Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Estudo mostra o quanto é difícil ficar sem fazer nada

Estudo mostra o quanto é difícil ficar sem fazer nada

04/07/2014 Da Redação

Realizar qualquer ação, mesmo que desagradável, é preferível a ficar sem fazer nada.

Essa é a principal conclusão de onze experimentos compilados em um artigo publicado nesta quinta-feira na revista Science. A maioria das pessoas considerou desagradável ficar sozinha e sem nenhum entretenimento por períodos de 6 a 15 minutos.

Dois terços dos homens e um quarto das mulheres julgaram o exercício tão insuportável que preferiram aplicar leves choques elétricos em si mesmos para se distrair. Em um caso, um homem apertou o botão que liberava o choque 190 vezes.

Na primeira fase do estudo, conduzido por psicólogos das universidades Harvard e de Virgínia, nos Estados Unidos, estudantes universitários eram deixados sozinhos em uma sala sem decoração, livros, telefone ou qualquer outra distração. A única regra é que eles deveriam ficar sentados e acordados. Questionados ao fim do teste, os voluntários disseram, na média, não ter gostado da experiência e relataram que a mente ficava vagando.

Os pesquisadores suspeitaram que o ambiente pudesse ter atrapalhado e refizeram o experimento com outros estudantes, desta vez em suas casas. Os resultados não mudaram, exceto que a tarefa foi considerada ainda mais desagradável. Neste caso, 32% dos estudantes admitiram ter trapaceado, mexendo nos celulares, ouvindo música ou se levantando para fazer qualquer outra coisa durante o teste.

Para ter certeza de que o resultado não se aplicava apenas a universitários, os cientistas recrutaram voluntários de 18 a 77 anos em uma feira e uma igreja. Eles repetiram o experimento nas casas das pessoas, e os relatos foram iguais. Com isso, os pesquisadores concluíram que, independentemente da idade, nível econômico, escolaridade e frequência de uso do celular e de mídias sociais, as pessoas não gostam de ficar sozinhas com seus pensamentos.

Choque para se distrair — Mas seria isso tão desagradável a ponto das pessoas preferirem uma experiência negativa a não fazer nada? Em um estudo seguinte, os participantes tinham a opção de ficar sentados sem distrações ou aplicar choques elétricos em si mesmos.

Surpreendentemente para os cientistas, 67% (12 de 18) dos homens e 25% (6 de 24) das mulheres aplicaram o choque pelo menos uma vez durante o teste. Antes do experimento, em uma conversa com os cientistas, a maioria dos participantes tinha afirmado que pagaria para não receber os choques, mas mudou de ideia diante do tédio.

Os pesquisadores ainda não sabem por que isso acontece com os humanos, mas acreditam que essa característica explica, por exemplo, porque algumas pessoas buscam técnicas para controlar melhor seus pensamentos, como a meditação.

Fonte: Veja



População de animais em florestas cai pela metade desde 1970

WWF aponta que a situação é particularmente crítica na Amazônia e em outras florestas tropicais.

População de animais em florestas cai pela metade desde 1970

A questão das embalagens na sustentabilidade

A questão dos cuidados com o meio ambiente é uma realidade.

A questão das embalagens na sustentabilidade

ONU faz alerta sobre produção global de alimentos

Relatório sugere a redução do consumo de carne por meio de dietas com base em plantas.

ONU faz alerta sobre produção global de alimentos

Paris quer se tornar mais verde até 2020

A ideia é criar novos parques e jardins urbanos com o plantio de 20 mil novas árvores na cidade.

Paris quer se tornar mais verde até 2020

Minas define novas regras para distribuição do ICMS Ecológico

A Deliberação Normativa nº 234, publicada no último sábado (3/8), passa a vigorar a partir de janeiro de 2020.

Minas define novas regras para distribuição do ICMS Ecológico

São Paulo recicla 185 toneladas de lixo eletrônico

São Paulo tem 65 pontos de coleta espalhados pelo estado.

São Paulo recicla 185 toneladas de lixo eletrônico

Brasil fica em 65º no ranking do país mais poluído

Pesquisa analisou dados de 109 países. Brasil com poluição equivalente a 56.10%.

Brasil fica em 65º no ranking do país mais poluído

Planeta registra temperaturas mais altas dos últimos 2 mil anos

Em nenhum momento desde o início da era cristã as temperaturas subiram tão rapidamente, diz artigo.

Planeta registra temperaturas mais altas dos últimos 2 mil anos

Humanidade esgota recursos do Planeta para 2019

Humanidade começa a operar no vermelho neste 29 de julho.

Humanidade esgota recursos do Planeta para 2019

Como transformar resíduos orgânicos em nutrientes para suas plantas

Confira algumas dicas para uma compostagem de sucesso.

Como transformar resíduos orgânicos em nutrientes para suas plantas

Campos do Jordão: o paraíso das aves

O dia ainda amanhece e eles já estão de pé.

Campos do Jordão: o paraíso das aves

Dez aves para observar no seu próximo passeio

O período de férias é um bom momento para entrar em contato com a natureza. Mata Atlântica é destino para observar pássaros diversos.

Dez aves para observar no seu próximo passeio