Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Oportunidades e desafios da regulação em telecomunicações

Oportunidades e desafios da regulação em telecomunicações

18/01/2022 Marcelo Ribeiro e Flavia Mansur Murad Schaal

O blockchain ou tecnologia de cadeia de blocos é outro sistema que será impulsionado pelo 5G.

Oportunidades e desafios da regulação em telecomunicações

A Constituição de 1988, que completou 33 anos em 5 de outubro, marcou o início da diminuição da intervenção direta do Estado na economia e passou a fomentar a livre iniciativa. Na década seguinte, foi criada a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), pela Lei 9.472, de 16 de julho de 1997. Foi o primeiro organismo regulador instituído no Brasil e referência histórica para estimular o setor e direcionar concessões e privatizações.

É pertinente lembrar os marcos legais do final do século passado, pois estabeleceram base consistente para a regulação de novos serviços, tecnologias e processos de transformação digital decisivos para as telecomunicações. É o caso do 5G, cujo leilão proporcionará enorme salto tecnológico e de conectividade do País, devendo proporcionar investimentos vultosos, gerar empregos e melhorar os serviços.

O processo que culminou com o leilão evidencia a importância da regulação para resultados exitosos. Em 12 de março de 2020, realizou-se Audiência Pública da Anatel para o certame, na qual se aprovou o respectivo edital. Foi o maior leilão de radiofrequências do Brasil e há muitos impactos positivos, pois o 5G aumentará muito a velocidade da Web, com menor latência e maior qualidade. Viabiliza o funcionamento de equipamentos de Internet das Coisas (IoT) de maneira massiva, com oportunidades para diversos setores, pressão sobre preços, necessidade de investimentos, aumento da demanda, maior competição, acessibilidade e transferência confiável de dados.

No Brasil, o Plano Nacional de Internet das Coisas regula a comunicação “máquina a máquina”, com base na livre concorrência e de circulação de dados. O Projeto de Lei 7.656, de 2017, propõe zerar taxas de “estações móveis de serviços de telecomunicações que integram sistemas de comunicação máquina a máquina”. Em 2019, a Anatel fez consulta pública sobre o tema

O blockchain ou tecnologia de cadeia de blocos é outro sistema que será impulsionado pelo 5G. Com base em criptografia e assinaturas digitais, possibilitará contratos nas redes entre pessoas que não se conhecem. Também funcionará como sistema análogo de livro contábil compartilhado, programável e seguro. Os contratos inteligentes são celebrados de forma digital e executados por comandos predefinidos, não podendo ser perdidos ou adulterados. São autoexecutáveis por intermédio do blockchain.

O acesso facilitado a informações de pessoas e empresas implicam uma contrapartida de segurança, resposta que veio com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), vigente desde 18 de setembro de 2020, a qual estabelece diretrizes para a questão. Também em 2020, instituiu-se o Sistema de Autorregulação das Telecomunicações (SART), que sinalizou a flexibilização da atividade, com apoio da Anatel, ao tratar de modo responsivo a regulação, em especial normas e procedimentos de empresas de telemarketing, cobrança, atendimento e oferta de serviços. O documento que prevê as regras já foi oficialmente lançado.

Fica muito claro, neste novo mundo em fulminante e intensa transformação digital, a relevância da regulação das telecomunicações e tecnologias correlatas. Trata-se de elemento fundamental para garantir que a inovação sirva à sociedade, às pessoas e às empresas de modo cada vez mais inclusivo, proporcionando ganhos de qualidade de vida, com segurança e pleno respeito aos direitos inerentes à cidadania.

*Marcelo Ribeiro é sócio de Regulatório em Telecomunicações da KPMG no Brasil.

**Flavia Mansur Murad Schaal é professora do CEU Law School, propriedade intelectual e direito digital.

Para mais informações sobre Telecomunicações clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Ricardo Viveiros & Associados - Oficina de Comunicação (RV&A)



6 passos para evitar e mitigar os danos de ataques cibernéticos à sua empresa

Ao longo de 2021 o Brasil sofreu mais de 88,5 bilhões (sim, bilhões) de tentativas de ataques digitais, o que corresponde a um aumento de 950% em relação a 2020, segundo um levantamento da Fortinet.


Comportamento digital: 10 destinos internacionais mais buscados no último ano

Orlando, nos Estados Unidos, e Cancún, no México, foram os destinos mais hypados, aponta ViajaNet.

Comportamento digital: 10 destinos internacionais mais buscados no último ano

Oito dicas para advogados usarem melhor suas redes sociais

Especialista em marketing digital jurídico indica o que e como fazer para advogados se destacarem no universo online e atrair potenciais clientes.

Oito dicas para advogados usarem melhor suas redes sociais

Como fazer em caso de PIX em conta errada?

No caso das pessoas que fez o pagamento, a alternativa é buscar a sua agência bancária para resolver a situação.

Como fazer em caso de PIX em conta errada?

Metaverso na construção civil: o futuro é virtual

O metaverso que constrói o mundo virtual de Snow Crash, livro de Neal Stephenson de 1992, é daqueles shows de ficção que enredam o leitor do começo ao fim.

Metaverso na construção civil: o futuro é virtual

Melhores Cryptos 2022: Mushe (XMU) e Fantom (FTM)

Mushe (XMU) e Fantom (FTM): Por que os analistas dizem que você deve comprar e manter na carteira.

Melhores Cryptos 2022: Mushe (XMU) e Fantom (FTM)

Na pista de decolagem, BIM alça importante voo

O uso da tecnologia BIM – sigla de Modelagem da Informação da Construção, em inglês – vai alcançando novos ares e expandindo sua aplicabilidade para as mais diversas áreas da construção civil.

Na pista de decolagem, BIM alça importante voo

Twitter aceita oferta de compra feita por Elon Musk

Dono da Tesla e da Space-X ofereceu US$ 44 bilhões pela rede social.

Twitter aceita oferta de compra feita por Elon Musk

Mudanças no WhatsApp só depois das eleições. Prejuízo a todos

O lançamento pelo WhatsApp, da plataforma Comunidades, que permitirá o envio de mensagens em massa (e ao mesmo tempo) é uma grande notícia.

Mudanças no WhatsApp só depois das eleições. Prejuízo a todos

O futuro da publicidade digital com a queda dos cookies de terceiros

É possível renovar a experiência personalizada com um novo acordo sobre o uso de dados e com o apoio do Marketing de Afiliados.

O futuro da publicidade digital com a queda dos cookies de terceiros

WhatsApp limita reencaminhamento de mensagens

A mudança começará a ser implementada, de forma gradativa, nos próximos dias.

WhatsApp limita reencaminhamento de mensagens

Conheça os benefícios da internet a cabo, fibra óptica e via satélite

Desde a criação da internet banda larga, muitas tecnologias começaram a ser desenvolvidas e inseridas no mercado nacional e internacional.