Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A maratona da transformação digital

A maratona da transformação digital

05/05/2021 João Vicente

Há alguns anos decidi começar a correr.

A maratona da transformação digital

Não apenas pelo exercício, mas principalmente por querer ser parte de um grupo em particular – o dos corredores. Minha meta, logo de início, era completar a mais famosa corrida de rua do País, a São Silvestre, com todas as suas subidas e descidas. Simples, não é? O que eu não tinha ideia, até então, era o que significava aquela decisão, com todos os desafios que precisaria superar, as mudanças que teria de fazer, o tempo e o esforço para alcançar meu objetivo e muito mais. 

O fim dessa minha jornada, para antecipar, é que consegui. Não sem antes ter passado por alguns imprevistos e adaptações para melhorar minha performance e garantir o fôlego até o metro final. Hoje, sigo correndo e alcançando bons resultados.  

Mas você já deve estar se perguntando uma coisa: o que é, afinal, que essa minha história tem a ver com a Transformação Digital de sua empresa? Para começar, a digitalização dos negócios, assim como começar a praticar a corrida de rua, é uma decisão aparentemente simples, mas que envolve muito mais coisas do que o conceito em si pode sugerir. 

De forma prática, o sucesso em uma estratégia de Transformação Digital exige uma profunda mudança cultural das organizações. Indo direto ao ponto, a verdade é que esse processo inclui uma série de desafios que nem sempre estão em páginas de revistas de negócios. Até porque a digitalização das operações e serviços é algo específico de cada empresa – não há receita pronta, embora dicas de outros corredores também possam ser úteis de vez em quando. 

Partindo deste ponto, o que ninguém conta para as empresas querendo efetivamente passar pela transformação digital: a primeira coisa é que não se trata de uma corrida de cem metros rasos. Está mais para uma maratona, com um caminho que demandará investimentos financeiros, treinamentos e capacitação do capital humano, ajuste da tecnologia, entre outros. Além disso, poderia citar quatro pontos fundamentais: 

1- Outra coisa é que toda mudança gera desconforto, e é preciso saber lidar com isso. Do mesmo jeito que minhas pernas doíam quando comecei a treinar, as alterações também tendem a incomodar as pessoas, que veem seus processos e lugares mudando. Ter um plano de longo prazo para qualquer processo de tomada de decisão é o melhor jeito de mostrar os benefícios a serem conquistados no fim do processo. 

2 – Investimento em tecnologia é parte da transformação digital (e não ela inteira). Meu relógio com GPS me ajuda a correr melhor, otimizando meu plano de treinos, mas ele não é a motivação que me acorda de madrugada. A tecnologia é o que habilita a inteligência e a melhora da performance, inclusive para capacitar sua força de trabalho. Por isso mesmo, use as ferramentas certas para entender e melhorar o máximo possível sua atuação. Foque em ferramentas que melhoram o seu processo. 

3 – Você tenderá a olhar para sua empresa e não para o objetivo do projeto (como a melhora da experiência de seus clientes, por exemplo). O que acontece é que, quando estamos focados em uma tarefa específica, é natural perder de vista para qual lugar estamos indo – ou seja, ao invés de seguir o plano, acabamos optando por resolver problemas do momento que pouco agregará para o futuro. É preciso ter disciplina e continuar treinando com foco.  

4 – No meio do caminho, é possível que você queira parar tudo, voltar aos processos e ao modelo anterior e achar que não é possível alcançar a transformação digital. Quando isso acontecer, lembre-se de que é possível buscar suas motivações. No mundo da corrida, existe uma “regra” de que todo corredor, em algum momento, acaba se perguntando o que é que ele está fazendo ali, sofrendo nos treinos e competições. É a chamada “regra dos 60%” - pois, normalmente, isso acontece em 60% do percurso de qualquer prova.  

Nessa hora, o líder deve olhar em volta e achar uma motivação. Para mim, por exemplo, sempre me perguntam se vale a pena passar por tudo isso e digo que cada quilometro valeu a pena. O mesmo certamente acontece às empresas que se propõem a passar por um processo de evolução e mudança cultural.  

Os benefícios de seguir este caminho são inúmeros e incluem, entre outros pontos, a criação de uma empresa cada vez mais ágil e capaz de atender as tendências do mercado e dos negócios. Além disso, a digitalização permite avançar as gestões da cadeia de fornecedores, com controle maior sobre as linhas produtivas. 

Outro ganho, sem dúvida, é que a companhia será mais sustentável. Essa sustentabilidade, porém, não diz respeito apenas ao meio ambiente – ela inclui a melhoria da lucratividade da empresa, uma gestão mais eficaz e a chance de contribuir com as responsabilidades sociais que não podem ser esquecidas. Tudo isso se reflete, evidentemente, na satisfação e experiência dos clientes, simplificação dos processos, agilidade e construção de novas vantagens competitivas às empresas alinhadas a essa realidade.  

A transformação digital, como se vê, é um processo complexo e contínuo. Antes de embarcar em uma jornada de transformação digital, portanto, o caminho é criar uma estratégia que elimine os obstáculos, entenda seu negócio e não esconda seus problemas, garantindo assim um sucesso digital. 

A transformação é o resultado de um esforço que combina Pessoas, Processos e Tecnologia. Eles movem-se lado a lado para formar os elementos fundamentais da mudança. Faça investimentos em tecnologia com soluções que, de fato, gerem valor e isso proporcionará o ganho real tanto para a organização quanto para seus clientes. 

Assim como uma maratona, o processo de transformação digital é um desafio, mas que pode ser facilmente atingido com o uso de plataformas digitais 3D. O segredo do sucesso é sempre ter o apoio de tecnologias, pois elas são fundamentais para nos levar a um outro patamar. Da mesma forma como os treinos podem ser melhorados com a ajuda de sistemas, as empresas que usam plataformas de três dimensões conseguem simular e testar na tela do computador produtos antes mesmo deles serem produzidos. A tecnologia para a indústria da renascença já está disponível e certamente quem souber melhor explorar os recursos disponíveis sairá à frente dos concorrentes e vencerá a maratona. 

* Joao Vicente, Consultor Sênior de processos de negócios da Dassault Systèmes para a América Latina.

Para mais informações sobre Transformação Digital clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: PLANIN



Plataformas digitais faturam equivalente a 48,8% do PIB brasileiro

FENAJ apresenta proposta de taxar parte para financiar jornalismo.

Plataformas digitais faturam equivalente a 48,8% do PIB brasileiro

WhatsApp testa no Brasil funcionalidade de indicação de negócios

Recurso é, por enquanto, exclusivo para usuários de São Paulo.

WhatsApp testa no Brasil funcionalidade de indicação de negócios

Brasília e Uberlândia são as ganhadoras do Prêmio Cidades Amigas da Internet

Divulgado no Painel Telebrasil 2021, prêmio reconhece as ações dos municípios para incentivar a implantação de infraestrutura de telecomunicações e a expansão da conectividade.

Brasília e Uberlândia são as ganhadoras do Prêmio Cidades Amigas da Internet

WhatsApp vai parar de funcionar em mais de 40 modelos de smartphones. Veja a lista

Se o seu celular estiver na lista, a solução é utilizar outro serviço para mensagens ou trocar de aparelho.

WhatsApp vai parar de funcionar em mais de 40 modelos de smartphones. Veja a lista

Conheça algumas fraudes que utilizam o PIX e como prevenir

Após mais de seis meses de início do uso do PIX, já surgiram diversas estratégias de golpes registradas utilizando essa ferramenta.

Conheça algumas fraudes que utilizam o PIX e como prevenir

Qual será o futuro do mobile marketing?

O celular se tornou uma extensão dos nossos corpos. No Brasil, o número de pessoas que usam tal aparelho principalmente para acessar a internet, vem crescendo cada vez mais – tendo chegado a 99% em 2019, segundo dados do TIC Domicílios.

Qual será o futuro do mobile marketing?

SMS pirata: como essa prática pode prejudicar o seu negócio?

O SMS é um canal de comunicação muito versátil, sendo altamente eficaz no envio de mensagens rápidas, curtas e de forma praticamente instantânea.

SMS pirata: como essa prática pode prejudicar o seu negócio?

Nova certificação digital gera economia de 73% a Minas Gerais

Assinatura on-line de documentos contribui para eficiência na prestação de serviços e facilita acesso pelo cidadão.

Nova certificação digital gera economia de 73% a Minas Gerais

Os novos golpes virtuais: saiba como se prevenir

Boletos bancários, venda de veículos, atualização de dados, vacinas e outras iscas utilizadas pelos bandidos.

Os novos golpes virtuais: saiba como se prevenir

Brasileiro gastou mais na internet no primeiro semestre de 2021

Com a necessidade de isolamento social, as pessoas passaram a comprar mais pela internet.

Brasileiro gastou mais na internet no primeiro semestre de 2021

Anúncios no YouTube: cinco segundos que tem tirado muita gente do sério

Numa sociedade ansiosa a nível de desequilíbrio, os anúncios no YouTube tornam-se um tormento e os anunciantes perdem ao invés de ganharem, revela neurocientista.

Anúncios no YouTube: cinco segundos que tem tirado muita gente do sério

Punições contra violações da proteção de dados entram em vigor

Entre as sanções estão advertência, multa e bloqueio de dados violados.

Punições contra violações da proteção de dados entram em vigor