Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Igualdade da Mulher

Igualdade da Mulher

28/09/2020 João Baptista Herkenhoff

Se a Justiça é representada por uma mulher de olhos vendados, numa atitude passiva, as mulheres reverenciadas neste texto representam melhor o “ideal do justo”.

São mulheres de olhos abertos, que lutam: pelos Direitos Humanos em geral e por direitos específicos das mulheres. Abro a enumeração lembrando-me de mulheres que se identificam por um traço comum.

Travaram ou ainda travam um combate indormido para ver esclarecidas as circunstâncias em que seus filhos morreram.

Fizeram de suas vidas, após a morte do filho, uma vida a serviço da busca da Verdade. Tudo deixaram para dedicar a esta missão seus dias, suas horas, suas energias, todo o seu ser.

Mulheres sofredoras, de olhos abertos, clamaram e clamam contra a impunidade, os processos mal feitos, as autoridades omissas. Protestam contra a “justiça” que não é Justiça.

No Livro da Sabedoria, um dos mais belos da Bíblia, há uma exaltação às mulheres que lutam, às mulheres que se mostram incansáveis na busca da Justiça, da Liberdade, do Bem.

O autor do texto sagrado diz que a formosura dessas mulheres transpõe tudo que possa ser imaginado ou concebido no limite do sensorial, porque a formosura delas está no âmago da alma.

O texto, que alguns especialistas atribuem a Salomão, chega a dizer que tais mulheres são eternas. Mulheres admiráveis, presentes em nossa sociedade, são muitas.

Os ventos neoliberais que, infelizmente, sopram pelo Brasil, têm hierarquizado os trabalhadores, servidores e detentores de pensão, por uma escala de mera conveniência financeira.

Em primeiro lugar, ficam os trabalhadores da ativa, que podem fazer greve, incomodar dirigentes, reduzir lucros.

Em segundo lugar, vêm os aposentados, que alguns administradores mais afoitos chegam a considerar inimigos da Pátria, responsáveis por todos os desequilíbrios orçamentários, esquecidos de que a aposentadoria é um direito de quem já deu seu quinhão de trabalho na construção do mundo.

Em terceiro lugar, vêm as viúvas. Relativamente a estas, pretende-se dar-lhes tratamento discriminatório, como se não fizessem jus à proteção do Estado, pelo trabalho de seus maridos falecidos.

Conquistamos, no Brasil, com muita luta o direito de protestar, de fazer greve, de elogiar os bons governantes e censurar os maus.

Nenhum Presidente da República, hoje ou amanhã, terá força para cassar as franquias democráticas conquistadas pela união e pela luta do povo brasileiro.

* João Baptista Herkenhoff é Juiz de Direito aposentado (ES).

Fonte: João Baptista Herkenhoff



O caso do jogador Dudu do Palmeiras: por que o divórcio deixou a ex-mulher sem nada?

O caso da separação do jogador Dudu, do Palmeiras, deixa um alerta para quem pretende estabelecer um casamento ou uma união estável.


Demissão por WhatsApp não é ilegal

Entendimento da Justiça tem sido de verificar, independente do meio, postura digna e comunicação clara nos desligamentos de trabalhadores.


Caso Daniel Alves, a Lei Pelé e a cultura de atraso de salários no futebol brasileiro

Na última semana fomos surpreendidos pela atitude corajosa do lateral Daniel Alves que decidiu não atuar mais pelo São Paulo Futebol Clube, por conta de atrasos de salários.


As expectativas advindas do Marco Legal das Startups

É verdade que a sensação da comunidade empresarial, quando da eminência da publicação de um novo diploma legal a fim de regular determinada atividade, volta-se naturalmente aos entraves burocráticos capazes de frear e obstar a chancela de negócios.


As fraudes financeiras com bitcoins e a necessidade da punição exemplar

A ampla cobertura da mídia sobre as operações das autoridades brasileiras contra fraudes financeiras utilizando a rentabilidade das criptomoedas como forma de atrair investidores deu visibilidade à uma prática que vem crescendo exponencialmente no Brasil.


Polêmica da Anvisa: atuação do órgão no jogo entre Brasil e Argentina

Na tarde do último domingo (5 de setembro), a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) paralisou a partida de futebol entre Brasil e Argentina, que jogavam pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.


As virtudes e desvirtuamentos do Novo Código Eleitoral

Tramita no Congresso Nacional o projeto do Novo Código Eleitoral com mais de novecentos artigos.


Principais impactos da LGPD nas relações de trabalho

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD - Lei nº13.709/2018) prevê regras e princípios que devem ser observados quando da utilização de dados pessoais pelas empresas privadas e públicas.


Como garantir sua aposentadoria com tranquilidade em Portugal

Quando um cidadão brasileiro decide morar em Portugal, ou vice e versa, é preciso fazer diversos planos para que a sua qualidade de vida seja ainda melhor no país de destino.


Parecer da Receita pretende excluir o ICMS da base dos créditos de PIS e COFINS

O ICMS destacado na nota fiscal não pode ser considerado receita bruta por não representar acréscimo patrimonial do contribuinte.



O que mudou no Direito Condominial com o novo Código Civil?

O jurista Dalmo Dallari afirma que a sociedade humana pode ser considerada como um conjunto de pessoas que estão ligadas pela necessidade de se ajudarem com o intuito de garantir a continuidade da vida e satisfazer seus interesses e desejos.