Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Cães ainda espalham medo em BH

Aumenta, a cada dia, o número de pessoas atacadas por cães na capital e no interior do Estado de Minas Gerais. Só em Belo Horizonte, nos últimos anos milhares de pessoas sofreram ferimentos provocados por esses animais. Neste ano, até agora, é alto o número de vítimas. Há alguns meses, uma mulher foi ferida num bairro da cidade por dez cães viralatas, sobrevivendo por verdadeiro milagre.


Pode… Não pode na divulgação médica…

São muitos os desafios enfrentados pelos 331 mil médicos inscritos nos Conselhos de Medicina, hoje.


Crime e castigo (III)

Se os atos criminosos resultam de tendências impulsivas mais o peso das variáveis situacionais sobre as resistências racionais e emocionais do indivíduo ao cometimento do crime, cabe à Política Criminal, a par de examinar as tendências criminosas no âmbito da Psicologia Forense, dar ênfase especial ao impacto das variáveis situacionais.



Saídas simples e inteligentes para vender mais

Cada vez que visito uma empresa ou assisto a uma palestra, deparo-me com uma nova tendência da Cadeia de Suprimentos.


Qual é o papel do dinheiro na sua vida?

“Estou tentando ganhar dinheiro.” Frases como esta, ou semelhantes, vêm sempre à tona na roda de amigos ou mesmo no ambiente familiar.


Ingerência na Polícia Federal

Depois que as operações da Polícia Federal passou a deitar mão sobre os indefesos figurões surgiram muitas especulações e dúvidas.



O desafio do desenvolvimento econômico (II)

As discussões sobre crescimento/desenvolvimento econômico que aparecem regularmente na imprensa brasileira nem sempre conseguem traduzir com clareza para o grande público, o significado desses conceitos. O propósito deste artigo é facilitar a compreensão de termos de vital importância para os cidadãos brasileiros.


A censura e o retrocesso

As vozes que se levantaram contra a voracidade regulatória da comunicação e da publicidade (no IV Congresso Brasileiro de Publicidade, em São Paulo), prestam um grande serviço à nação.


Ter um site na Internet x fazer parte do mundo virtual

O avanço da Internet, bem como o da Web2, sinalizam o fim de uma era na rede de computadores mundiais: fim do amigo de um primo que faz sites muito bem, fim do propagandista de remédios que monta “sites ajeitadinhos”, fim das páginas estáticas que só despejam informações e não interagem com o internauta...



O apagão da cidadania no setor elétrico

A palavra “apagão” se tornou constante para os consumidores nos últimos seis meses. Este fato demonstra o desrespeito pelos direitos da população.


Só um republicano privatizaria o SUS

As eleições presidenciais americanas podem ajudar a clarear uma questão que, para nós brasileiros, ainda permanece, extemporaneamente, no remanso das águas turvas.


O desafio do desenvolvimento econômico (I)

Quando terminou a Segunda Guerra Mundial, o cenário, nos países devastados pelo conflito armado, era de morte e desolação. Em Berlim e em outras cidades da Europa, as ruínas e as pilhas de cadáveres estavam por toda a parte. O Japão, depois das bombas arremessadas sobre Iroshima e Nagazaki, era uma sombra de si mesmo. Chegava ao fim uma era de terror na História dos povos (ainda não sabíamos que outros horrores estavam por vir, pondo termo à ingênua crença de que a humanidade, aprendida a lição, não mais viveria semelhante pesadelo). De qualquer modo, os Estados ocidentais vencedores, imbuídos de um espírito de generosidade (para muitos, de puro interesse, mas passaremos ao largo desta discussão) deram aos vencidos a oportunidade de reconstruir dignamente seus paises e suas vidas.