Portal O Debate
Grupo WhatsApp

R$ 316 milhões para bolsas e eventos científicos

R$ 316 milhões para bolsas e eventos científicos

13/03/2017 Da Redação

MEC destina R$ 316 milhões para bolsas e eventos científicos.

R$ 316 milhões para bolsas e eventos científicos

O Ministério da Educação liberou recursos financeiros da ordem de R$ 316,25 milhões para pagamentos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Esse valor custeará aproximadamente 190 mil bolsas em diversos programas, além de apoiar a realização de eventos científicos e de atividades de pesquisa em programas estratégicos.

A maior parte dos recursos, R$ 182 milhões, será destinada ao pagamento de 90 mil bolsistas em diversas modalidades: mestrado, doutorado, pós-doutorado, professor visitante e professor sênior, além de iniciação científica, supervisão e do programa Idiomas sem Fronteiras. Também estão englobados neste valor pagamentos no âmbito dos programas de Apoio à Pós-Graduação (Proap), de Excelência Acadêmica (Proex) e de Doutorado Interinstitucional (Dinter).

Outros R$ 45,3 milhões permitirão o pagamento de 71.675 bolsas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), 5.255 bolsas do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) e 983 bolsas do Observatório da Educação.

Além disso, cerca de R$ 16 milhões serão repassados a 14 mil bolsistas da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e 3 mil bolsistas de mestrados profissionais, enquanto R$ 2,5 milhões beneficiarão 2.212 participantes do programa Ciência sem Fronteiras. Está também garantido o pagamento de 2.327 bolsas dos programas tradicionais da CAPES e o custeio de 129 projetos com o repasse de R$ 10 milhões.

Por fim, R$ 40,55 milhões custearão o pagamento de quatro contratos firmados com editoras que fornecem conteúdos à comunidade acadêmica por meio do Portal de Periódicos. Os demais R$ 19,9 milhões referem-se a despesas diversas, como as administrativas, com convênios e de capacitação, entre outras.



Lugar de criança é na escola?

No Brasil, segundo a Aned, há cerca de 15 mil estudantes em educação domiciliar.

Lugar de criança é na escola?

Pequenas crianças, grandes responsabilidades

As escolas que ofertam a Educação Infantil têm uma enorme responsabilidade com a humanidade.

Pequenas crianças, grandes responsabilidades

7 vantagens da educação a distância para empresas

Mais barato e flexível do que os cursos presenciais, o EaD é uma ótima ferramenta para qualificação profissional.

7 vantagens da educação a distância para empresas

Equipe do CEFET-MG disputará competição de carros nos EUA

Estudantes mineiros embarcam no próximo dia 26 para concorrer com 120 equipes de 10 países.

Equipe do CEFET-MG disputará competição de carros nos EUA

Intercâmbio para Austrália tem aulas de surf e yoga

Intercâmbio propõe experiencias diferencias para quem deseja estudar inglês

Intercâmbio para Austrália tem aulas de surf e yoga

Mudança de perfil no ensino superior

Neste preâmbulo, valho-me de duas valiosas e até antagônicas metáforas da sabedoria popular.


A importância do curso profissionalizante contra o desemprego

Recentemente ocorreu em São Paulo o mutirão pelo emprego, organizado pelo Sindicato dos Comerciários.

A importância do curso profissionalizante contra o desemprego

Governo Federal detalha regras do ensino domiciliar

Pais ou responsáveis ficarão encarregados de apresentar um plano pedagógico individual

Governo Federal detalha regras do ensino domiciliar

O Apocalipse da Educação no Brasil

Pedagoga descreve em artigo a situação da educação no Brasil em meio a tantas mudanças.

O Apocalipse da Educação no Brasil

Belo Horizonte recebe pós-graduação em Tecnologia Cervejeira

Estado terminou 2018 com 112 cervejarias. A profissionalização é outro passo importante para a consolidação do setor.

Belo Horizonte recebe pós-graduação em Tecnologia Cervejeira

Ensino médio terá empreendedorismo e investigação científica

Novo modelo de ensino será implementado nas escolas do país até 2021

Ensino médio terá empreendedorismo e investigação científica

Prazo para renegociar dívida do Fies começa dia 29 de abril

Os estudantes terão três meses para solicitar a renegociação da dívida

Prazo para renegociar dívida do Fies começa dia 29 de abril