Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Lei garante plano de saúde empresarial a aposentados

Lei garante plano de saúde empresarial a aposentados

01/06/2012 Da Redação

Começa a valer norma que mantém plano de saúde para aposentados e demitidos sem justa causa.

Entrou em vigor nesta sexta-feira, dia 1º, a norma da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) que garante a manutenção do plano de saúde empresarial para funcionários aposentados ou demitidos sem justa causa. As regras valem para todos os planos contratados a partir de janeiro de 1999 ou adaptados à Lei 9.656 de 1998.

De acordo com as novas regras, o aposentado que contribuir por mais de dez anos pode manter o plano pelo tempo que desejar. Quando o período for menor, cada ano de contribuição dará direito a um ano no plano coletivo depois da aposentadoria.

Já os trabalhadores demitidos sem justa causa podem permanecer no plano por um período equivalente a um terço do tempo em que foram beneficiários dentro da empresa, respeitando o limite mínimo de seis meses e máximo de dois anos.

A ANS definiu ainda que as empresas poderão manter os aposentados e demitidos no mesmo plano dos ativos ou fazer uma contratação exclusiva, desde que mantendo as condições de cobertura e rede do plano dos ativos.

Se todos estiverem no mesmo plano, o reajuste deverá ser o mesmo para empregados ativos, aposentados e demitidos. No caso da contratação exclusiva, os beneficiários continuarão protegidos, já que o cálculo do percentual de reajuste tomará como base todos os planos de ex-empregados na carteira da operadora.

A chamada portabilidade especial também está prevista na norma. Durante o período de manutenção do plano, o aposentado e o funcionário demitidos poderão migrar para um plano individual ou coletivo por adesão, sem ter de cumprir novas carências.

Fonte: Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)



Acidente de trabalho na hora do almoço

O horário de almoço faz parte da jornada de trabalho do empregado, assim, o acidente ocorrido na hora do almoço é considerado acidente do trabalho.


Nova chance para os “contribuintes legais”

Os contribuintes foram surpreendidos com uma nova chance de quitar suas contas com o Fisco.


A importância da prevenção no Direito do Consumidor

Prevenir-se para não sofrer problemas judiciais é sempre conveniente, tanto para o consumidor quanto para o fornecedor.


As indenizações após a extinção do DPVAT

Em 12 de novembro deste ano, foi publicada a Medida Provisória 904, que prevê a extinção do seguro por Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT).


Ações de revisão do FGTS

Prazo para ingressar com as ações de revisão do FGTS não se encerrou.


Como aumentar o valor da aposentadoria pós-reforma da Previdência

As novas regras para ingressar com o pedido da aposentadoria já estão em vigor.


Crimes contra a honra

Sentiu-se ofendido nas redes sociais ou por aplicativo de mensagem? Saiba que nem tudo constitui calúnia, difamação e injúria.



O sonho das operadoras de planos de saúde é pesadelo para consumidores

Direitos mínimos precisam ser garantidos ao cidadão, o qual sempre é a marionete de interesses financeiros.


Escritório de advocacia cria aplicativo que otimiza gestão de processos jurídicos

Plataforma “Aud&Check”, desenvolvida pelo Ferreira e Chagas, possibilita gerenciar e monitorar, em tempo real, audiências e diligências realizadas em território nacional.

Escritório de advocacia cria aplicativo que otimiza gestão de processos jurídicos

Empregado doente pode ser demitido do trabalho?

A legislação trabalhista determina que alguns empregados possuem direito à estabilidade no emprego e não podem ser demitidos sem justa causa pela empresa.


A MP do Contribuinte Legal

O presidente da República Jair Bolsonaro assinou no dia 16 de outubro a MP nº 899/19, a chamada “MP do Contribuinte Legal”.