Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Câmara aprova aumento de pensões para vítimas da ditadura

Câmara aprova aumento de pensões para vítimas da ditadura

22/07/2008 Divulgação

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou, na quarta-feira (16/7), o substitutivo do deputado Ribamar Alves (PSB-MA), que reajusta o valor da pensão mensal vitalícia paga pela União às vítimas da ditadura militar. O texto original é de autoria do deputado federal Márcio França (PSB-SP).Os percentuais do reajuste ainda dependem do trâmite do projeto e da Comissão da Paz/Anistia, do Ministério da Justiça. A proposta do relator é retroativa a março de 2004. A proposta original é retroativa a julho do mesmo ano, quando começou a vigorar a Lei 10.923/04, que prevê a indenização.

Um atentado a bomba ocorrido em março de 1968, no Consulado Americano em São Paulo, deixou marcas dolorosas em Lovecchio Filho, hoje com 62 anos. Ele, que não participava da guerrilha, perdeu uma das pernas e por mais de 30 anos lutou por uma indenização.

O benefício veio em 2004, depois que uma lei proposta pela União para indenizar as vítimas da Ditadura. Hoje, ele recebe apenas R$ 571 e luta pelo reajuste do benefício. Argumentos não faltam: um deles é que Diógenes José de Carvalho Oliveira, um dos líderes da Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), diretamente envolvido no atentado que vitimou Lovecchio Filho, recebeu R$ 400 mil de indenização e mais uma pensão mensal de R$1,6 mil.

Sobre o caso, o deputado Ribamar Alves comentou que "em virtude do atentado, seus planos foram ceifados, sendo que, se hoje estivesse aposentado, estaria recebendo mensalmente benefício condizente com a profissão de piloto de linha aérea comercial".

O relator do substitutivo que prevê o aumento da pensão vitalícia às vítimas do regime militar, registrou que Lovecchio Filho sofreu constrangimentos fortíssimos do sistema de segurança do Estado. Motivo: além de perder uma das pernas, foi apontado como suspeito de autoria do atentado, preso e torturado.

"Somente o tempo, após vários anos de sofrimento, pôde provar que em verdade se tratava, tão somente, de uma vítima deste período", ressaltou Ribamar Alves.

Fonte: www.aprovando.com.br



Demissão por WhatsApp não é ilegal

Entendimento da Justiça tem sido de verificar, independente do meio, postura digna e comunicação clara nos desligamentos de trabalhadores.


Caso Daniel Alves, a Lei Pelé e a cultura de atraso de salários no futebol brasileiro

Na última semana fomos surpreendidos pela atitude corajosa do lateral Daniel Alves que decidiu não atuar mais pelo São Paulo Futebol Clube, por conta de atrasos de salários.


As expectativas advindas do Marco Legal das Startups

É verdade que a sensação da comunidade empresarial, quando da eminência da publicação de um novo diploma legal a fim de regular determinada atividade, volta-se naturalmente aos entraves burocráticos capazes de frear e obstar a chancela de negócios.


As fraudes financeiras com bitcoins e a necessidade da punição exemplar

A ampla cobertura da mídia sobre as operações das autoridades brasileiras contra fraudes financeiras utilizando a rentabilidade das criptomoedas como forma de atrair investidores deu visibilidade à uma prática que vem crescendo exponencialmente no Brasil.


Polêmica da Anvisa: atuação do órgão no jogo entre Brasil e Argentina

Na tarde do último domingo (5 de setembro), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) paralisou a partida de futebol entre Brasil e Argentina, que jogavam pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.


As virtudes e desvirtuamentos do Novo Código Eleitoral

Tramita no Congresso Nacional o projeto do Novo Código Eleitoral com mais de novecentos artigos.


Principais impactos da LGPD nas relações de trabalho

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD - Lei nº13.709/2018) prevê regras e princípios que devem ser observados quando da utilização de dados pessoais pelas empresas privadas e públicas.


Como garantir sua aposentadoria com tranquilidade em Portugal

Quando um cidadão brasileiro decide morar em Portugal, ou vice e versa, é preciso fazer diversos planos para que a sua qualidade de vida seja ainda melhor no país de destino.


Parecer da Receita pretende excluir o ICMS da base dos créditos de PIS e COFINS

O ICMS destacado na nota fiscal não pode ser considerado receita bruta por não representar acréscimo patrimonial do contribuinte.



O que mudou no Direito Condominial com o novo Código Civil?

O jurista Dalmo Dallari afirma que a sociedade humana pode ser considerada como um conjunto de pessoas que estão ligadas pela necessidade de se ajudarem com o intuito de garantir a continuidade da vida e satisfazer seus interesses e desejos.


A necessidade da LGPD na sociedade contemporânea

A lei de proteção de dados se tornou essencial diante todas as evoluções tecnológicas.