Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Vivo, Microsoft e Motorola lançam pacote para celular

Vivo, Microsoft e Motorola lançam pacote para celular

12/03/2008 Divulgação

Os aficionados pelo Messenger agora podem utilizar o serviço por meio de seus celulares e com uso ilimitado de tempo.

As multinacionais Vivo, Microsoft e Motorola anunciaram a parceria que também permite a utilização do Hotmail e do Windows Spaces (rede social do Messenger) pela mesma forma. Em vez de ser cobrado pelo tráfego de dados ou tempo conectado na internet, os clientes pagam tarifas mensais fixas, que vão de R$ 8,90 (o mais básico) a R$ 69,90 (pacote premium, para usuários que possuem smartphones e que terão direito a uso ilimitado de aplicativos). Com 34 milhões de usuários brasileiros por mês, o comunicador instantâneo Messenger é o mais usado no Brasil e no mundo, registrando um bilhão de mensagens enviadas por dia. O País também possui 122 milhões de telefones móveis em operação. A solução está disponível para todos os clientes Vivo com os modelos Motorola habilitado, independente da base que estão inseridos (Vivo Pré, Vivo Controle e Vivo Pós).



Como proteger o infoproduto e o conteúdo digital e ficar seguro na Internet

A opção clássica é fazer o registro na Biblioteca Nacional garantindo uma proteção mais efetiva.

Como proteger o infoproduto e o conteúdo digital e ficar seguro na Internet

Plataformas digitais faturam equivalente a 48,8% do PIB brasileiro

FENAJ apresenta proposta de taxar parte para financiar jornalismo.

Plataformas digitais faturam equivalente a 48,8% do PIB brasileiro

WhatsApp testa no Brasil funcionalidade de indicação de negócios

Recurso é, por enquanto, exclusivo para usuários de São Paulo.

WhatsApp testa no Brasil funcionalidade de indicação de negócios

Brasília e Uberlândia são as ganhadoras do Prêmio Cidades Amigas da Internet

Divulgado no Painel Telebrasil 2021, prêmio reconhece as ações dos municípios para incentivar a implantação de infraestrutura de telecomunicações e a expansão da conectividade.

Brasília e Uberlândia são as ganhadoras do Prêmio Cidades Amigas da Internet

WhatsApp vai parar de funcionar em mais de 40 modelos de smartphones. Veja a lista

Se o seu celular estiver na lista, a solução é utilizar outro serviço para mensagens ou trocar de aparelho.

WhatsApp vai parar de funcionar em mais de 40 modelos de smartphones. Veja a lista

Conheça algumas fraudes que utilizam o PIX e como prevenir

Após mais de seis meses de início do uso do PIX, já surgiram diversas estratégias de golpes registradas utilizando essa ferramenta.

Conheça algumas fraudes que utilizam o PIX e como prevenir

Qual será o futuro do mobile marketing?

O celular se tornou uma extensão dos nossos corpos. No Brasil, o número de pessoas que usam tal aparelho principalmente para acessar a internet, vem crescendo cada vez mais – tendo chegado a 99% em 2019, segundo dados do TIC Domicílios.

Qual será o futuro do mobile marketing?

SMS pirata: como essa prática pode prejudicar o seu negócio?

O SMS é um canal de comunicação muito versátil, sendo altamente eficaz no envio de mensagens rápidas, curtas e de forma praticamente instantânea.

SMS pirata: como essa prática pode prejudicar o seu negócio?

Nova certificação digital gera economia de 73% a Minas Gerais

Assinatura on-line de documentos contribui para eficiência na prestação de serviços e facilita acesso pelo cidadão.

Nova certificação digital gera economia de 73% a Minas Gerais

Os novos golpes virtuais: saiba como se prevenir

Boletos bancários, venda de veículos, atualização de dados, vacinas e outras iscas utilizadas pelos bandidos.

Os novos golpes virtuais: saiba como se prevenir

Brasileiro gastou mais na internet no primeiro semestre de 2021

Com a necessidade de isolamento social, as pessoas passaram a comprar mais pela internet.

Brasileiro gastou mais na internet no primeiro semestre de 2021

Anúncios no YouTube: cinco segundos que tem tirado muita gente do sério

Numa sociedade ansiosa a nível de desequilíbrio, os anúncios no YouTube tornam-se um tormento e os anunciantes perdem ao invés de ganharem, revela neurocientista.

Anúncios no YouTube: cinco segundos que tem tirado muita gente do sério