Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Advogado relata descaso da GOL no aeroporto de Buenos Aires

Advogado relata descaso da GOL no aeroporto de Buenos Aires

06/03/2009 Divulgação

O advogado Cláudio Candiota, que atua em várias das ações movidas por gaúchos contra a Gol, resume detalhes de como os passageiros se organizaram para enfrentar o caos ocorrido em 5 de maio do ano passado, formando comissões.

* A primeira comissão tratava de obrigar a administração do Aeroporto de Ezeiza a fazer a limpeza dos banheiros. Por óbvio, nenhum aeroporto foi planejado para servir de albergue para as companhias aéreas e, portanto, não têm como suportar 900 pessoas confinadas - uma noite e um dia inteiros -no mesmo lugar.

* Outra comissão tratava do `rodízio das cadeiras`, pois, é claro, a sala de embarque, assim como o aeroporto, não foram desenhados para abrigar, sentados, 900 pessoas, ao mesmo tempo, por mais de 20 horas;

* A terceira comissão partiu em `busca dos funcionários da Gol`, só tendo sucesso na manhã seguinte, quando apareceram dois despachantes para enfrentar a multidão.

* A comissão da `lancheria` - a quarta - gerenciou o único ponto que sobrou para alimentar as nove centenas de pessoas. Como o estabelecimento não tinha capacidade de atendimento, nem estoque, nem funcionários, os consumidores tinham de aguardar mais de uma hora na fila para conseguir comprar um copo d´água e um sanduíche.

Candiota diz que `a Gol transformou a desconsideração contra seus passageiros como procedimento-padrão. Assim, abandona todos os passageiros, não paga hotel, nem coisa alguma pra ninguém, e indeniza somente aqueles poucos que demandam judicialmente` - conta o advogado Cláudio Candiota.

Ele também avalia que `contábil e financeiramente a empresa já deve ter feito as contas de que é melhor não prestar nenhuma assistência às centenas de passageiros, enfrentando, depois, os riscos e ônus das poucas ações judiciais`.

Em face disso, a Associação Nacional em Defesa dos Direitos dos Passageiros do Transporte Aéreo decidiu ajuizar uma ação coletiva de consumo, específica, contra a Gol. Os lesados pela empresa, entre 2006 e 2009, que ainda não tenham ajuizado ações individuais, podem se cadastrar no asite da Andep - www.andep.com.br . Não há honorários a antecipar, nem custas a desembolsar.

Fonte: www.endividado.com.br



O caso do jogador Dudu do Palmeiras: por que o divórcio deixou a ex-mulher sem nada?

O caso da separação do jogador Dudu, do Palmeiras, deixa um alerta para quem pretende estabelecer um casamento ou uma união estável.


Demissão por WhatsApp não é ilegal

Entendimento da Justiça tem sido de verificar, independente do meio, postura digna e comunicação clara nos desligamentos de trabalhadores.


Caso Daniel Alves, a Lei Pelé e a cultura de atraso de salários no futebol brasileiro

Na última semana fomos surpreendidos pela atitude corajosa do lateral Daniel Alves que decidiu não atuar mais pelo São Paulo Futebol Clube, por conta de atrasos de salários.


As expectativas advindas do Marco Legal das Startups

É verdade que a sensação da comunidade empresarial, quando da eminência da publicação de um novo diploma legal a fim de regular determinada atividade, volta-se naturalmente aos entraves burocráticos capazes de frear e obstar a chancela de negócios.


As fraudes financeiras com bitcoins e a necessidade da punição exemplar

A ampla cobertura da mídia sobre as operações das autoridades brasileiras contra fraudes financeiras utilizando a rentabilidade das criptomoedas como forma de atrair investidores deu visibilidade à uma prática que vem crescendo exponencialmente no Brasil.


Polêmica da Anvisa: atuação do órgão no jogo entre Brasil e Argentina

Na tarde do último domingo (5 de setembro), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) paralisou a partida de futebol entre Brasil e Argentina, que jogavam pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.


As virtudes e desvirtuamentos do Novo Código Eleitoral

Tramita no Congresso Nacional o projeto do Novo Código Eleitoral com mais de novecentos artigos.


Principais impactos da LGPD nas relações de trabalho

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD - Lei nº13.709/2018) prevê regras e princípios que devem ser observados quando da utilização de dados pessoais pelas empresas privadas e públicas.


Como garantir sua aposentadoria com tranquilidade em Portugal

Quando um cidadão brasileiro decide morar em Portugal, ou vice e versa, é preciso fazer diversos planos para que a sua qualidade de vida seja ainda melhor no país de destino.


Parecer da Receita pretende excluir o ICMS da base dos créditos de PIS e COFINS

O ICMS destacado na nota fiscal não pode ser considerado receita bruta por não representar acréscimo patrimonial do contribuinte.



O que mudou no Direito Condominial com o novo Código Civil?

O jurista Dalmo Dallari afirma que a sociedade humana pode ser considerada como um conjunto de pessoas que estão ligadas pela necessidade de se ajudarem com o intuito de garantir a continuidade da vida e satisfazer seus interesses e desejos.