Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Lei que protege biodiversidade marinha é aprovada

Lei que protege biodiversidade marinha é aprovada

14/08/2017 Da Redação

Lei do Mar dá ênfase aos serviços ecossistêmicos prestados pelo bioma, como a regulação do clima.

Lei que protege biodiversidade marinha é aprovada

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CMADS) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (9/8), parecer favorável ao PL 6969/2013, de autoria do ministro Sarney Filho, que institui a Política Nacional para a Conservação e o Uso Sustentável do Bioma Marinho Brasileiro. A proposta é conhecida como Lei do Mar.

As principais premissas da proposta são a proteção da biodiversidade marinha e dos serviços ecossistêmicos prestados pelo bioma. Uma dessas funções é a regulação do clima, para tanto, a lei pretende garantir a continuidade da absorção de 25% das emissões antrópicas de gás carbônico, realizada pelos oceanos.

Outro objetivo da lei é a segurança alimentar, visto que 15% da proteína consumida no mundo vêm da pesca. Além disso, o projeto também assegura que a exploração de gás e petróleo seja feita de forma sustentável, com cautelas ambientais. O combate da sobrepesca e da poluição marinha também é incentivado.

Sarney Filho explicou que o projeto de lei foi apresentado “com objetivo de integração, ampliação e adequação das normas vigentes, para uma melhor gestão costeira e marinha”.

Ambientalistas comemoraram a aprovação do PL. “Finalmente conseguimos a aprovação de uma pauta positiva e necessária para a proteção do bioma marinho”, declarou Michel de Souza Santos, coordenador de Políticas Públicas do WWF-Brasil.

A Lei do Mar será, em seguida, avaliada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJC) e enviada para votação ao Plenário da Câmara.

Fonte: Assessoria de comunicação do Ministério do Meio Ambiente 

 



Alertas de desmatamento crescem 223% na Amazônia, segundo Inpe

Área desflorestada da Amazônia, em 2019, cresceu 92% ao registrado no mesmo período do ano passado.

Alertas de desmatamento crescem 223% na Amazônia, segundo Inpe

Oceanos são o verdadeiro pulmão do mundo, diz pesquisador

Em evento realizado no Rio de Janeiro, cientistas, atletas, jornalistas, influenciadores e artistas discutiram a importância dos ecossistemas marinhos para a sobrevivência na Terra.

Oceanos são o verdadeiro pulmão do mundo, diz pesquisador

Ambev seleciona startups com soluções socioambientais

As inscrições estão abertas para a 2ª edição do programa; o melhor projeto será premiado com R$ 100 mil.

Ambev seleciona startups com soluções socioambientais

A propósito das sacolas de plástico

O plástico é mais solução do que problema se for bem manejado e processado.

A propósito das sacolas de plástico

A água que você não vê

Feche a torneira ao escovar os dentes! Banho de 5 minutos! Lave o carro e o quintal com balde e não com mangueira!


Focos de queimadas batem recorde no Brasil

Queimadas no país já ultrapassam 70 mil pontos em 2019.

Focos de queimadas batem recorde no Brasil

Como a comunicação pode engajar a sociedade na preservação dos oceanos

Conexão Oceano abordará a relação do oceano com o nosso dia a dia e o papel da comunicação para a sensibilização da comunidade.

Como a comunicação pode engajar a sociedade na preservação dos oceanos

Julho de 2019 foi o mês mais quente da história mundial

2019 foi o ano com maiores temperaturas até o momento em partes da América do Sul e do Norte, Ásia, Austrália e Nova Zelândia.

Julho de 2019 foi o mês mais quente da história mundial

População de animais em florestas cai pela metade desde 1970

WWF aponta que a situação é particularmente crítica na Amazônia e em outras florestas tropicais.

População de animais em florestas cai pela metade desde 1970

A questão das embalagens na sustentabilidade

A questão dos cuidados com o meio ambiente é uma realidade.

A questão das embalagens na sustentabilidade

ONU faz alerta sobre produção global de alimentos

Relatório sugere a redução do consumo de carne por meio de dietas com base em plantas.

ONU faz alerta sobre produção global de alimentos

Paris quer se tornar mais verde até 2020

A ideia é criar novos parques e jardins urbanos com o plantio de 20 mil novas árvores na cidade.

Paris quer se tornar mais verde até 2020