Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Produtores rurais recebem Pagamentos por Serviços Ambientais

Produtores rurais recebem Pagamentos por Serviços Ambientais

28/05/2019 Da Redação

Agricultores fazem parte do projeto Conexão Mata Atlântica

Produtores rurais recebem Pagamentos por Serviços Ambientais

Produtores rurais prestadores de serviços ambientais do estado do Rio de Janeiro receberam, nesta segunda-feira (27/05), R$ 1 milhão em Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA). Eles fazem parte do primeiro edital de seleção pública realizado em 2018 do projeto Conexão Mata Atlântica, uma parceria do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), vinculado à Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas), e à Secretaria de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Pesca (Seappa).

Nesse edital foram contratados 1.773 hectares, o equivalente a 2.483 campos de futebol de florestas nativas conservadas e 268 hectares de áreas em fase de restauração, implementadas em grande parte como medidas compensatórias de impacto ambiental.

Os estados de Minas Gerais e São Paulo também fazem parte do projeto Conexão Mata Atlântica, que tem participação ainda do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com financiamento do Fundo Global para o Meio Ambiente, por meio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O projeto tem recursos de US$ 31,5 milhões, que se somam a R$ 175,3 milhões em contrapartidas dos estados. O  Conexão Mata Atlântica reconheceu e recompensu 448 produtores rurais prestadores de serviços ambientais, os quais realizaram ações que permitiram a conservação de 5,5 mil hectares de Mata Atlântica. Cabe ao ministério o desenvolvimento e aplicação da metodologia de monitoramento da biodiversidade e dos estoques de carbono gerados pelo projeto.

Fonte: Agência Brasil



As cidades e as mudanças climáticas

Tão linda, tão bela... e agora tão quente. Assim é a cidade de Paris no verão europeu.

As cidades e as mudanças climáticas

O Brasil e a agropecuária sustentável

A pecuária brasileira tem se pautado ao longo dos anos pela sustentabilidade em toda cadeia produtiva e pela qualidade e segurança dos alimentos.


Como transformar a nossa relação com a natureza?

Falar em meio ambiente não é algo abstrato.

Como transformar a nossa relação com a natureza?

Cerrado tem 5% da biodiversidade do mundo

O Cerrado é o segundo maior domínio brasileiro com um território de 1,5 milhão de km².

Cerrado tem 5% da biodiversidade do mundo

Alertas de desmatamento crescem 223% na Amazônia, segundo Inpe

Área desflorestada da Amazônia, em 2019, cresceu 92% ao registrado no mesmo período do ano passado.

Alertas de desmatamento crescem 223% na Amazônia, segundo Inpe

Oceanos são o verdadeiro pulmão do mundo, diz pesquisador

Em evento realizado no Rio de Janeiro, cientistas, atletas, jornalistas, influenciadores e artistas discutiram a importância dos ecossistemas marinhos para a sobrevivência na Terra.

Oceanos são o verdadeiro pulmão do mundo, diz pesquisador

Ambev seleciona startups com soluções socioambientais

As inscrições estão abertas para a 2ª edição do programa; o melhor projeto será premiado com R$ 100 mil.

Ambev seleciona startups com soluções socioambientais

A propósito das sacolas de plástico

O plástico é mais solução do que problema se for bem manejado e processado.

A propósito das sacolas de plástico

A água que você não vê

Feche a torneira ao escovar os dentes! Banho de 5 minutos! Lave o carro e o quintal com balde e não com mangueira!


Focos de queimadas batem recorde no Brasil

Queimadas no país já ultrapassam 70 mil pontos em 2019.

Focos de queimadas batem recorde no Brasil

Como a comunicação pode engajar a sociedade na preservação dos oceanos

Conexão Oceano abordará a relação do oceano com o nosso dia a dia e o papel da comunicação para a sensibilização da comunidade.

Como a comunicação pode engajar a sociedade na preservação dos oceanos

Julho de 2019 foi o mês mais quente da história mundial

2019 foi o ano com maiores temperaturas até o momento em partes da América do Sul e do Norte, Ásia, Austrália e Nova Zelândia.

Julho de 2019 foi o mês mais quente da história mundial