Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Cliente agredido em casa noturna recebe indenização

Cliente agredido em casa noturna recebe indenização

06/09/2006 Da Redação

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul condenou a casa noturna por agressão feita por seus seguranças.

A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul condenou uma casa noturna de Novo Hamburgo (RS) a pagar R$6 mil de indenização por danos morais para um rapaz agredido por seguranças contratados pela empresa.

O rapaz alegou que estava no estacionamento do local, com o porta-malas do carro aberto e ouvindo música. Seis seguranças o abordaram, bateram a porta do veículo, deram socos em sua boca e o chutaram. O pedido de socorro foi negado. O rapaz afirmou que a atuação dos seguranças ofendeu o princípio da dignidade da pessoa humana e configurou abuso no exercício de direito.

A empresa contestou. Declarou que contrata seguranças especializados para atuarem no local e que o fato nunca existiu.

A decisão de primeira instância negou o pedido de indenização. Todavia, a desembargadora Iris Helena Medeiros Nogueira, relatora do processo no TJRS, considerou que há elementos suficientes que autorizam a responsabilidade da casa noturna pelo ocorrido. “Como se vê, a situação ocorrida foi de alta gravidade, sendo indiscutível os danos perpetrados ao demandante, decorrentes da humilhação e vexame por que passou”, ressaltou.

Fonte: Consultor Jurídico.



Saúde não se acessa pela prisão

Que tramitam no país projetos de lei para a prisão de pais que deixam de vacinar os filhos não surpreende.


Trabalhador próximo da aposentadoria pode garantir estabilidade no emprego

A estabilidade pré-aposentadoria é uma garantia de emprego para que o trabalhador que está perto de se aposentar não seja mandado embora sem justa causa.


Purgação de mora na Lei do Inquilinato

Atualmente, sabemos que a Lei do Inquilinato – Lei n°. 8.245/91 – dispõe sobre a locação de imóveis urbanos, ou seja, é a lei que rege tanto os estabelecimentos comerciais quanto os residenciais quando o assunto é locação.


“Quid Iuris”? Qual Direito?

Hoje se vê pessoas que vivem completamente de acordo com as leis. Mas não são solidários e não têm fraternidade.


Não podemos ser avulsos

O modelo eleitoral brasileiro não permite candidaturas avulsas, obrigando que os candidatos tenham filiação partidária para concorrer a todos os cargos públicos.


Os avanços do TSE contra as candidaturas de laranjas

Em ano de eleições municipais, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) intensifica fiscalização com relação as chamadas candidaturas laranjas.


Controle de doenças versus direitos fundamentais

Em tempos de medidas drásticas para se controlar uma possível epidemia do coronavírus e o estudo de normas para regular quarentena no Brasil, chama atenção uma notícia.


Uber e o motorista

Uma relação de emprego à luz da primazia da realidade.


O risco da descaracterização do contrato temporário

O serviço temporário é uma modalidade de emprego cada vez mais comum, mas ainda gera dúvidas a respeito de suas regras e sua respectiva legislação.


Quando o recebimento de propina resulta no crime de lavagem de dinheiro?

Diariamente somos inundados por notícias de denúncias envolvendo a prática de crime de corrupção e lavagem de direito.


Demissão por justa causa em estatais

A inconstitucionalidade da demissão por justa causa em estatais em decorrência da aposentadoria voluntária.


10 fatos que devem agitar o mundo tributário em 2020

Muitas mudanças ocorreram no primeiro ano do novo Governo.