Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Empresa aérea é condenada por atraso em voo internacional

Empresa aérea é condenada por atraso em voo internacional

10/03/2021 Divulgação

Mãe e filha foram obrigadas a esperar por 24 horas na conexão em Lima, capital peruana.

A empresa aérea Latam deverá indenizar uma menina de 12 anos, por danos morais, em R$ 8 mil, devido ao atraso de 24 horas ocorrido em Lima, no Peru, durante uma conexão em que ela e a mãe se dirigiam a Nova York.

A 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) confirmou decisão da 23ª Vara Cível do Belo Horizonte.

A garota, representada pela mãe, alegou que, em 19 de janeiro de 2018, partiu do aeroporto internacional de Guarulhos com destino a Nova York.

Elas foram obrigadas a permanecer em solo peruano por um dia. Isso trouxe gastos acima do planejado e afetou a viagem, porque atrasou a chegada ao destino.

A empresa aérea argumentou que foi preciso realizar um reparo de emergência na aeronave, o que configurava caso fortuito.

Argumentou ainda que cumpriu com seu dever de informação, além de providenciar a realocação nos próximos voos disponíveis e hospedagem em hotel para as duas passageiras pernoitarem enquanto aguardavam uma solução.

Entretanto, essa tese não foi aceita pelo juiz Sérgio Henrique Cordeiro Caldas Fernandes, que estipulou o valor da indenização.

A empresa aérea recorreu ao Tribunal. O relator, desembargador Domingos Coelho, manteve o entendimento de primeira instância.

O magistrado concluiu que a manutenção não programada da aeronave não exclui a responsabilidade da companhia, porque se trata de fortuito interno, inerente à atividade da empresa e ao risco do negócio.

Segundo o relator, o atraso e o cancelamento de voo, somados às várias dificuldades enfrentadas em aeroportos, geram desgaste e estresse além do limite do tolerável, passíveis de indenização por dano moral.

O juiz convocado Habib Felippe Jabour e o desembargador José Augusto Lourenço dos Santos votaram de acordo.

Para mais informações sobre danos morais clique aqui…

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional - Ascom



Entenda o visto humanitário para ucranianos

A invasão da Ucrânia pela Rússia, iniciada em 24 de fevereiro, já levou mais de 4 milhões de ucranianos a deixarem seu país em busca de um lugar seguro.


Exigência de vacina não é motivo para rescisão indireta por motivo ideológico

Não se discute mais que cabe ao empregador, no exercício de seu poder diretivo e disciplinar, zelar pelo meio ambiente de trabalho saudável.


Oito dicas para advogados usarem melhor suas redes sociais

Especialista em marketing digital jurídico indica o que e como fazer para advogados se destacarem no universo online e atrair potenciais clientes.

Oito dicas para advogados usarem melhor suas redes sociais

Conheça cinco vantagens do Pix para empresas

MEIs e PMEs podem economizar cerca de R$ 2.000 em serviços e produtos bancários por ano.

Conheça cinco vantagens do Pix para empresas

Advogados abordarão o impacto de conflitos éticos e estatais na relação entre países

Começa no dia 13 de abril, a partir das 9h30, o “Fórum Mundial de Litígio”.


Inversões da Justiça e as 15 milhões de vítimas de fraudes financeiras no Brasil

De grande repercussão na mídia nacional e até internacional, o caso da GAS Consultoria chama atenção pelos valores envolvidos, que ultrapassam bilhões de reais e deixam milhares de pessoas na incerteza sobre o paradeiro das suas economias.


Compras efetuadas com cartão furtado geram indenização a cliente

O Brasil é o país campeão em vazamento de cartões. Considerando todos os outros países, a população brasileira é a maior vítima, totalizando 45,4% dos casos do mundo todo.


O Rompimento do Noivado e suas consequências: uma breve análise

Intimamente ligado à noção de família, o instituto do casamento é universal e elemento comum em praticamente todos os ordenamentos jurídicos mundiais modernos.


Banco é condenado a indenizar cliente

O banco Itaú Unibanco foi condenado a indenizar uma cliente em R$ 10 mil, a título de danos morais, por não assegurar proteção e segurança para sua conta bancária.


Casal que foi desalojado de hotel deve ser indenizado

Justiça condena agência online por prejudicar viagem.


O último sobrenome deve sempre ser o do pai?

Na hora de registrar o nascimento dos filhos, é muito comum surgirem algumas dúvidas nos pais.


Proteção de dados pessoais torna direito fundamental após emenda

Desde que a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrou em vigor em setembro de 2018, as empresas passaram a ter a obrigação de garantir a segurança dos dados aos quais possuem acesso.