Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Brasil conquista cinco medalhas em Olimpíada de Astronomia

Brasil conquista cinco medalhas em Olimpíada de Astronomia

21/10/2014 Da Redação

Este foi o melhor resultado do país desde a criação da competição em 2009.

A delegação brasileira conquistou cinco medalhas e outras premiações na Olimpíada Latino-Americana de Astronomia e Astronáutica (Olaa), que aconteceu na última semana no Uruguai. São os melhores resultados do país desde a criação da competição em 2009.

Com o resultado, o país alcança a marca de 16 medalhas de ouro, 12 de prata e duas de bronze na história da Olaa. A equipe brasileira foi selecionada com base na pontuação obtida na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), de 2013.

“Desde que recebi o convite para a seleção, me empenhei muito, era um sonho. Quando fui selecionado, fiquei muito orgulhoso em representar o meu país, e nos preparamos muito bem para isso”, disse o medalhista de ouro Romero da Silva, de 17 anos, de Itabira (MG). Ele está no 3º ano do ensino médio e já se decidiu por estudar engenharia aeroespacial na faculdade.

Nesta edição da Olaa, o Brasil conquistou três medalhas de ouro e duas de prata. Todos da equipe ganharam ainda o prêmio especial de melhor prova individual, por terem gabaritado os exames.

Além de Romero, o ouro também ficou com os estudantes Rafael Charles Heringer Gomes, de Mogi das Cruzes (SP), e Wagner Fonseca Rodrigues, de Belo Horizonte (MG). Carolina Lima Guimarães, de Vitória (ES) e Lucas Hagemaister, de Porto Alegre (RS) ficaram com a prata. O grupo foi liderado pelos professores e astrônomos, João Canalle, coordenador da OBA, e Júlio Klafke.

O estudante Rafael ainda recebeu o prêmio especial de melhor prova em grupo e melhor prova de foguetes.

Fonte: Agência Brasil



Oceanos são o verdadeiro pulmão do mundo, diz pesquisador

Em evento realizado no Rio de Janeiro, cientistas, atletas, jornalistas, influenciadores e artistas discutiram a importância dos ecossistemas marinhos para a sobrevivência na Terra.

Oceanos são o verdadeiro pulmão do mundo, diz pesquisador

Ambev seleciona startups com soluções socioambientais

As inscrições estão abertas para a 2ª edição do programa; o melhor projeto será premiado com R$ 100 mil.

Ambev seleciona startups com soluções socioambientais

A propósito das sacolas de plástico

O plástico é mais solução do que problema se for bem manejado e processado.

A propósito das sacolas de plástico

A água que você não vê

Feche a torneira ao escovar os dentes! Banho de 5 minutos! Lave o carro e o quintal com balde e não com mangueira!


Focos de queimadas batem recorde no Brasil

Queimadas no país já ultrapassam 70 mil pontos em 2019.

Focos de queimadas batem recorde no Brasil

Como a comunicação pode engajar a sociedade na preservação dos oceanos

Conexão Oceano abordará a relação do oceano com o nosso dia a dia e o papel da comunicação para a sensibilização da comunidade.

Como a comunicação pode engajar a sociedade na preservação dos oceanos

Julho de 2019 foi o mês mais quente da história mundial

2019 foi o ano com maiores temperaturas até o momento em partes da América do Sul e do Norte, Ásia, Austrália e Nova Zelândia.

Julho de 2019 foi o mês mais quente da história mundial

População de animais em florestas cai pela metade desde 1970

WWF aponta que a situação é particularmente crítica na Amazônia e em outras florestas tropicais.

População de animais em florestas cai pela metade desde 1970

A questão das embalagens na sustentabilidade

A questão dos cuidados com o meio ambiente é uma realidade.

A questão das embalagens na sustentabilidade

ONU faz alerta sobre produção global de alimentos

Relatório sugere a redução do consumo de carne por meio de dietas com base em plantas.

ONU faz alerta sobre produção global de alimentos

Paris quer se tornar mais verde até 2020

A ideia é criar novos parques e jardins urbanos com o plantio de 20 mil novas árvores na cidade.

Paris quer se tornar mais verde até 2020

Minas define novas regras para distribuição do ICMS Ecológico

A Deliberação Normativa nº 234, publicada no último sábado (3/8), passa a vigorar a partir de janeiro de 2020.

Minas define novas regras para distribuição do ICMS Ecológico