Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Visita a Goiás avalia perigos de privatização da Cemig

Visita a Goiás avalia perigos de privatização da Cemig

20/09/2019 Da Redação

Empresa italiana que comprou a estatal goiana de energia é alvo de CPI e é indicada pela Aneel como a pior do País.

Quatro parlamentares da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizaram visita à Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), para conhecer o trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada no estado vizinho para investigar a Enel Distribuição Goiás, empresa italiana que comprou a antiga estatal goiana de energia.

O autor do requerimento para realização da visita é o deputado Ulysses Gomes (PT), que destacou o interesse da italiana Enel em comprar a Cemig, tendo em vista a intenção do governador Romeu Zema de privatizar a estatal mineira de energia.

“A Enel, bastante criticada em sua gestão em Goiás, é uma das empresas interessadas em comprar a Cemig. Nosso objetivo é resguardar a qualidade do serviço prestado à população e evitar qualquer dano a Minas Gerais”, afirmou o deputado.

Também participaram da visita, nesta quinta-feira, o presidente da Comissão de Minas e Energia da ALMG, deputado Repórter Rafael Martins (PSD), o 3º-vice-presidente da ALMG, deputado Alencar da Silveira Jr. (PDT), e o deputado Raul Belém (PSC). Os quatro parlamentares mineiros foram recebidos pelo presidente da Alego, deputado Lissauer Vieira (PSB), encontrando-se depois com membros da CPI, incluindo seu presidente, deputado Henrique Arantes (PTB).

A italiana Enel adquiriu a antiga Companhia Energética de Goiás (Celg) em fevereiro de 2017. Desde então, a empresa permanece classificada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) como a pior empresa de distribuição de energia elétrica do País. Os dados relativos a 2018 indicam que o consumidor goiano ficou 26,61 horas sem energia, em média. A média nacional foi de 12,85 horas. A frequência de interrupções de energia foi de 15,03 vezes em Goiás, mais do que o dobro da média nacional, de 7,17 vezes.

Avaliar as causas da má qualidade dos serviços prestados pela Enel é um dos objetivos da CPI instalada pela Assembleia goiana, assim como investigar denúncias de que a empresa italiana não teria cumprido o cronograma de investimentos previsto no contrato de privatização. “A população sentiu os efeitos negativos assim que a Celg foi privatizada. A conta de luz subiu 15,89% para consumidores residenciais, ou seja, um aumento cinco vezes maior que o da inflação”, afirmou o deputado Ulysses Gomes.

Em fevereiro de 2019, a Aneel decidiu restringir a distribuição de dividendos da Enel Goiás por descumprimento de indicadores de qualidade. A Agência também determinou que a empresa apresente um plano emergencial de resgate de qualidade dos serviços prestados.

De acordo com informações publicadas pela imprensa de Goiás, o Procon estadual registrou 184 reclamações contra a Enel nos primeiros 21 dias de 2019. O Ministério Público do Estado entrou com ação civil pública para garantir o fornecimento de energia ao município de Minaçu (GO), que ficou três dias sem o serviço. O presidente da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio-GO), Marcelo Baiocchi, relatou que comerciantes do interior e da periferia de Goiânia tiveram prejuízos após ficar até dois dias sem eletricidade.

Fonte: Assessoria de Imprensa da ALMG



Irmã Dulce é canonizada e se torna a primeira santa brasileira

Nascida na Bahia, a Irmã passa a se chamar Santa Dulce dos Pobres.

Irmã Dulce é canonizada e se torna a primeira santa brasileira

Procissão do Círio de Nazaré atrai 2 milhões de fiéis em Belém

O Círio é a maior manifestação cristã do Brasil e um dos maiores eventos do mundo.


Zoológico de BH abre votação para nome de gorila

 Este é o terceiro filhote de gorila da planície ocidental a nascer em um Zoo da América do Sul.

Zoológico de BH abre votação para nome de gorila

Safra de grãos deve crescer 6,3% e fechar com recorde em 2019

Entre os produtos que devem puxar essa alta estão o milho, o algodão herbáceo, o feijão, o sorgo e o trigo.

Safra de grãos deve crescer 6,3% e fechar com recorde em 2019

Brasil é o 71º em ranking global de competitividade, indica relatório

Levantamento aponta que país encontra-se em um “processo lento de recuperação da sua competitividade”.

Brasil é o 71º em ranking global de competitividade, indica relatório

Caixa anuncia redução de juros do crédito imobiliário

Novas taxas serão válidas a partir do dia 14 de outubro.

Caixa anuncia redução de juros do crédito imobiliário

Gasto médio mensal das famílias é 45,3% menor na área rural

Despesa média das famílias brasileiras no meio rural atingiu R$ 2.543,15, em 2017/2018.

Gasto médio mensal das famílias é 45,3% menor na área rural

Igreja da Pampulha reabre suas portas totalmente restaurada

Igrejinha da Pampulha, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, ficou quase dois anos em restauração.

Igreja da Pampulha reabre suas portas totalmente restaurada

Caixa lança aplicativo para apostas com nove modalidades de jogos

Apostadores terão mais uma opção para jogar nas modalidades de loterias.

Caixa lança aplicativo para apostas com nove modalidades de jogos

Taxa de desemprego recua para 11,8% em agosto

O total de desempregados chegou a 12,6 milhões.

Taxa de desemprego recua para 11,8% em agosto

Assassinatos de indígenas crescem 22,7% em 2018, mostra relatório

Mapeamento feito pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi), foi lançado na sede da CNBB, em Brasília.

Assassinatos de indígenas crescem 22,7% em 2018, mostra relatório

Otimismo do comércio volta a crescer em setembro

Após quatro meses de queda, Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) apresentou alta mensal de 1,3%.

Otimismo do comércio volta a crescer em setembro