Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Entrevista com Marcelo Eduardo Braga

Entrevista com Marcelo Eduardo Braga

26/03/2007 Da Redação

Braga é do departamento de comunicação da Vicar e Assessor de Imprensa da Copa Nextel Stock Car, a principal categoria do automobilismo nacional que movimenta 160 milhões anuais, empregando 1400 profissionais diretos e outros 700 indiretos.

Em 2007 serão 11 provas nacionais e uma na Argentina.  Com 25 equipes e 50 pilotos está dividida em três categorias: Junior, Light e V8. As provas iniciam no dia 22 de abril próximo e terão transmissão pela TV (Rede Globo ou SportTV). 

Calendário 2007

22/04-São Paulo-Copa Nextel Stock Car (Globo), Stock Car Light e Stock Jr
06/05-Curitiba-Copa Nextel Stock Car (Globo), Stock Car Light e Stock Jr
03/06-Campo Campo-Copa Nextel Stock Car (SportTV), Stock Car Light e Stock Jr
17/06-São Paulo-Copa Nextel Stock Car (SporTV), Stock Car Light e Stock Jr
29/07-Londrina-Copa Nextel Stock Car (SportTV)  e Stock Jr
19/08-Santa Cruz-Copa Nextel Stock Car (SportTV) e Stock Jr
08/09-Curitiba-Copa Nextel Stock Car (Globo), Stock Car Light e Stock Jr
23/09-Brasília-Copa Nextel Stock Car (Globo), Stock Car Light e Stock Jr
14/10-Tarumã-Copa Nextel Stock Car (Globo) Stock Car e Stock Jr
28/10-Buenos Aires-Copa Nextel Stock Car (Globo)
18/11-Rio de Janeiro-Copa Nextel Stock Car (Globo), Stock Car Light e Stock Jr
09/12-São Paulo-Copa Nextel Stock Car (Globo), Stock Car Light e Stock Jr

P – Em 2007 o nome da Stock Car passou a se chamar “Nextel Stock Car“, quais serão os benefícios com essa mudança?
R – A Stock sempre teve a Nascar como espelho. Dessa forma, ter a Nextel assinando o evento é uma grande honra, pois segue os mesmos passos da competição norte-americana.

P - Qual é o papel da VICAR na Nextel Stock Car 2007?
R - A Vicar é a promotora do evento.

P - Quantas provas, equipes e pilotos estão envolvidos na principal categoria neste ano
R – Serão 12 provas ao longo do ano com cerca de 50 pilotos em 25 equipes.

P - A Stock Car representa atualmente a maior categoria do automobilismo nacional, qual é o investimento financeiro anual e quantos empregos são gerados por ela diretamente e indiretamente? 
R – A categoria movimentou (no todo) 160 milhões de reais no ano passado. São 1400 empregos diretos, além dos 700 temporários, por etapa.

P - Quanto a pintura e design dos carros, houve alguma alteração?
R - Cada equipe  pode fazer o design que quiser, desde que obedeça as regras estipuladas. Uma cor deve ter 70% do espaço, por exemplo.

P - Sabe-se que nesse ano será implementado o Air Box nos carros, qual é a sua função e o que se espera com essa implementação? 
R - Trata-se de uma tomada de ar para o carburador que ajuda na ultrapassagem, pois melhora a refrigeração e o rendimento quando o carro “cola” no da frente.

P - Qual é a diferença de Stock Jr, Stock Light e Stock Car?
R - A Stock Jr. é uma categoria de formação, nas qual os carros têm motor de moto com 1200 cv. A Light e a Stock são ambas com motor V8, sendo que a Light tem menor potência. Para poder disputar a Stock, o piloto deve passar pela Light, ou ter disputado alguma categoria superior no exterior.

P – Com é a segurança dos carros da Stock Car?
R – A preocupação da categoria é total com a segurança. Tanto assim que no ano que vem vão diminuir os número de carros por prova. O melhor exemplo da segurança foi na etapa do ano passado em Buenos Aires, quando o Gualter Sales teve um acidente incrível e não sofreu nada. Mas não podemos esquecer que se trata de um esporte de risco.

P - Quanto é a média de combustível de um carro da Stock Car?
R – O combustível é especial, feito pela Petrobrás especialmente para a Stock Car. É uma gasolina que tem pouco chumbo, ou seja, polui menos. Cada carro consome cerca de 200 litros por prova.

P - A Stock Car terá 12 provas no ano de 2007, qual é a média de publico esperada? 

R - Tivemos 33,1 mil por etapa em 2006 e queremos subir uns 15%. Na verdade, os circuitos são limitados e não permitem mais do que isso.

P - Quanto tempo demora para preparar uma prova de Stock Car?
R - A temporada tem de estar toda pronta antes mesmo de começar. Já estamos trabalhando em todas elas, deixando para semanas que antecedem as montagens e ajustes.

P - Quero ser piloto de Stock Car. Tenho que ter uma carta especifica ou a minha já vale?
R – Tem de fazer um curso reconhecido pela CBA (há vários em São Paulo). Depois de aprovado, disputar provas regionais para começar a subir e chegar a Stock.

P - Quanto teria de investir para começar a correr na categoria inicial (Stock Jr)?

R – A temporada custaria uns R$18 mil por prova.

P - Com a entrada da Peugeot o campeonato se firmou mais no conceito multimarcas, você acredita que outras marcas ingressarão nos próximos anos?
R – Não. O projeto é para quatro montadoras. Para outras entrarem, só se sair alguma das atuais.

P- Quanto custa para ir numa prova de Stock Car? Lá no autódromo posso ver os carros de pertinho?
R – O ingresso mais caro é em São Paulo, R$ 25,00. Nas demais praças ele diminuiu. Há ingressos que dão direito a visitar os boxes em algumas etapas, com preço maior.



Exposição apresenta elementos da pré-história no DF e em Santa Catarina

A exposição Arqueologia e Habitantes da Pré-História pode ser vista no Museu de Geociências da Universidade de Brasília (UnB)

Exposição apresenta elementos da pré-história no DF e em Santa Catarina

Insetos como alternativa para ração animal

A mais moderna fazenda de insetos da Europa acaba de ser inaugurada na Holanda. Empresa aposta na produção em grande escala para alimentar animais. Quais são as vantagens desta fonte de proteína?

Insetos como alternativa para ração animal

Ameaças à fauna marinha estão aumentando, diz SeaWorld

Metade dos peixes-bois resgatados na costa da Flórida desde 2015 estavam em perigo

Ameaças à fauna marinha estão aumentando, diz SeaWorld

Plataforma facilita doação de matéria-prima e reaproveitamento de resíduos sólidos

No site é possível anunciar diversos tipos de materiais como alumínio, metal e madeira

Plataforma facilita doação de matéria-prima e reaproveitamento de resíduos sólidos

Cuidar do ar importa

No ano de 1972 na Suécia, a sociedade dava um grande passo em relação as questões ambientais, através da Conferência de Estocolmo.

Cuidar do ar importa

Brasil e Alemanha assinam acordo para repatriar ararinhas-azuis

Projeto inédito vai levar de volta ao país 50 aves que vivem num criadouro alemão. Apenas 163 ararinhas-azuis existem no mundo.

Brasil e Alemanha assinam acordo para repatriar ararinhas-azuis

Desmatamento é principal preocupação do brasileiro, revela pesquisa

Em seguida aparecem a poluição da água e como lidar com os resíduos produzidos

Desmatamento é principal preocupação do brasileiro, revela pesquisa

Saneamento precisa de um rumo

O governo federal precisa dar um norte para o saneamento brasileiro para atender às antigas demandas da população por melhor qualidade de vida.


Inscrições abertas para o Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade

O prêmio é uma realização da Revista Ecológico em parceria com a Fiemg


O papel dos jovens frente a escalada da destruição da natureza

Estimular os jovens ao exercício da cidadania não teria momento mais oportuno do que o atual.


Clima gera prejuízo de US$ 1 trilhão a grandes empresas

Relatório mostra como grandes corporações como Nestlé, Unilever, Apple e Microsoft podem perder com as mudanças climáticas e deveriam fazer mais para reduzir emissões de CO2.

Clima gera prejuízo de US$ 1 trilhão a grandes empresas

Como está o ar que respiramos?

A poluição do ar reflete também na poluição do solo por meio da emissão do gás ozônio.

Como está o ar que respiramos?