Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Como empreender no mercado de games

Como empreender no mercado de games

27/07/2021 Divulgação

Novo episódio do podcast do “Que negócio é esse, Sebrae?” esclarece dúvidas de quem deseja empreender e aproveitar as oportunidades deste segmento.

Como empreender no mercado de games

O Brasil é líder no mercado de games na América Latina e o 13º maior do mundo. Mesmo com a pandemia, o país deve movimentar US$2,3 bilhões só este ano, cerca de 5% a mais que em 2020, de acordo com a empresa Newzoo. Um mercado promissor que tem atraído atenção de muitos empreendedores. É por isso, que o novo episódio do podcast “Que negócio é esse, Sebrae” vai falar sobre como abrir uma empresa no mercado de games.

O convidado do 32 episódio do podcast do Sebrae Minas é o mineiro O convidado deste episódio é Lucas Mattos, co-fundador do estúdio Long Hat House e um dos criadores de “Dandara”, eleito entre os 10 melhores games do mundo pela Revista Time, em 2018, e o melhor jogo em 2020 pela Apple TV.

No bate-papo com o analista do Sebrae Minas Evandro Carmo, Lucas fala sobre as oportunidades e desafios para empreender no mercado de jogos autorais conhecido como Indie. Ele também explica o caminho que percorreu para que o game “Dandara” chegasse tão longe.

O episódio também esclarece dúvidas sobre formalização neste segmento, os fatores que influenciam o crescimento do mercado de games no Brasil e no mundo, como se dá o processo de desenvolvimento dos jogos, os custos, encargos e tributação e, ainda, os principais eventos de games que movimentam o país.

Para mais informações sobre games clique aqui.

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Sebrae Minas



Instagram e Facebook vão inserir rótulos em postagens sobre eleições

Objetivo é rebater notícias falsas com informações oficias do TSE.

Instagram e Facebook vão inserir rótulos em postagens sobre eleições

Metrô de Moscou lança pagamento por meio de reconhecimento facial

Moscou é a metrópole que mais aplica pagamentos com biometria no mundo. Dentro deste contexto, na última semana o Metrô da cidade lançou o serviço Face Pay.

Metrô de Moscou lança pagamento por meio de reconhecimento facial

Novas possibilidades para os games

Os games invadiram nosso cotidiano de maneira avassaladora.

Novas possibilidades para os games

Marco Legal do Câmbio: como as novas tecnologias podem revolucionar as transações internacionais?

A modernização não pode ficar para trás, já que o mercado de câmbio cresce no Brasil há tempos.

Marco Legal do Câmbio: como as novas tecnologias podem revolucionar as transações internacionais?

Como negociar dívidas pelo WhatsApp

Ferramenta traz uma grande vantagem para o mundo dos negócios, principalmente para a recuperação de crédito.

Como negociar dívidas pelo WhatsApp

Bancos e carteiras digitais registram quase 18 milhões de downloads em setembro

Destaque para Nubank, PicPay, Banco Pan, C6 Bank e PagBank.

Bancos e carteiras digitais registram quase 18 milhões de downloads em setembro

Apagão da internet, pior que o da luz

O “apagão” do Facebook, WhatsAPP e Instagram, registrado na segunda-feira, revelou-se tão impactante quanto o da eletricidade.

Apagão da internet, pior que o da luz

Aprenda a medir a velocidade da sua conexão

Em meio a pane nas redes sociais, usuários relatam instabilidade no sinal de internet.

Aprenda a medir a velocidade da sua conexão

4 formas de empreender na era digital

O modelo de negócio conhecido como dropshipping é uma das maneiras mais fáceis de começar a empreender pela internet.

4 formas de empreender na era digital

Caixa lança nova versão do aplicativo Bolsa Família

Acesso passa a ser realizado com CPF e senha do beneficiário.

Caixa lança nova versão do aplicativo Bolsa Família

Como proteger o infoproduto e o conteúdo digital e ficar seguro na Internet

A opção clássica é fazer o registro na Biblioteca Nacional garantindo uma proteção mais efetiva.

Como proteger o infoproduto e o conteúdo digital e ficar seguro na Internet

Plataformas digitais faturam equivalente a 48,8% do PIB brasileiro

FENAJ apresenta proposta de taxar parte para financiar jornalismo.

Plataformas digitais faturam equivalente a 48,8% do PIB brasileiro