Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Plano de Segurança Hídrica prevê investimentos de R$ 26,9 bilhões

Plano de Segurança Hídrica prevê investimentos de R$ 26,9 bilhões

12/04/2019 Da Redação

Plano pretende reduzir de 50% para 11% risco de segurança hídrica no país até 2035

Plano de Segurança Hídrica prevê investimentos de R$ 26,9 bilhões

O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, disse nesta quinta-feira (11/04), que o governo pretende, até 2035, reduzir de 50% para 11% o risco de segurança hídrica, quando é configurado a escassez de água para abastecimento, o uso econômico e de armazenagem, entre outros pontos.

A ação faz parte do Plano Nacional de Segurança Hídrica (PNSH), produzido pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e a Agência Nacional de Águas (ANA), e que prevê investimentos de R$ 26,9 bilhões em 99 ações.

“Esse plano identifica 99 intervenções estruturantes hídricas que trarão segurança hídrica à Região Nordeste e a todos país. O plano é para atingir em 2035 um nível de segurança hídrica diferenciado. Com as ações reduziremos o grau de risco de 50% para apenas 11% em relação ao grau máximo e médio de risco”, explicou o ministro durante a cerimônia de lançamento do plano, em Petrolina (PE).

A maioria das ações ocorrerá na Região Nordeste, especialmente no semiárido, que sofre com a baixa quantidade de chuvas. De acordo com o ministro, dos R$ 26,9 bilhões de investimentos, a região receberá R$ 15,7 bilhões. As ações envolvem a construção de barragens, adutoras e a construção de canais.

Fonte: Agência Brasil



Exposição apresenta elementos da pré-história no DF e em Santa Catarina

A exposição Arqueologia e Habitantes da Pré-História pode ser vista no Museu de Geociências da Universidade de Brasília (UnB)

Exposição apresenta elementos da pré-história no DF e em Santa Catarina

Insetos como alternativa para ração animal

A mais moderna fazenda de insetos da Europa acaba de ser inaugurada na Holanda. Empresa aposta na produção em grande escala para alimentar animais. Quais são as vantagens desta fonte de proteína?

Insetos como alternativa para ração animal

Ameaças à fauna marinha estão aumentando, diz SeaWorld

Metade dos peixes-bois resgatados na costa da Flórida desde 2015 estavam em perigo

Ameaças à fauna marinha estão aumentando, diz SeaWorld

Plataforma facilita doação de matéria-prima e reaproveitamento de resíduos sólidos

No site é possível anunciar diversos tipos de materiais como alumínio, metal e madeira

Plataforma facilita doação de matéria-prima e reaproveitamento de resíduos sólidos

Cuidar do ar importa

No ano de 1972 na Suécia, a sociedade dava um grande passo em relação as questões ambientais, através da Conferência de Estocolmo.

Cuidar do ar importa

Brasil e Alemanha assinam acordo para repatriar ararinhas-azuis

Projeto inédito vai levar de volta ao país 50 aves que vivem num criadouro alemão. Apenas 163 ararinhas-azuis existem no mundo.

Brasil e Alemanha assinam acordo para repatriar ararinhas-azuis

Desmatamento é principal preocupação do brasileiro, revela pesquisa

Em seguida aparecem a poluição da água e como lidar com os resíduos produzidos

Desmatamento é principal preocupação do brasileiro, revela pesquisa

Saneamento precisa de um rumo

O governo federal precisa dar um norte para o saneamento brasileiro para atender às antigas demandas da população por melhor qualidade de vida.


Inscrições abertas para o Prêmio Hugo Werneck de Sustentabilidade

O prêmio é uma realização da Revista Ecológico em parceria com a Fiemg


O papel dos jovens frente a escalada da destruição da natureza

Estimular os jovens ao exercício da cidadania não teria momento mais oportuno do que o atual.


Clima gera prejuízo de US$ 1 trilhão a grandes empresas

Relatório mostra como grandes corporações como Nestlé, Unilever, Apple e Microsoft podem perder com as mudanças climáticas e deveriam fazer mais para reduzir emissões de CO2.

Clima gera prejuízo de US$ 1 trilhão a grandes empresas

Como está o ar que respiramos?

A poluição do ar reflete também na poluição do solo por meio da emissão do gás ozônio.

Como está o ar que respiramos?