Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Dicas para proteção ao meio ambiente

Dicas para proteção ao meio ambiente

18/04/2007 Da Redação

Eletrodomésticos1) Evite comprar eletrodomésticos que não sejam muito necessários, como facas elétricas, máquinas de fazer sucos, maquinas de café, etc.

2) Não utilize a parte de trás da geladeira para secar roupas e sapatos.
3) Compre geladeiras como o selo "greenfreeze", sem o gás CFC, que ataca a camada de ozônio.
4) Evite colocar alimentos quentes na geladeira, por aumentar o consumo de energia.
5) Não coloque a geladeira perto do fogão ou de uma janela que recebe muito Sol; ela terá de trabalhar mais para se manter fria.
6) Feche sempre bem a porta da geladeira. Aberta, há um maior consumo de energia para manter a temperatura. Não deixa a porta aberta enquanto pensa no que vai tirar dela, nem a abra e feche repetidas vezes.
7) Evite manter a temperatura interna do refrigerador inferior a 5 ou 6 graus. Isso aumenta o consumo energético em cerca de 7%.
8) Prefira geladeira com descongelamento manual por gastar menos energia.
9) Opte por lavar roupas na maquina a frio. Isso economiza de 80% a 92% de energia.
10) Só lave roupa com máquina cheia. Cada lavagem consome 150 litros de água.
11) Só use a secadora de roupas em casos extremos, de muito frio ou muita chuva.
12) Prefira panelas de pressão. Mais rápidas, elas consomem menos energia.
13) Procure sempre tampar as panelas, especialmente para aquecer a água ou sopa. Isso pode reduzir em 30% a energia necessária e o tempo de preparação.
14) Desligue as bocas de fogão minutos antes de a comida ficar pronta. Elas ainda se manterão quentes por um tempo. O mesmo pode ser feito com o ferro de passar.
15) O vapor do ferro aumenta o consumo de eletricidade. Por isso passe ferro com a roupa um pouco úmida ou use um borrifador.

Alimentos

16) Evite comprar alimentos que contenham aditivos, corantes e conservantes desnecessários.
17) Compre furtas e vegetais orgânicos, por não usarem agrotóxicos em seu cultivo.
18) Procure se certificar de que a carne comprada provém de animais criados em boas condições e mortos sem sofrimento desnecessário.
19) Recuse serviço de fast food com excesso de produtos descartáveis como guardanapos, copos, canudos, colherzinha de plástico, pacotes de ketchup e maionese, etc.
20) Evite comprar peixes com tamanhos abaixo dos estipulados por lei. No site da Polícia Militar de São Paulo é possível conferir os tamanhos de peixes do mar: http://www.polmil.sp.gov.br/unidades/cpfm_tab_peixe.htm

Pilhas

21) Utilize, sempre que possível eletricidade em vez de pilhas.
22) Prefira pilhas recarregáveis e sem adição de mercúrio.
23) Pilhas usadas podem ser descartadas nos postos autorizados de cada marca, como Rayovac, Duracell, Sony. Os sites e os serviços de atendimento ao consumidor fornecem os endereços.

Papéis

24) Evite papéis decorados, engessados ou perfumados. Os químicos que carregam dificultam a reciclagem.
25) Os papéis para reciclagem não devem ser amassados, mas sim dobrados, para não ocupar volume.
26) Evite o papel alumínio na cozinha. A extração de bauxita costuma destruir grandes áreas de florestas e a transformação de bauxita em alumínio desperdiça energia.
27) Use pano em lugar de papel no dia-a-dia da cozinha, inclusive como guardanapos. Evite colocar alimentos quentes na geladeira, por aumentar o consumo de energia.
28) Compre papel higiênico não branqueado com cloro. O branqueamento produz dioxinas que, uma vez em rios, matam peixes.
29) Prefira produtos de papéis reciclados. A média de desperdício de papel, por ano, numa casa comum, corresponde a seis árvores.
30) Use uma foto copiadora que imprima frente e verso e reaproveite papéis impressos em um só lado para rascunho.

Iluminação

31) Procure utilizar iluminação natural ou lâmpadas fluorescentes que gastam a quarta parte de energia que gastam uma incandescente, e duram mais.
32) Apague as luzes quando não precisar delas. Diminuir os gastos de eletricidade ajuda a reduzir a produção de dióxido de enxofre proveniente das centrais elétricas.
33) Pinte os cômodos da casa com cores claras. Cores escuras absorvem luz e as claras refletem.
34) Se possível instale sensores de ocupação que desligam as luzes sempre que o cômodo estiver ocupado.

Limpeza da casa

35) Opte por uma solução de vinagre ou limão diluídos em água, em quantidades iguais, para limpar vidros e espelhos e tirar a gordura.
36) Substitua aerossóis ou sprays pelos roll-on (especialmente os recarregáveis), pelos sticks ou pelos pulverizadores de compressão.
37) Evite os desinfetantes coloridos colocados nas bordas dos vasos sanitários, porque são muitos poluentes.
38) Troque a descarga com válvulas (que gastam 10 a 30 litros quando acionadas) por aquelas que acompanham caixas de 6 litros de água.
39) Use tintas com baixo teor de solvente. Essências como a terebintina (líquido obtido de pinheiros, usado na mistura de tintas e vernizes e polidores) devem ser usadas na menores quantidades possíveis.

Veículos

40) Ao lavar o carro com mangueira, gasta-se, em média, 570 litros de água. Se você usar baldes, gastará um décimo disso.
41) Visite oficina regularmente e verifique a emissão de fumaça do seu carro.
42) Sempre que possível, utilize os transportes públicos, como metrô e ônibus, pegue carona, ande a pé ou de bicicleta. Assim, ajudará a reduzir a poluição.
43) A velocidade que consome menos combustível é a moderada. Acelere gradualmente.
44) Mantenha a pressão correta dos pneus, para impedir o desgaste prematuro deles e para poupar gasolina.
45) Não compre um automóvel maior do que as suas necessidades. Carros mais pesados utilizam até 50% mais de combustível do que os modelos mais leves.

Cidadania

46) Denuncie crimes ambientais, queimadas, desmatamentos ou obras de grande impacto no ambiente pela Linha Verde do Ibama no site www.ibama.gov..br ou pelo e-mail linhaverde.sede@ibama.gov.br
47) Obtenha mais detalhes das campanhas e atos realizados pelo Greenpeace no Brasil e no mundo acessando o site www.greenpeace.org.br/ .
Veja como pode ajudar na preservação da Amazônia, do clima e dos Oceanos.
48) Proteste contra a negativa do governo americano em combater as emissões de dióxido de carbono pelas termelétricas e indústrias do país, assine a petição contra o aquecimento global, proteja os ursos polares de extinção enviando cartas ao presidente dos EUA, George W. Bush, e à diretoria da Agência de Proteção Ambiental (EPA), Christie Whitman. A rede de ciberativismo Action Network (http://actionnetwork.org/) tem modelos de textos e endereços para envio em inglês



Exposição apresenta elementos da pré-história no DF e em Santa Catarina

A exposição Arqueologia e Habitantes da Pré-História pode ser vista no Museu de Geociências da Universidade de Brasília (UnB)

Exposição apresenta elementos da pré-história no DF e em Santa Catarina

Insetos como alternativa para ração animal

A mais moderna fazenda de insetos da Europa acaba de ser inaugurada na Holanda. Empresa aposta na produção em grande escala para alimentar animais. Quais são as vantagens desta fonte de proteína?

Insetos como alternativa para ração animal

Ameaças à fauna marinha estão aumentando, diz SeaWorld

Metade dos peixes-bois resgatados na costa da Flórida desde 2015 estavam em perigo

Ameaças à fauna marinha estão aumentando, diz SeaWorld

Plataforma facilita doação de matéria-prima e reaproveitamento de resíduos sólidos

No site é possível anunciar diversos tipos de materiais como alumínio, metal e madeira

Plataforma facilita doação de matéria-prima e reaproveitamento de resíduos sólidos

Cuidar do ar importa

No ano de 1972 na Suécia, a sociedade dava um grande passo em relação as questões ambientais, através da Conferência de Estocolmo.

Cuidar do ar importa

Brasil e Alemanha assinam acordo para repatriar ararinhas-azuis

Projeto inédito vai levar de volta ao país 50 aves que vivem num criadouro alemão. Apenas 163 ararinhas-azuis existem no mundo.

Brasil e Alemanha assinam acordo para repatriar ararinhas-azuis

Desmatamento é principal preocupação do brasileiro, revela pesquisa

Em seguida aparecem a poluição da água e como lidar com os resíduos produzidos

Desmatamento é principal preocupação do brasileiro, revela pesquisa

Saneamento precisa de um rumo

O governo federal precisa dar um norte para o saneamento brasileiro para atender às antigas demandas da população por melhor qualidade de vida.


Inscrições abertas para o Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade

O prêmio é uma realização da Revista Ecológico em parceria com a Fiemg


O papel dos jovens frente a escalada da destruição da natureza

Estimular os jovens ao exercício da cidadania não teria momento mais oportuno do que o atual.


Clima gera prejuízo de US$ 1 trilhão a grandes empresas

Relatório mostra como grandes corporações como Nestlé, Unilever, Apple e Microsoft podem perder com as mudanças climáticas e deveriam fazer mais para reduzir emissões de CO2.

Clima gera prejuízo de US$ 1 trilhão a grandes empresas

Como está o ar que respiramos?

A poluição do ar reflete também na poluição do solo por meio da emissão do gás ozônio.

Como está o ar que respiramos?