Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Brasil e Alemanha assinam acordo para repatriar ararinhas-azuis

Brasil e Alemanha assinam acordo para repatriar ararinhas-azuis

10/06/2019 Deutsche Welle

Projeto inédito vai levar de volta ao país 50 aves que vivem num criadouro alemão. Apenas 163 ararinhas-azuis existem no mundo.

Brasil e Alemanha assinam acordo para repatriar ararinhas-azuis

Ararinha-azul é natural da caatinga brasileira

O Brasil assinou um acordo para reintroduzir no país 50 ararinhas-azuis que vivem atualmente num criadouro alemão. Nativa do Brasil, a espécie desapareceu da natureza há quase 18 anos.

O acordo, assinado entre a Associação para a Conservação de Papagaios Ameaçados (ACTP) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), ligado ao Ministério do Meio Ambiente, prevê que as aves sejam trazidas ao Brasil em novembro deste ano.

Os animais serão levados para um refúgio criado em Curaçá, na Bahia. A região é o habitat histórico da espécie que é considerada extinta na natureza.

Após um período de adaptação na unidade de conservação, quando passarão por exames e conviverão com outras aves, cerca de 15 ararinhas-azuis serão soltas na natureza. As outras permanecerão em cativeiro para reprodução.

"As ararinhas-azuis são animais de difícil reprodução. Esta será a primeira vez que ocorre a reintrodução de aves silvestres na natureza sem ter exemplares em vida livre", afirmou a analista ambiental do ICMBio, Camile Lugarini.

Apenas 163 ararinhas-azuis existem no mundo, todas vivendo em cativeiro. O criadouro da ACTP, perto de Berlim, abriga 90% das aves restantes. O desmatamento da caatinga e o tráfico de animais silvestres levaram ao desaparecimento da espécie na natureza.

Com o projeto de reintrodução na natureza, mais uma vez a Alemanha passa a ter um papel fundamental na história da ararinha-azul. A ave foi descoberta pelo zoólogo alemão Johann Baptist von Spix no início do século 19, no interior da Bahia.

Endêmica da caatinga, a espécie foi vista pela última vez na natureza em outubro de 2000, mas não se sabe o que aconteceu com esse exemplar. Muito valiosa, a ararinha-azul foi alvo do tráfico de animais silvestres e da caça. A degradação de seu habitat impulsionou ainda mais sua extinção na natureza. Em 2011, a espécie ganhou fama mundial depois de protagonizar a animação Rio.

A reintrodução das ararinhas-azuis foi anunciada no ano passado, pelo governo de Michel Temer, que criou a unidade de conservação Refúgio de Vida Silvestre da Ararinha-azul em Curaçá em 2018.

Fonte: Deutsche Welle



Ciclone bomba – entenda como se forma

É relativamente comum que ocorra na região sul brasileira nos meses de primavera e outono.

Ciclone bomba – entenda como se forma

AGU bloqueia R$ 570 milhões em bens de desmatadores da Amazônia

Objetivo é garantir recursos para a recuperação dos danos ambientais causados.

AGU bloqueia R$ 570 milhões em bens de desmatadores da Amazônia

Programa promove a coleta de mais de 450 toneladas de tampas de plástico

O Tampinha Legal já encaminhou mais de 250 milhões de tampinhas plásticas para a reciclagem.

Programa promove a coleta de mais de 450 toneladas de tampas de plástico

2020 – Seis meses de conquistas e desafios para setor orgânico

A primeira metade de 2020 foi atípica e, em muitos aspectos, assustadora para a maior parte do mercado, mas serviu como um bom teste de resistência para os orgânicos brasileiros e, consequentemente, para a Organis.


Você sabe como as tartarugas se comunicam? Ouça o som

Projeto divulga as primeiras gravações dos sons emitidos pelas tartarugas-da-amazônia – uma das espécies ameaçadas do Brasil.

Você sabe como as tartarugas se comunicam? Ouça o som

E a ciência?

Para falarmos do papel da OMS neste momento, precisamos entender qual é o papel da ciência.

E a ciência?

Empresas se unem para ampliar apoio aos catadores de materiais recicláveis

Tetra Pak e Klabin formam uma Corrente do Bem para manter auxílio por meio de causa disponível no aplicativo de impacto social Ribon.

Empresas se unem para ampliar apoio aos catadores de materiais recicláveis

Monitoramento indica que nuvem de gafanhotos não entrou no Brasil

Mapa continua em alerta e divulga manual com orientações para eventual controle da praga.

Monitoramento indica que nuvem de gafanhotos não entrou no Brasil

Minas passa a ser o terceiro estado a fazer reuso de água não potável no Brasil

Medida proporciona redução do aporte de poluentes nas bacias hidrográficas mineiras.

Minas passa a ser o terceiro estado a fazer reuso de água não potável no Brasil

Saiba mais sobre o contexto das questões ambientais no Brasil

O período de isolamento social, medida adotada para combate da COVID-19, trouxe à tona um tema frequentemente presente na agenda global: a preservação ambiental.


Compra e venda de usados evitou emissão de gases de efeito estufa em 2019

Impacto representa parar o trânsito de veículos na capital do Rio de Janeiro por 14 meses, aponta estudo.

Compra e venda de usados evitou emissão de gases de efeito estufa em 2019

Conheça as aves “românticas” do Brasil

Rico em biodiversidade, país abriga exemplos de demonstração afetiva em espécies-símbolo.

Conheça as aves “românticas” do Brasil