Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como a revolução no-code está impactando as empresas

Como a revolução no-code está impactando as empresas

27/01/2022 Ederson Dé Manoel

Como o desenvolvimento de ferramentas no-code não exige conhecimento técnico de seus criadores, elas se tornaram imprescindíveis para os negócios de milhões de empresas, principalmente no último ano.

Como a revolução no-code está impactando as empresas

Para quem ainda não conhece essa tecnologia, as plataformas no-code são ambientes de desenvolvimento de sites, aplicativos mobile, automações e aplicações fáceis de se usar. Elas permitem que profissionais sem conhecimento técnico em programação crie qualquer coisa, mantendo os padrões de qualidade e políticas de segurança da informação.

É importante diferenciar os termos. No-code não é a mesma coisa que low-code. Enquanto as ferramentas no-code não exigem nenhuma experiência de programação dos usuários, as low-code são feitas para minimizar a programação “manual” e, com isso, ajudar desenvolvedores a criar ou integrar apps rapidamente.

Um mundo de possibilidades

De acordo com pesquisa da empresa norte-americana de consultoria Gartner, o mercado global de no-code e low-code alcançou um valor de US$ 13,8 bilhões até o fim de 2021 (um aumento de 22,6% com relação a 2020).

As plataformas no-code usam um ambiente de desenvolvimento visual, em geral com funcionalidades de “drag-and-drop” (clicar com o mouse, arrastar e soltar para posicionar peças). Esse ambiente facilita a criação de programas para quem não tem conhecimento técnico específico.

Os no-codes contribuem para o estabelecimento de uma ponte entre as equipes de negócios e de TI. Eles podem ser interligados a diferentes sistemas, proporcionando que os grupos de trabalho aumentem as funcionalidades de seus procedimentos rotineiros. Concomitantemente, mantém-se em conformidade com as políticas de segurança de TI da empresa. 

Com templates, bibliotecas e a interface customizável das plataformas no-code, os usuários podem criar aplicativos, integrar sistemas, e até orquestrar sistemas de gestão de processos de negócio. Tudo isso com a possibilidade de usar automações para facilitar ainda mais o trabalho.

Prós e contras do no-code

Empresas que usam no-code têm várias vantagens, como eficiência, baixo custo, desenvolvimento rápido, segurança e redução de erros, porém, nem tudo são flores. Elas podem enfrentar desafios, como o “Shadow it”, ou seja, ferramentas no-code que não são sancionadas pela equipe de TI e que não podem ser ampliadas) pode criar dificuldades para as operações. Os processos no-code também oferecem limitações de customização.

No-code para empreendedores

Um dos públicos com maior interesse nos recursos no-code são os empreendedores, que desejam validar suas ideias, lançando-as de maneira rápida e barata. Para lançar rapidamente um projeto, um empreendedor precisa contratar um desenvolvedor para escrever código, o que não é barato. E, para diminuir custos, ele precisaria aprender a codificar e fazer ele mesmo seu app ou site, o que não seria muito fácil ou rápido.

As plataformas no-code resolvem esse impasse, pois elas possibilitam que os empreendedores que não são codificadores criem coisas que somente codificadores experientes poderiam fazer. Algo que era inimaginável a até pouco tempo atrás. 

Para os empreendedores, os dispositivos no-code tiram do caminho o tempo necessário para comunicar uma proposta e seus requisitos aos designers e desenvolvedores, permitindo que eles transformem esse esboço em um protótipo totalmente funcional, respeitando todos os detalhes necessários do processo. Assim, são reduzidos os custos, o tempo e os riscos para implementar um produto ou serviço no mercado. Por essa e outras razões, o aprendizado do no-code se tornará cada dia mais imprescindível na vida de profissionais de marketing, CEOs de startups, empreendedores, designers e até desenvolvedores, sem distinção de nível de conhecimento.
A revolução no-code chegou.

* Ederson Dé Manoel é especialista em data marketing, growth hacking e gestão de experimentos de marketing científico. Indicado ao Prêmio de Melhor Profissional de Marketing 2021 pela ABCCOM. Pós-graduado em Marketing pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), já atendeu clientes como Google, Corinthians, Vogue, Netshoes, Faber Castell, Cerveja Proibida, Caixa, entre outros.

Para mais informações sobre Aplicativos clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Vervi Assessoria



Falha cibernética coloca, ou deveria colocar, o mundo em alerta!

O mundo acordou em crise com uma das maiores, senão a maior, falha cibernética que se tem notícia.

Autor: Yago Morgan

Falha cibernética coloca, ou deveria colocar, o mundo em alerta!

Segurança de dados: não há tecnologia que sobreviva sem conscientização

Bastante citada no mercado de ciência de dados, a frase do matemático Clive Humby, “Data is the new oil” ou “Dados são o novo petróleo”, é autoexplicativa.

Autor: Cássio Ricardo de Araújo

Segurança de dados: não há tecnologia que sobreviva sem conscientização

Melhores técnicas para humanizar seu conteúdo GPT de bate-papo em 2024

Quer humanizar seu texto escrito GPT? Leia este guia e colete todas as dicas e truques importantes que podem ajudá-lo a simplificar o texto robótico e ignorar as detecções avançadas….

Autor: Divulgação

Melhores técnicas para humanizar seu conteúdo GPT de bate-papo em 2024

Ferramenta gratuita vai revolucionar o ensino da ciência geológica

Seequent lança um aplicativo na web para ajudar a combater a escassez global de geocientistas.

Autor: Divulgação

Ferramenta gratuita vai revolucionar o ensino da ciência geológica

Por que a integração do OCR é essencial para locais de trabalho modernos?

O local de trabalho moderno prospera com eficiência e acessibilidade.

Autor: Divulgação

Por que a integração do OCR é essencial para locais de trabalho modernos?

Brasil registra R$ 3,5 bilhões em tentativas de fraude em 2023

No período, ocorreram 3,7 milhões de tentativas de fraudes, redução de 28,3% em relação ao ano anterior.

Autor: Divulgação

Brasil registra R$ 3,5 bilhões em tentativas de fraude em 2023

Desafios da proteção de dados e a fraude na saúde

Segundo o Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) R$34 bilhões dos gastos das operadoras médico-hospitalares com contas e exames, em 2022, foram consumidos indevidamente por fraudes,.

Autor: Claudia Machado


Como são as fraudes no Pix e o que os bancos precisam assegurar

Um dos métodos comuns envolve a criação de perfis falsos em aplicativos de mensagens ou redes sociais, além de outros.

Autor: Denis Furtado

Como são as fraudes no Pix e o que os bancos precisam assegurar

A importância da segurança cibernética na manufatura

Estimativas indicam que mais de 60% das empresas de manufatura esperam sofrer tentativas de ataques este ano.

Autor: Ricardo Macchiavelli

A importância da segurança cibernética na manufatura

Como evitar fraudes e vazamentos no WhatsApp

De acordo com dados do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente 2023, mais de 1 bilhão de interações pelo chat foram registradas no país.

Autor: Divulgação

Como evitar fraudes e vazamentos no WhatsApp

Como prevenir, detectar e combater eventuais ataques cibernéticos

O armazenamento de dados e informações em nuvem é uma solução rápida e eficaz para organizações de diferentes portes e ramos de atividade.

Autor: Wellington Monaco

Como prevenir, detectar e combater eventuais ataques cibernéticos

5 passos simples para se proteger na web em 2024

Em um relatório divulgado pela Kaspersky, o Brasil é o país mais afetado por golpes financeiros.

Autor: Paula Renata Nogueira de Souza,

5 passos simples para se proteger na web em 2024