e demais veículos automotores realizarem a comunicação de venda de veículo diretamente nos Cartórios de Notas do Estado.

A iniciativa facilitará a vida do usuário que não precisará mais se deslocar ao órgão de trânsito para realizar a transferência de veículos, evitando deslocamentos, gastos extras e contratação de intermediários.

O custo para realização do serviço de comunicação de venda e compra de veículo dentro dos Cartórios de Minas Gerais será de R$ 53,14 (+ ISSQN).

Entre as vantagens para o vendedor do veículo estão a proteção com relação a futuras multas por infrações cometidas, e com relação à cobrança/protesto pelo não pagamento dos impostos do veículo, como IPVA e DPVAT; além de não ser mais responsabilizado por qualquer acidente ou ação criminosa envolvendo o veículo.

Já o comprador terá como vantagens a garantia de propriedade sobre o veículo no ato da comunicação de venda; o impedimento de que o automóvel seja usado pela Justiça para o pagamento de dívidas do antigo proprietário; e a segurança na operação de compra e venda, evitando golpes como a da venda de veículos com restrições e pendências junto as instituições financeiras e de trânsito.

Por meio do projeto, cuja fase de implementação começará por Belo Horizonte, os Cartórios de Notas mineiros comunicarão aos órgãos de trânsito do Estado a transferência de propriedade de veículo automotor durante o ato de reconhecimento de firma do transmitente e do adquirente na Autorização para Transferência de Propriedade de Veículo (ATPV).

Fonte: BHAZ



Campanha Circuito Solidário recebe doações para as vítimas das chuvas em Minas Gerais

Espaços culturais que integram o Circuito Liberdade, em BH, serão pontos de entrega de diversos materiais até o dia 24 de janeiro.

Campanha Circuito Solidário recebe doações para as vítimas das chuvas em Minas Gerais

Correios registram cerca de 90 mil documentos perdidos em 2021

Saiba como checar se seu documento está com os Correios.

Correios registram cerca de 90 mil documentos perdidos em 2021

Entenda as mudanças para regras no vale-alimentação e no vale-refeição

Decreto assinado em novembro flexibilizou uso de benefícios.

Entenda as mudanças para regras no vale-alimentação e no vale-refeição

Ibama publica edital para concurso

Inscrições podem ser feitas até o dia 20 de dezembro.

Ibama publica edital para concurso

Governo sanciona lei que institui o auxílio gás

Auxílio será destinado às famílias inscritas no CadÚnico

Governo sanciona lei que institui o auxílio gás

Belo Horizonte recebe o maior “Feirão Limpa Nome” de todos os tempos

Com recorde de pontos de atendimento físico no país, seis capitais devem receber milhares de brasileiros para consulta e renegociação de dívidas entre 23 e 27 de novembro

Belo Horizonte recebe o maior “Feirão Limpa Nome” de todos os tempos

Em 10 anos, Lei de Acesso à Informação contabiliza 1 milhão de pedidos

Mutirão nacional de renegociação de dívidas vai até 30 de novembro de 2021

Confaz congela ICMS sobre combustíveis por 90 dias

Objetivo é colaborar com a manutenção dos preços nos valores vigentes até 31 de janeiro de 2022.

Confaz congela ICMS sobre combustíveis por 90 dias

Cartórios de Minas Gerais passam a receber denúncias contra violência doméstica

Campanha nacional Sinal Vermelho conta com os mais de 3 mil Cartórios mineiros para prestar auxílio discreto e sigiloso às mulheres em situação de vulnerabilidade.

Cartórios de Minas Gerais passam a receber denúncias contra violência doméstica

Operações do Pix depois das 20h terão limite de R$ 1 mil

Objetivo é coibir os casos de fraudes, sequestros e roubos noturnos.

Operações do Pix depois das 20h terão limite de R$ 1 mil