Portal O Debate
Grupo WhatsApp

O etanol do Brasil na luta contra mudanças climáticas

O etanol do Brasil na luta contra mudanças climáticas

22/03/2021 João Guilherme Sabino Ometto

A ampliação do número de destinos reduz a dependência dos norte-americanos como compradores de nosso etanol.

O etanol do Brasil na luta contra mudanças climáticas

São relevantes e estratégicas as informações divulgadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, de que o Brasil ampliou o número de destinos das exportações de etanol de 19 para 37 países, entre 2019 e 2020. Evidencia-se, nessas estatísticas, que o mundo vai reconhecendo aos poucos a importância de nosso álcool como insumo energético e industrial mais limpo. Um produto de fonte renovável e biocombustível fundamental para a agenda de proteção ambiental, combate às mudanças climáticas e crescimento econômico baseado na sustentabilidade.

É interessante notar que alguns dos mercados reapareceram entre os principais compradores, depois de muito tempo excluídos das nossas vendas externas de etanol. É o caso da China e da Arábia Saudita, países para os quais o Brasil embarcou, em 2020, 15 milhões e 11,6 milhões de litros, respectivamente. Destino inédito foi a Venezuela, que importou 6,9 milhões de litros.

Verificaram-se, também, aumentos na participação de diversas nações em nossas exportações, como Coreia do Sul, que respondia por 27,1% das compras, passando a 35,6%, e Holanda, que saltou de 3,5% para 10,1%. Num conjunto de compradores individualmente menos expressivos, a expansão foi de 3,7% para 13,7% do volume total. Os embarques para a Coreia do Sul cresceram 84% e quadruplicaram no caso da Holanda. Dentre as razões para tais resultados está o aumento na demanda por álcool para produção de itens sanitários.

A ampliação do número de destinos reduz a dependência dos norte-americanos como compradores de nosso etanol. Para dimensionarmos com clareza o significado da nova tendência de diversificação, basta analisarmos alguns números: os Estados Unidos representaram entre 50% e 60% do volume de etanol que o Brasil vendeu ao mercado externo nos últimos cinco anos. Em 2020, porém, sua participação caiu para 36%, de acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Outra boa notícia é que, na safra 2020/2021 de cana-de-açúcar, estamos registrando avanços expressivos na implantação da Política Nacional de Biocombustíveis (Renovabio): 85% da produção nacional de etanol estão certificados e há recorde na oferta da matéria-prima. Nesta primeira temporada sob as diretrizes do programa, 65% das empresas brasileiras produtoras estão qualificadas a emitir créditos de descarbonização (CBios). Hoje, são 215 unidades produtoras, que comercializaram cerca de 20 bilhões de litros do biocombustível na safra 2019/2020.

É gratificante constatar que mais de 17 milhões de CBios já foram registrados até 22 de dezembro de 2020, dos quais 80% haviam sido adquiridos para o cumprimento das metas pelas distribuidoras. A expectativa da União da indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) é de que, na safra 2020/2021, o número atinja 23 milhões de CBios.

Cada vez mais, o etanol do Brasil vai se consolidando como o biocombustível referencial da conversão do Planeta à economia sem combustíveis fósseis. Os mercados vão percebendo isso, cientes de que nosso produto tem origem sustentável e certificada e, além de reduzir muito a emissão de carbono na queima, contribui para seu sequestro na atmosfera, por meio dos CBios. Nosso país, queiram ou não, é protagonista na luta da humanidade contra as mudanças climáticas.

*João Guilherme Sabino Ometto é engenheiro (Escola de Engenharia de São Carlos - EESC/USP), empresário e membro da Academia Nacional de Agricultura (ANA).

Para mais informações sobre Etanol clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Ricardo Viveiros & Associados Oficina de Comunicação



Cidade do Rio de Janeiro passa a contar com sistema de coleta de lixo eletrônico

Capital fluminense é a 7ª cidade do país a ofertar serviço para a população.

Cidade do Rio de Janeiro passa a contar com sistema de coleta de lixo eletrônico

Florestas plantadas no Brasil somam 9,3 milhões de hectares em 2020

Áreas com cobertura de eucalipto representam 80,2% das florestas.

Florestas plantadas no Brasil somam 9,3 milhões de hectares em 2020

Programa Resgate+ terá ações de atendimento e assistência a animais silvestres

Iniciativa dará destinação adequada aos animais atendidos em operações de resgate e assistência.

Programa Resgate+ terá ações de atendimento e assistência a animais silvestres

Cinco fatos sobre radiação solar que você talvez não saiba

A radiação solar inclui radiação infravermelha e ultravioleta.

Cinco fatos sobre radiação solar que você talvez não saiba

O que são mesmo as cidades inteligentes? A Mantiqueira ensina

Vivemos um momento histórico de perplexidade e ruptura com os nossos padrões.

O que são mesmo as cidades inteligentes? A Mantiqueira ensina

Mercado de gestão de créditos de carbono é a aposta da Ecofix

Agronegócio passa a contar com um novo sistema de gestão de commodities ambientais que comercializa e monitora créditos por Pagamentos de Serviços Ambientais.

Mercado de gestão de créditos de carbono é a aposta da Ecofix

O Brasil no coração da conservação mundial da natureza

O Congresso trouxe esperança para todos que estão comprometidos com a conservação da natureza em nosso país.

O Brasil no coração da conservação mundial da natureza

Brasil pode gerar até US$100bi em receitas de créditos de carbono até 2030

Projeção feita pela WayCarbon em estudo encomendado pela ICC Brasil aponta oportunidades para os trades de agro, florestas e energia até 2030, com recomendações ao governo brasileiro e ao setor privado.

Brasil pode gerar até US$100bi em receitas de créditos de carbono até 2030

Sérgio Bringel: “preservar a Amazônia é cuidar do futuro de todos”

Sérgio Bringel, CEO do Grupo Norte de Comunicação, lançou, neste mês, uma campanha para promover ações de sustentabilidade em homenagem à Amazônia. Intitulada de #BemVerde.

Sérgio Bringel: “preservar a Amazônia é cuidar do futuro de todos”

Projeto prevê revitalização na bacia do Rio Urucuia em Minas Gerais

Governo Federal lança projeto que prevê plantio de 4,5 milhões de mudas de espécies do Cerrado

Projeto prevê revitalização na bacia do Rio Urucuia em Minas Gerais

Verão na Europa foi um dos mais quentes já registrados

Temperatura entre junho e agosto foi 1º Celsius acima da média.

Verão na Europa foi um dos mais quentes já registrados

Estudo constata redução de 15% da superfície de água no Brasil em 36 anos