Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Exposição apresenta elementos da pré-história no DF e em Santa Catarina

Exposição apresenta elementos da pré-história no DF e em Santa Catarina

18/06/2019 Da Redação

A exposição Arqueologia e Habitantes da Pré-História pode ser vista no Museu de Geociências da Universidade de Brasília (UnB)

Exposição apresenta elementos da pré-história no DF e em Santa Catarina

Com 61 sítios arqueológicos já identificados, o Distrito Federal (DF) tem ainda muito a aprender com a própria história e, em especial, com sua pré-história. Com esse espírito, foi inaugurada nesta segunda-feira (17/06) a exposição Arqueologia e Habitantes da Pré-História, no Museu de Geociências da Universidade de Brasília (UnB).

Organizada em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), a exposição tem dois módulos temáticos. O primeiro, com elementos do patrimônio arqueológico do Distrito Federal, mostra que a região é ocupada há milênios. Entre os itens expostos há artefatos e instrumentos de pedra fabricados há mais de 8,4 mil anos, como machados, picaretas, raspadores, facas, serrotes, amoladores, pesos de rede e pontas de flechas.

“É a primeira vez que estão sendo expostos fragmentos de cerâmicas de vasilhames encontrados no DF, que teve tanto grupos de caçadores-coletores, há cerca de 11 mil anos, como agricultores ceramistas, há cerca de 2 mil anos”, disse a arqueóloga do Iphan-DF Margareth Souza.

Segundo Margareth, a exposição marca a passagem da salvaguarda do acervo para o Museu de Geociências da UnB. O acervo servirá também para pesquisas acadêmicas. “A partir do estudo dessas peças, é possível obter informações sobre o processo de povoamento, as rotas de migração, adaptação, tecnologias utilizadas, alimentação, domesticação de plantas para agricultura e plantações”, explicou a arqueóloga.

O segundo módulo temático da exposição apresenta 173 peças arqueológicas coletadas em Santa Catarina pelo padre e arqueólogo João Alfredo Rohr em sítios localizado nos municípios de Florianópolis, Balneário de Camboriú, Jaguaruna, Laguna, Itapiranga e Urubici. Entre as peças há artefatos que eram usados há cerca de 12 mil anos por grupos de caçadores-coletores e de agricultores vinculados a etnias Tupi-Guarani e Itararé-Taquara e do povo Jê (Xokleng e Kaiangang).

No início dos anos 80, o padre doou o material que havia coletado para o Museu da Academia Nacional da Polícia Federal, em Brasília, com o objetivo de ajudar policiais a reconhecerem peças desse tipo, caso sejam obtidas em meio a operações policiais. Desde 2016, as peças faziam parte da Reserva Técnica do Museu da Academia Nacional da Polícia Federal.

No acervo cedido pelo padre, há o crânio de um indivíduo de mandíbula robusta que, pelas características dentárias tinha uma dieta alimentar com atrito. A partir da reconstrução facial feita no crânio foi possível concluir que o indivíduo tinha ascendência asiática.

A exposição no Museu de Geociências da UnB apresenta também o meteorito de Sanclerlândia, um dos maiores já encontrados no Brasil, com 279 quilogramas – recolhido em 1971 no estado de Goiás.

Foto: José Cruz/Agência Brasil
Fonte: Agência Brasil



UNESCO no Brasil e Fundação Renova assinam parceria

Entre as ações do projeto estão a promoção do desenvolvimento sustentável de comunidades de Mariana e de outros 38 municípios atingidos pelo rompimento da barragem do Fundão.

UNESCO no Brasil e Fundação Renova assinam parceria

Como a reciclagem pet pode reduzir o lixo no Brasil?

O meio ambiente vem sofrendo com as toneladas de lixo produzidas pelos humanos. Será que a reciclagem pet pode ajudar nisso? Descubra aqui!

Como a reciclagem pet pode reduzir o lixo no Brasil?

Descoberta de brasileiros pode mudar história da humanidade

As descobertas demonstraram que o homem não deixou a África por volta de 1,9 milhão, mas há 2,4 milhões

Descoberta de brasileiros pode mudar história da humanidade

Campanha inicia coleta de pneus inservíveis em Minas Gerais

Municípios interessados em fazer parte da iniciativa devem entrar em contato com a associação parceira até 17/7

Campanha inicia coleta de pneus inservíveis em Minas Gerais

Dois filhotes de onça-pintada nascem na reserva de Itaipu, no Paraná

Macho e fêmea são saudáveis e pesam cerca de 3,5 quilos

Dois filhotes de onça-pintada nascem na reserva de Itaipu, no Paraná

IEF reabilita animais silvestres vítimas de crimes ambientais

Neste mês de junho, três tamanduás ameaçados de extinção voltaram à natureza no Triângulo Mineiro

IEF reabilita animais silvestres vítimas de crimes ambientais

Insetos como alternativa para ração animal

A mais moderna fazenda de insetos da Europa acaba de ser inaugurada na Holanda. Empresa aposta na produção em grande escala para alimentar animais. Quais são as vantagens desta fonte de proteína?

Insetos como alternativa para ração animal

Ameaças à fauna marinha estão aumentando, diz SeaWorld

Metade dos peixes-bois resgatados na costa da Flórida desde 2015 estavam em perigo

Ameaças à fauna marinha estão aumentando, diz SeaWorld

Plataforma facilita doação de matéria-prima e reaproveitamento de resíduos sólidos

No site é possível anunciar diversos tipos de materiais como alumínio, metal e madeira

Plataforma facilita doação de matéria-prima e reaproveitamento de resíduos sólidos

Cuidar do ar importa

No ano de 1972 na Suécia, a sociedade dava um grande passo em relação as questões ambientais, através da Conferência de Estocolmo.

Cuidar do ar importa

Brasil e Alemanha assinam acordo para repatriar ararinhas-azuis

Projeto inédito vai levar de volta ao país 50 aves que vivem num criadouro alemão. Apenas 163 ararinhas-azuis existem no mundo.

Brasil e Alemanha assinam acordo para repatriar ararinhas-azuis

Desmatamento é principal preocupação do brasileiro, revela pesquisa

Em seguida aparecem a poluição da água e como lidar com os resíduos produzidos

Desmatamento é principal preocupação do brasileiro, revela pesquisa