Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Receita libera primeiro lote de restituições

Receita libera primeiro lote de restituições

17/06/2013 Divulgação

A Receita Federal liberou nesta segunda-feira (17) o dinheiro do primeiro lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física 2013, cujo valor total é recorde: R$ 2,7 bilhões.

Constarão, na consulta também lotes residuais de declarações dos últimos cinco anos, liberadas da malha fina. Para o exercício de 2013, serão creditadas restituições de um total de 1,9 milhão de contribuintes, no valor de R$ 2,7 bilhões, já corrigidas em 1,6%.

Para o contribuinte, é necessário – levando-se em conta a inflação, juros altos e a conjuntura econômica atual - tomar algumas precauções: quitar parte ou o total das dívidas e evitar desviar o dinheiro da restituição para o consumo.

De acordo com o presidente do Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec), Geraldo Tardin, é aconselhável ao contribuinte colocar a vida financeira em dia.

“A inadimplência não para de aumentar. Os produtos que geram maior inadimplência são o cheque especial e o cartão de crédito. E o consumidor que está inadimplente deve aproveitar, correr ao banco e negociar”, orienta.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na internet ou ligar para o Receitafone 146. A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smarthphones que usam os sistemas operacionais Android e iOS que facilitam a consulta.

A Receita informa que a restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Declaração IRPF.

O contribuinte poderá – na hipótese de o dinheiro não ser creditado - procurar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (atendimento exclusivo para deficientes auditivos), para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.



Caixa libera consulta a saque emergencial do FGTS em aplicativo

Também começa prazo para informar que não deseja receber valores.


Prazo de pagamento de PIS/Pasep e Cofins é prorrogado

Decisão foi tomada devido à pandemia do novo coronavírus.

Prazo de pagamento de PIS/Pasep e Cofins é prorrogado

Sesc e Ação da Cidadania criam a maior iniciativa de distribuição de alimentos da América Latina

As duas maiores redes de solidariedade e combate a fome estão juntas para auxiliar a população mais impactada pela pandemia do Covid-19


Correios serão opção para fazer cadastro para auxílio emergencial

Ministério lança canal para registro de denúncias trabalhistas

Nova ferramenta registrará denúncias trabalhistas no portal Gov.br.

Ministério lança canal para registro de denúncias trabalhistas

Consultas a intimações por dívidas não pagas podem ser feitas pela internet

Site disponibiliza lista de pessoas ou empresas que estão sendo cobradas extrajudicialmente para negociar ou quitar um débito em aberto.


Correios lançam soluções para envio eletrônico de correspondências

Os serviços são a Entrega Digital, o AR Eletrônico e o e-Carta Fácil.

Correios lançam soluções para envio eletrônico de correspondências

Receita explica como pedir regularização de CPF por e-mail

Procura pelo serviço aumentou, após anúncio de auxílio emergencial.

Receita explica como pedir regularização de CPF por e-mail

Caixa começa a pagar saque-aniversário do FGTS

Trabalhadores nascidos em janeiro e fevereiro receberão dinheiro.

Caixa começa a pagar saque-aniversário do FGTS

Caixa e Banco do Brasil passam a operar em horário reduzido

Agências terão horário reduzido devido ao coronavírus,

Caixa e Banco do Brasil passam a operar em horário reduzido

Governo suspende por 120 dias bloqueio de pagamento de benefícios

Benefício de Prestação Continuada é um recurso destinado a pessoas com deficiência ou acima de 65 anos que tenham renda familiar per capita de até um quarto de salário mínimo.


Feirão da Serasa renegocia dívidas com desconto de até 98%

Negociações poderão ser feitas até o dia 31 de março.

Feirão da Serasa renegocia dívidas com desconto de até 98%