Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Wax (WAXP) e Mushe (XMU): as melhores criptomoedas eco-friendly

Wax (WAXP) e Mushe (XMU): as melhores criptomoedas eco-friendly

03/05/2022 5 Estrelas

Existe uma forma para as finanças descentralizadas se tornarem mais sustentáveis. Aqui estão as empresas que estão pavimentando o caminho.

Wax (WAXP) e Mushe (XMU): as melhores criptomoedas eco-friendly

Criptomoedas foram exaltadas como o futuro das finanças, descentralizando a riqueza do mundo e proporcionando maior transparência e segurança. No entanto, a indústria se depara com uma verdade inconveniente: seu impacto ambiental.

Estima-se que o Bitcoin consuma 136,38 terawatts-hora de eletricidade anualmente, mais do que países como Argentina ou Emirados Árabes Unidos, e cada transação requer mais energia que a quantidade consumida por um lar americano durante 73,52 dias. Por sua vez, o Ethereum consome mais energia que as Filipinas ou a Bélgica.

Em um momento em que a crise climática começa a tomar conta da consciência do mundo, muitas pessoas acreditam ser complicado conciliar o investimento em uma indústria que está contribuindo com os problemas do planeta.

Diversas criptomoedas reagiram à ameaça ambiental criada por sua indústria e formaram uma versão do Acordo de Paris: o Crypto Climate Accord. Até 2025, elas têm como objetivo usar energia totalmente renovável e, até 2030, ter emissões zero de carbono. Wax, um blockchain certificado como neutro em carbono, e o recém-lançado token Mushe estão levando a sério seu compromisso com a sustentabilidade, liderando a indústria no que se refere à responsabilidade ambiental.

Mushe, a criptomoeda eco-friendly

Com seu lançamento em julho e sua pré-venda iniciada em abril, a previsão é de que o novo token Mushe (XMU) causará impacto com seus baixos custos de entrada, foco na educação sobre criptoativos e facilidade geral de uso. Os criadores do XMU não só se concentraram na acessibilidade e experiência do usuário, como também assumiram um importante compromisso ambiental.

Deixando para trás o alto consumo de energia promovido pela mineração com prova de trabalho, o novo XMU consumirá muito menos energia que tokens como o Bitcoin e incentivará o desenvolvimento de tecnologias eco-friendly.

Mushe tem como foco o bem-estar e estimulará iniciativas ambientais, sociais e de governança (ESG) por meio de um sistema de recompensas.

Um por cento de todos os ativos Mushe já foi alocado para ser distribuído a instituições de caridade com agendas ecológicas, como o combate à fome no mundo, ao passo que a Constellation, a empresa provedora de seu blockchain, também tem um compromisso de longo prazo de usar energia 100% renovável.

Wax, o blockchain neutro em carbono

Wax ganhou os holofotes como uma alternativa aos marketplaces de NFT baseados em Ethereum. Estima-se que as vendas de NFTs em Wax, em vez de Ethereum, já impediram que mais de quatro milhões de toneladas de dióxido de carbono fossem liberados na atmosfera. Seriam necessárias 88,9 milhões de mudas de árvores ao longo de dez anos para combater essa quantidade de carbono.

Em um momento em que os blockchains parecem nos mandar de volta à época do carvão, Wax representa um fio de esperança. Assim como Mushe, a empresa se recusa a trabalhar com mineração com prova de trabalho, em que computadores poderosos lutam para solucionar equações complexas e são recompensados com tokens. Em vez disso, o foco está no sistema de prova de participação.

Com esse sistema, os usuários usam moedas como garantia para que suas máquinas possam verificar os blocos. Em seguida, “validadores” são selecionados aleatoriamente para fazer a mineração. Isso elimina a concorrência e reduz significativamente o custo ambiental.

Embora existam preocupações sobre o papel das criptomoedas no futuro, em virtude do impacto ambiental causado por muitas delas, algumas empresas ambiciosas visam pavimentar o caminho para um mundo mais responsável de criptoativos.

As finanças descentralizadas são o futuro e, com o Crypto Climate Accord e empresas inovadoras como Mushe e Wax, existe a esperança de que esse futuro também será mais sustentável.  

Saiba mais sobre Mushe (XMU)

Site oficial: https://www.mushe.world/
Registro de pré-venda: https://portal.mushe.world/sign-up
Telegram: https://t.me/MusheWorldXMU
Twitter: https://twitter.com/Mushe_World
Instagram: https://www.instagram.com/mushe_world/



Low-code: força motriz para agilizar negócios

O low-code pode ser definido como uma plataforma de desenvolvimento de código mínimo.

Low-code: força motriz para agilizar negócios

Por um marketing mais responsável

A responsabilidade socioambiental não é mais uma tendência.

Por um marketing mais responsável

As 3 melhores moedas de baixa capitalização para metaversos em 2022: Mushe (XMU), Mist (MIST) e Highstreet (HIGH)

O melhor momento para adquirir qualquer ativo é quando seus preços estão baixos.

As 3 melhores moedas de baixa capitalização para metaversos em 2022: Mushe (XMU), Mist (MIST) e Highstreet (HIGH)

Governo lança portal com informações sobre o FGTS Digital

Versão digital entra em operação até final do ano.

Governo lança portal com informações sobre o FGTS Digital

A promessa da Enjin Coin (ENJ) caiu por terra. As perspectivas de Mushe (XMU) continuam crescendo

A Enjin Coin (ENJ) trouxe uma forma interessante de integrar partes anteriormente díspares do espaço dos criptoativos. Porém, será que sua valorização se manterá consistente ao longo do tempo?

A promessa da Enjin Coin (ENJ) caiu por terra. As perspectivas de Mushe (XMU) continuam crescendo

Como a inteligência de dados auxilia o Open Finance

Imagine que a sua televisão está com defeito. Você busca um modelo um pouco melhor na internet (afinal, você merece) e decide comprá-la em algumas suaves prestações.


A importância da Educação para uma internet segura para todos

Há uma série de leis, regulamentos e normas técnicas que reforçam o valor da informação.

A importância da Educação para uma internet segura para todos

O metaverso vem aí e está mais próximo do que você imagina

Você, assim como eu, já deve ter ouvido falar no Metaverso.


6 passos para evitar e mitigar os danos de ataques cibernéticos à sua empresa

Ao longo de 2021 o Brasil sofreu mais de 88,5 bilhões (sim, bilhões) de tentativas de ataques digitais, o que corresponde a um aumento de 950% em relação a 2020, segundo um levantamento da Fortinet.


Comportamento digital: 10 destinos internacionais mais buscados no último ano

Orlando, nos Estados Unidos, e Cancún, no México, foram os destinos mais hypados, aponta ViajaNet.

Comportamento digital: 10 destinos internacionais mais buscados no último ano

Oito dicas para advogados usarem melhor suas redes sociais

Especialista em marketing digital jurídico indica o que e como fazer para advogados se destacarem no universo online e atrair potenciais clientes.

Oito dicas para advogados usarem melhor suas redes sociais

Como fazer em caso de PIX em conta errada?

No caso das pessoas que fez o pagamento, a alternativa é buscar a sua agência bancária para resolver a situação.

Como fazer em caso de PIX em conta errada?