Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Como a reciclagem pet pode reduzir o lixo no Brasil?

Como a reciclagem pet pode reduzir o lixo no Brasil?

09/07/2019 Da Redação

O meio ambiente vem sofrendo com as toneladas de lixo produzidas pelos humanos. Será que a reciclagem pet pode ajudar nisso? Descubra aqui!

Como a reciclagem pet pode reduzir o lixo no Brasil?

De acordo com o IBGE, a quantidade de lixos feitos em 2016 no Brasil foi de 78 milhões de toneladas, o que deu uma média de 1kg por dia de produção de lixo.

Grande parte desse lixo ainda é por conta dos pets, que são muito usados em diversas indústrias, principalmente a têxtil, e faz com que o meio ambiente esteja mais poluído que nunca.

Prevendo esse problema, em 2010 foi criada a Política Nacional de Resíduos sólidos para que a coleta seletiva ajudasse a manter lixos separados e facilitasse a reciclagem.

Mas depois de todo esse tempo apenas 18% dos municípios no Brasil fazem esse tipo de coleta, o que não está surtindo um efeito tão grande no meio ambiente.

Que a reciclagem pet pode reduzir as toneladas de lixo e deixar um futuro mais consciente e agradável para as próximas gerações, todos sabem. Mas como fazer isso? Confira a seguir!

Desperdício zero faz com que toneladas de lixo sejam aproveitadas

Esse conceito para reciclagem pet e de alimentos não precisa ser necessariamente utilizado pelo seu governo ou município, você pode fazer a sua parte e ajudar a ter um ambiente mais sustentável.

Os 5 pilares que formam o conceito de desperdício zero são:

1. Recuse o que você não precisa

2. Reduza o que não precisa

3. Reuse / reutilize o que iria jogar fora

4. Recicle o que não pode usar

5. Faça a compostagem do restante

Coleta seletiva ajuda a deixar um ambiente mais limpo

Você mesmo pode iniciar uma maneira de coletar, seletivamente, os lixos em casa e deixá-los separados na hora da entrega aos lixeiros.

Em algumas cidades, já existe a possibilidade de coleta seletiva por meio de locais próprios, que possuem esse tipo de retirada, mas caso a sua cidade ainda não conte com isso, você pode começar o seu próprio método em casa.

Mas antes de jogar no lixo, sempre se lembre dos 5 pilares do desperdício zero e veja se alguns dos produtos que iria descartar podem servir para algo no seu lar.

A reciclagem pet tem utilidade em diversos segmentos

Além de reduzir as toneladas de lixo e deixar um ambiente mais limpo, a sustentabilidade envolvida ao trabalhar na reciclagem pet é alta.

Pode ser que você não saiba, mas o pet é utilizado em vários segmentos, como: produção de automóveis, tintas, construção civil, tecidos, celulares, entre outros.

Por isso, trabalhar com a reciclagem pet faz com que o local se torne mais sustentável, aproveitando matéria que já foi utilizada em vez de forçar a produção com nova matéria-prima.

Isso também reduz no uso de recursos naturais, como energia e água. A reciclagem pet também não é difícil de fazer e você pode começar em casa, como te mostramos anteriormente.

As duas formas mais comuns de ajudar nisso são: desperdiçando menos e destinando ao local certo.

E aí, você já faz parte desse movimento que tem aumentado cada vez mais ou ainda não sabe como reciclar e fazer do mundo um lugar melhor? Deixe a sua dúvida no comentário, vamos te ajudar a cumprir essa missão ambiental!

Conteúdo fornecido pela equipe do MBA Digital (mbadigital.com.br)

Fonte: MBA Digital



A dessalinização como um seguro saúde para redução da vulnerabilidade hídrica no Brasil

A dessalinização é o processo de remoção de sais da água do mar - para que ela possa ser utilizada para fins potáveis ou industriais.

A dessalinização como um seguro saúde para redução da vulnerabilidade hídrica no Brasil

Mudanças climáticas forçam 20 milhões por ano a deixarem suas casas

Conferência da ONU COP25, em Madri, debate emergências climáticas no mundo.

Mudanças climáticas forçam 20 milhões por ano a deixarem suas casas

Bolsa Reciclagem beneficia 1,4 mil famílias de catadores em Minas

Governo retoma repasses do programa que estavam interrompidos desde 2017.

Bolsa Reciclagem beneficia 1,4 mil famílias de catadores em Minas

Para evitar catástrofe climática, emissões de CO2 precisam cair 7,6% ao ano

Dados do Pnuma mostram que em 2018, o total de emissões de CO2 atingiu níveis recordes e, na última década, as emissões aumentaram 1,5% por ano.

Para evitar catástrofe climática, emissões de CO2 precisam cair 7,6% ao ano

Óleo que atingiu Rio de Janeiro é compatível com o do Nordeste

Ao todo, 772 localidades de 124 municípios em 11 estados foram atingidos pelo óleo, diz Ibama.


Expedição avalia poluição do Rio São Francisco

Serão realizadas análises física, química e orgânica das águas do rio.

Expedição avalia poluição do Rio São Francisco

Pós-graduação em Conservação da Fauna da UFSCar oferta mestrado profissional

Inscrições podem ser feitas até o dia 25 de novembro pelo site do Programa.

Pós-graduação em Conservação da Fauna da UFSCar oferta mestrado profissional

Brasil gera 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano

Brasil é o campeão de geração de lixo na América Latina.

Brasil gera 79 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano

Projeto no Cerrado recupera área de 110 mil campos de futebol

Ação ensinou 7,8 mil produtores rurais a usar práticas sustentáveis.

Projeto no Cerrado recupera área de 110 mil campos de futebol

A necessária educação ambiental à sociedade civil

A obrigação de conservação da natureza é de todos nós.


IBGE lança mapa com biomas brasileiros

O bioma da Amazônia ocupa 49,5% do território. Em segundo maior bioma é o Cerrado (23,3%),

IBGE lança mapa com biomas brasileiros

UFSCar e Cefet-MG produzem canudos biodegradáveis a base de amido da mandioca

Trabalho conjunto acontece no âmbito do Instituto Midas de Tecnologias Ambientais e aliou experiência na área de Química à Engenharia de Materiais.

UFSCar e Cefet-MG produzem canudos biodegradáveis a base de amido da mandioca