Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Google lança estudo sobre segurança na internet

Google lança estudo sobre segurança na internet

11/11/2017 Da Redação

De acordo com a pesquisa, cerca de 250 mil contas são hackeadas toda semana no mundo.

Google lança estudo sobre segurança na internet

Em parceria com a Universidade da Califórnia em Berkeley, o Google divulgou nesta sexta-feira (10) o resultado de um estudo sobre segurança na internet e sobre o roubo de login e senha de pessoas ao redor do mundo.

Foram registradas e monitoradas 25 mil ferramentas diferentes usadas para os mais diversos golpes na internet, de phishing a falhas de segurança. Ao todo, os pesquisadores do Google e de Berkeley identificaram mais de 3,3 bilhões de credenciais roubadas sendo usadas na web.

Entre março de 2016 e março de 2017, quase 1 milhão de credenciais foram roubadas por mês. No entanto, a maioria das contas roubadas foi parar nas mãos de hackers por culpa de vazamentos e falhas de segurança em empresas que deveriam proteger o login e a senha do usuário. É o caso dos recentes vazamentos da Equifax, do Yahoo e outras companhias.

Segundo o Google, o maior risco para os usuários está nas ferramentas que os atacam diretamente, como os golpes de phishing e keylogging. No primeiro, um hacker usa de truques de engenharia social para se passar por uma empresa ou pessoa confiável, e, assim, roubar dados pessoais dos usuários. No segundo, um código malicioso registra as teclas que a vítima digita ao acessar algum serviço.

Das 3,3 bilhões de contas roubadas que os pesquisadores encontraram, 788 mil foram obtidas por meio de keylogging e 12 milhões foram por phishing. Após o estudo, o Google diz que conseguiu reforçar a segurança de ao menos 67 milhões de contas que estavam vulneráveis. A empresa recomenda que usuários de seus serviços chequem regularmente a segurança.

Fonte: Olhar Digital



SD-WAN: segurança e inteligência para as redes corporativas

O avanço da Computação em Nuvem trouxe uma série de vantagens competitivas para as empresas.


Somos mal-educados dentro e fora do WhatsApp?

Vivemos numa era em que a internet empoderou a todos, indistinta e simultaneamente.

Somos mal-educados dentro e fora do WhatsApp?

A transformação digital do ERP

Durante muito tempo, a equação envolvendo gastos e eficiência foi uma das principais preocupações da administração corporativa.


Cresce interesse de brasileiros por celulares chineses

Smartphones de Xiaomi e Huawei ganham atenção do consumidor brasileiro

Cresce interesse de brasileiros por celulares chineses

Google Maps irá exibir anúncios com mais frequência

O serviço é usado, na maior parte, gratuitamente e sem anúncios desde que foi lançado há 14 anos

Google Maps irá exibir anúncios com mais frequência

Lei Geral de Proteção de Dados

A importância de se investir em segurança da informação.


Canal no Youtube reúne dicas e debates sobre inovação

Canal Sala de Cultura apresenta conteúdo sobre inovação e tendências de negócios

Canal no Youtube reúne dicas e debates sobre inovação

Identidade Digital começará a ser emitida no 2º semestre

Documento vai funcionar inicialmente apenas em tablets e smartphones

Identidade Digital começará a ser emitida no 2º semestre

Um quinto de seguidores de políticos no Twitter pode ser fake

As últimas eleições comprovaram a gravidade das fake news em momento de instabilidade política

Um quinto de seguidores de políticos no Twitter pode ser fake

Startup mineira combate aumento no preço dos remédios

Remederia foca em consumidor prejudicado pelo reajuste de 4,33%

Startup mineira combate aumento no preço dos remédios

Estudantes desenvolvem software para diagnóstico de dengue, Zika e chikungunya

O software, que está em fase de testes, é desenvolvido por estudantes do CEFET-MG Leopoldina


Novo consumidor tem outras expectativas

Cada vez mais os consumidores estão distantes do atendimento presencial.