Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Para evitar catástrofe climática, emissões de CO2 precisam cair 7,6% ao ano

Para evitar catástrofe climática, emissões de CO2 precisam cair 7,6% ao ano

26/11/2019 Divulgação

Dados do Pnuma mostram que em 2018, o total de emissões de CO2 atingiu níveis recordes e, na última década, as emissões aumentaram 1,5% por ano.

Para evitar catástrofe climática, emissões de CO2 precisam cair 7,6% ao ano

O relatório do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) divulgado nesta terça-feira (26/11) alertou que é preciso reduzir em 7,6% a emissão de gases de efeito estufa no período entre 2020 e 2030 para evitar uma "catástrofe climática".

O documento do organismo das Nações Unidas indicou que sem essa redução, a temperatura do planeta pode aumentar 3,2ºC. Pelo acordo de Paris sobre o aquecimento global, a previsão seria de aumento de 1,5ºC na temperatura até ao fim do século. Mesmo diante do risco, representantes do Pnuma afirmaram que não há sinal de esforço nesse sentido e que os acordos atuais para a redução das emissões são insuficientes.

Os dados mostram que em 2018, o total de emissões de CO2 atingiu níveis recordes e, na última década, as emissões aumentaram 1,5% por ano.

No ano passado, o Painel Intergovernamental das Alterações Climáticas alertou que o aumento de mais de 1,5ºC por ano no século terá efeitos destrutivos para a vida dos humanos, animais e plantas em todo o mundo.

A ONU diz agora que os países mais ricos falharam no corte de emissões com a rapidez necessária. Segundo o organismo, 15 dos 20 países mais ricos do mundo não têm sequer um plano para atingir o nível zero de emissões.

O relatório analisa as ações dos países ricos que integram o G20, responsáveis por 78% das emissões de CO2. Sete desses países têm de aplicar mais medidas para cumprirem as suas promessas atuais. Neste grupo, estão a Austrália, Canadá, Brasil, Japão, República da Coreia, África do Sul e Estados Unidos.

Na próxima semana, Madrid recebe o COP25, a conferência das Nações Unidas para as alterações climáticas de 2019 e, em 2020, a expectativa é que esses países definam metas mais ambiciosas no âmbito do Acordo de Paris.

Fonte: Agência Brasil



O novo marco legal do saneamento e a nova tentativa de universalização

A situação dramática de muitos municípios brasileiros é fruto de vários anos de gestão pública ineficiente.

O novo marco legal do saneamento e a nova tentativa de universalização

Holofotes voltados à ciência em meio à pandemia

A informação científica de qualidade tornou-se ainda mais imprescindível no cenário provocado pela pandemia do novo coronavírus.


PL estimula fonte renovável e traz meta para redução de CO2

Empreendimentos com geração termelétrica que comprovarem redução acima da taxa, terão direito a RCE.

PL estimula fonte renovável e traz meta para redução de CO2

Aplicativo permite denúncias de crimes ambientais na Amazônia

Pelo app 'Guardiões da Amazônia' pode ser registrado local exato de queimada.

Aplicativo permite denúncias de crimes ambientais na Amazônia

Por quê a Ásia se tornou o epicentro de diferentes doenças?

Há um alerta por parte das autoridades de saúde e meio ambiente do mundo inteiro de que a pandemia da COVID-19 não será a última e que, a sociedade deve se preparar para as próximas doenças infecciosas emergentes que estão por aparecer nos próximos anos.


É possível aplicar sustentabilidade na agroindústria

A sustentabilidade ainda é um termo a ser muito explorado no Brasil.


Ciclone bomba – entenda como se forma

É relativamente comum que ocorra na região sul brasileira nos meses de primavera e outono.

Ciclone bomba – entenda como se forma

AGU bloqueia R$ 570 milhões em bens de desmatadores da Amazônia

Objetivo é garantir recursos para a recuperação dos danos ambientais causados.

AGU bloqueia R$ 570 milhões em bens de desmatadores da Amazônia

Programa promove a coleta de mais de 450 toneladas de tampas de plástico

O Tampinha Legal já encaminhou mais de 250 milhões de tampinhas plásticas para a reciclagem.

Programa promove a coleta de mais de 450 toneladas de tampas de plástico

2020 – Seis meses de conquistas e desafios para setor orgânico

A primeira metade de 2020 foi atípica e, em muitos aspectos, assustadora para a maior parte do mercado, mas serviu como um bom teste de resistência para os orgânicos brasileiros e, consequentemente, para a Organis.


Você sabe como as tartarugas se comunicam? Ouça o som

Projeto divulga as primeiras gravações dos sons emitidos pelas tartarugas-da-amazônia – uma das espécies ameaçadas do Brasil.

Você sabe como as tartarugas se comunicam? Ouça o som

E a ciência?

Para falarmos do papel da OMS neste momento, precisamos entender qual é o papel da ciência.

E a ciência?