Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Startup cria aplicativo para evitar o uso do whatsapp

Startup cria aplicativo para evitar o uso do whatsapp

04/09/2019 Da Redação

O aplicativo PROH oferece privacidade por meio de uma interface entre clientes e profissionais que elimina o uso de telefone ou programas de mensagens instantâneas.

Startup cria aplicativo para evitar o uso do whatsapp

Já pensou em como é a rotina de um médico que recebe mensagens no Whatsapp dos pacientes a qualquer hora do dia ou da noite? Ou de um arquiteto que passa pela mesma situação? O Whatsapp transmite mais de 60 bilhões de mensagens ao dia e ao mesmo tempo que em que facilita a comunicação pessoal e profissional, criou um dilema sobre o controle da intimidade e a disponibilidade em tempo integral. Só no Brasil são 120 milhões de usuários cadastrados no Whatsapp utilizando de forma intensa o programa de troca de mensagens.

A startup curitibana PROH com apenas R$ 50 mil reais de investimento criou um aplicativo que está transformando a vida de profissionais de diversas áreas. Por meio dele é possível bloquear o contato fora do horário e impor limites sobre as demandas de trabalho. O aplicativo é uma interface entre os profissionais e os clientes, tornando o contato exclusivo pela plataforma e com ativação via Tecnologia NFC (Near Field Communication).

A tecnologia NFC é utilizada por meio de um cartão que funciona por aproximação. O profissional faz o cadastro no PROH e ganha um cartão NFC que ao ser escaneado pelo cliente é ativado. Com a ativação o cliente pode enviar ao profissional suas dúvidas e tem um prazo de até três horas para receber a resposta.

Criado pelos empreendedores Bruna Cavalli Reis, Pietro Maués e Lucas Mengarda, o PROH já está em negociação com grandes empresas do segmento de saúde e a projeção é finalizar o semestre com mais de 50 mil usuários cadastrados e mais de 10 mil profissionais.  Com o app, o usuário não tem mais acesso ao profissional por outro meio que não seja a ferramenta.

E o melhor: o cadastro na plataforma é gratuito, não há taxa de mensalidade e o serviço é cobrado pelo uso, debitado no cartão de crédito. Somente no primeiro mês de ativação do PROH a média é de que cada profissional cadastrado na plataforma recebeu R$ 500 pelas interações.

“Através do app o profissional oficializa o contato e fideliza os clientes, além de poder cobrar pelos atendimentos prestados. Para os clientes, geramos economia, comodidade e satisfação”, explica Pietro Maués.

O PROH está disponível em todo o Brasil, com download gratuito da plataforma pela Apple Store ou Google Play.

Fonte: Agência Souk



Para 54% dos jovens navegar na internet é a principal atividade de lazer

Estudo revela que grande maioria dos jovens de 18 a 24 se preocupa com a aparência física e com a autoimagem.

Para 54% dos jovens navegar na internet é a principal atividade de lazer

Brasil cai em ranking de liberdade da internet

​A queda da nota incluiu o país entre os que mais retrocederam em relação a 2018.

Brasil cai em ranking de liberdade da internet

Novas operadoras regionais: tendências em telecom

No Brasil, as grandes empresas de telecomunicações já operam por todo o território nacional.

Novas operadoras regionais: tendências em telecom

Linhas pré-pagas devem ser recadastradas até o dia 18

​A exigência vale para os moradores de 17 estados do país.

Linhas pré-pagas devem ser recadastradas até o dia 18

MEC promete levar internet para 24,5 mil escolas públicas

A medida deverá beneficiar 11,6 milhões de estudantes.

MEC promete levar internet para 24,5 mil escolas públicas

A empresa pode proibir o uso do celular no ambiente de trabalho?

O assunto gera polêmica, tendo em vista a crescente demanda de utilização de aparelhos celulares.

A empresa pode proibir o uso do celular no ambiente de trabalho?

Armazenamento ou backup em nuvem: qual a melhor opção para sua empresa?

Compare as opções e escolha a ideal para suas necessidades.

Armazenamento ou backup em nuvem: qual a melhor opção para sua empresa?

Google Pay libera pagamentos com cartão de débito na internet

Google conta com parceiros de diversas bandeiras,

Google Pay libera pagamentos com cartão de débito na internet

Aluno CEFET-MG Divinópolis vence competição mundial de imagens para desktop

O wallpaper vencedor do concurso é um vetor de um arminho (animal mamífero) mergulhando.

Aluno CEFET-MG Divinópolis vence competição mundial de imagens para desktop

Para 41% dos brasileiros, tecnologia deve permitir mais autonomia no consumo

Pesquisa CNDL/SPC Brasil aponta que 90% dos que já experimentaram a realidade virtual afirmam que ela contribui para a decisão de compra de um produto ou serviço.

Para 41% dos brasileiros, tecnologia deve permitir mais autonomia no consumo

Bancos tradicionais ou digitais?

Têm espaço para todos – por enquanto!


Está na hora de trocar a transformação digital por inovação contínua

As organizações estão em uma esteira de inovação contínua.