Portal O Debate
Grupo WhatsApp

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é para todos brasileiros

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é para todos brasileiros

15/09/2020 Leonardo Taveira

Quando falamos sobre educação, não podemos deixar de considerar os avanços e conquistas que o cenário brasileiro tem vivenciado.

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é para todos brasileiros

Contudo, sabemos ainda que tem muito a ser feito e que o caminho diante de nós é de grandes desafios a serem superados.

E se as muitas conquistas que precisamos alcançar na educação exigem de nós uma série de fatores como conhecimento, adaptação, flexibilização e tantos outros. Como proporcionar educação ao surdo que por tanto tempo viveu e ainda vive às margens da sociedade que é majoritariamente ouvinte? Como podemos considerar a inclusão social do surdo neste cenário educacional e cultural?

Sabemos também que em muitas escolas públicas e privadas em boa parte do país, não há uma educação que busca capacitar o surdo a aprender sua própria língua. Quanto mais capacitar a criança ouvinte na língua de sinais. Afinal de contas, quando falamos sobre inclusão, precisamos considerar também a partir da perspectiva do surdo.

Apesar de ser grande a deficiência no ambiente educacional, e aqui abordo especificamente a inclusão do surdo, essa realidade começou a ganhar força de mudança quando ficou determinado pela lei 10.436 de 24 de abril de 2002, que Libras seria reconhecida como língua oficial da comunidade surda do Brasil.

A partir de então começamos a dar passos para que de fato o surdo ganhe “voz” em nossa sociedade. Entretanto, quando direcionamos nosso olhar para a realidade do surdo vivendo numa sociedade majoritariamente ouvinte, iremos conseguir perceber o enorme esforço que ele faz para ser incluído, em diversos aspectos da sociedade, seja econômico, cultural e educacional.

Ainda que de maneira sucinta, abordamos sobre os avanços da educação, também sobre a realidade do surdo nos diferentes contextos sociais, e o esforço feito para que esta comunidade seja reconhecida ganhando visibilidade e voz. Mas o ouvinte? Qual tem sido o esforço por parte da sociedade ouvinte em aprender Libras para se comunicar e conviver mais com os surdos?

Sabemos que essa é uma realidade um pouco distante. E mesmo que muitos não tenham este interesse, isto é, de aprender Libras, a lei brasileira está posta para se valer. Como também, instituições públicas e privadas se preparando cada vez mais para que seja muito melhor, e porque não dizer, mais ‘normal’ o convívio entre ouvintes e surdos usufruindo a mesma comunicação, a saber, Libras.

Por tantos aspectos que aos poucos começam a ser considerados para a inclusão do surdo, é bom vislumbrar uma realidade, ainda que um pouco remota, onde o ouvinte se envolve de maneira ativa buscando conhecer a língua brasileira de sinais e com isso possibilitando de fato uma realidade em que a comunicação de Libras possa se fazer para todos os brasileiros.

* Leonardo Taveira é professor do curso de Pedagogia do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: PG1 Comunicação



Enem: 6 dicas para aumentar o foco

É muito comum se distrair enquanto estamos estudando.

Enem: 6 dicas para aumentar o foco

Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem

Qualidade na educação é um conceito complexo que pode se modificar conforme o contexto, os valores, a cultura e a identidade de cada local.

Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem

Um em cada dez estudantes já foi ofendido nas redes sociais, mostra IBGE

A coleta dos dados foi feita antes da pandemia, entre abril e setembro de 2019.

Um em cada dez estudantes já foi ofendido nas redes sociais, mostra IBGE

Senai abre inscrições para o Grand Prix de inovação

Desafios terão de ser resolvidos por estudantes.


Brincadeiras para fazer no Dia Mundial da Alfabetização

Para que o processo de alfabetização ocorra, as crianças precisam se conscientizar dos sons das palavras.

Brincadeiras para fazer no Dia Mundial da Alfabetização

Novo modelo de gestão para personalizar o ensino vai além da tecnologia

Precisamos falar de transformação digital. Ou melhor, precisamos traduzir a transformação digital (TD) para sua expressão mais completa e abrangente.

Novo modelo de gestão para personalizar o ensino vai além da tecnologia

O impacto das novas gerações nos modelos escolares

Seja nas instituições de ensino públicas ou privadas, a chegada de uma nova geração às salas de aula afeta os modelos escolares.

O impacto das novas gerações nos modelos escolares

Fundação Dom Cabral e Cotemig concedem bolsas de estudos para jovens de baixa renda

As oportunidades serão para Ensino Médio Técnico e graduação na área tecnológica.


Instituto Ling concede 25 bolsas de estudos para jovens brasileiros

Somente neste ano, a entidade investiu US$ 589 mil para auxiliar jornalistas, advogados, administradores, engenheiros e economistas a estudarem nos Estados Unidos e na Europa.

Instituto Ling concede 25 bolsas de estudos para jovens brasileiros

Técnicas para se concentrar nos estudos ouvindo música

Muitos alunos têm dúvidas se ouvir música durante os estudos pode melhorar o desempenho.

Técnicas para se concentrar nos estudos ouvindo música

Dicas para ajudar os pais na hora de fazer a matrícula dos filhos

Saiba o que considerar na hora de escolher a escola ideal, levando em conta questões como valores, religião, distância e formação dos professores.

Dicas para ajudar os pais na hora de fazer a matrícula dos filhos

Estímulo para o ensino de crianças se baseia no despertar de seu interesse

Um dos grandes desafios dos profissionais que lidam com o ensino infantil também passou a ser responsabilidade dos pais.

Estímulo para o ensino de crianças se baseia no despertar de seu interesse