Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Hackers ocultam informações roubadas em imagens

Hackers ocultam informações roubadas em imagens

07/08/2017 Da Redação

A nova tendência dos hackers para não terem suas atividades detectadas é a esteganografia.

Hackers ocultam informações roubadas em imagens

 Essa técnica oculta o conteúdo roubado em arquivos de imagem e dificulta a tarefa dos mecanismos de segurança na detecção da invasão. Nos ataques virtuais, o agente de ameaça se estabelece na rede invadida e transfere as informações coletadas para o servidor de comando e controle. Na maioria dos casos, os mecanismos de segurança detectam a presença do agente de ameaça durante o ataque.

Já a técnica da esteganografia dificulta essa identificação. Isso porque os hackers inserem os dados roubados no código de um arquivo comum de imagem ou vídeo e o transferem. Após a modificação, a imagem não é alterada visualmente, seu tamanho e outros parâmetros também continuam iguais.

A empresa de segurança cibernética Kaspersky Lab realizou uma pesquisa que identificou o uso dessa técnica em operações de espionagem virtual e criminosos virtuais regulares. Os grupos de hackers tendem a visar organizações financeiras e usuários de serviços financeiros.

Alexey Shulmin, pesquisador de segurança da Kaspersky Lab, explica que ainda não foi descoberta uma maneira segura de identificar a extração de dados feita dessa forma. “Por outro lado, é relativamente fácil identificar uma imagem “carregada” com dados sigilosos roubados pela análise manual. No entanto, esse método tem limitações, pois um analista de segurança seria capaz de analisar um número muito limitado de imagens”, ele diz.

Fonte: Kaspersky Lab



Smartphones e eletrônicos lideram compra de produtos usados pela internet

70% dos entrevistados destacam economia de gastos como principal razão para adquirir itens de segunda-mão na web, aponta estudo CNDL/SPC Brasil.

Smartphones e eletrônicos lideram compra de produtos usados pela internet

Brasileiro terá que trabalhar mais de 800 horas para comprar novo iPhone

Brasileiros terão que desembolsar até R$5.306,81 para comprar modelo 11 Pro Max do iPhone.

Brasileiro terá que trabalhar mais de 800 horas para comprar novo iPhone

Qual a diferença na cobertura das rede 3G, 4G e 5G?

Cada avanço no desempenho ou na capacidade da rede é chamado de “nova geração”.

Qual a diferença na cobertura das rede 3G, 4G e 5G?

Ciberataque: empresas solicitam ajuda somente depois de se tornarem vítimas

De acordo com o Relatório de Incident Response da Kaspersky, mais de 50% das solicitações de IR ocorrem depois que as organizações sofreram um ataque com consequências visíveis.

Ciberataque: empresas solicitam ajuda somente depois de se tornarem vítimas

Mais de 5 bilhões de pessoas usam aparelho celular no mundo

O número equivale a cerca de 67% da população mundial.

Mais de 5 bilhões de pessoas usam aparelho celular no mundo

“Tinder do Facebook” ganha integração com o Instagram

Facebook Dating agora permite o "match" também com os contatos do usuário no Instagram.

“Tinder do Facebook” ganha integração com o Instagram

Ser estratégico é cumprir a lei

Segurança da informação e privacidade de dados são questões estratégicas.


400 milhões de contas do Facebook são expostas

Segundo o Facebook, muitos dos contatos eram cópias e os dados eram antigos.

400 milhões de contas do Facebook são expostas

Twitter: você sabe proteger sua conta?

Segundo dados da Kaspersky, 21% dos brasileiros já tiveram alguma de suas contas hackeadas.

Twitter: você sabe proteger sua conta?

Experiências digitais que você pode oferecer aos seus clientes

Como os consumidores possuem infinitas oportunidades de fazer compras online, eles têm o luxo de ser extremamente exigentes.


Startup cria aplicativo para evitar o uso do whatsapp

O aplicativo PROH oferece privacidade por meio de uma interface entre clientes e profissionais que elimina o uso de telefone ou programas de mensagens instantâneas.

Startup cria aplicativo para evitar o uso do whatsapp

Operadoras iniciam recadastro de linhas pré-pagas no Brasil

O período para regularizar as informações vai até 16 de novembro.

Operadoras iniciam recadastro de linhas pré-pagas no Brasil