Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Ano letivo só vai acabar em 2013

Ano letivo só vai acabar em 2013

27/07/2012 Da Redação

A greve dos professores das universidades federais já dura 72 dias e aumenta a probabilidade de que o calendário letivo de 2012 tenha que ser estendido até o início de 2013.

Na maioria das 57 instituições, a paralisação teve início antes do encerramento do primeiro semestre. Com isso, quando a greve terminar, será necessário concluir as atividades para só então dar início ao segundo semestre de 2012.

O reitor da Universidade de Brasília (UnB), José Geraldo, explica que, quando a greve for encerrada, o calendário deverá ser reorganizado. “O semestre letivo não coincide com o ano fiscal. É provável que a gente entre [com as atividades letivas] em 2013 com a reposição. Mas já vivemos experiências de outras greves em que foi possível organizar isso de modo qualificado”, disse.

Muitos reitores descartam a possibilidade de cancelar o semestre e apostam na reposição. Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), os professores encerraram as atividades antes da paralisação, mas o semestre não foi oficialmente finalizado porque a maioria não lançou as notas no sistema.

Como as aulas foram concluídas, o reitor Carlos Alexandre Netto acha que não será necessário comprometer as férias de janeiro com a reposição – isso se a greve não se prolongar por muito tempo.

Além dos professores, os técnicos administrativos das universidades federais estão em greve desde 11 de junho. Em algumas universidades, a paralisação dos servidores também atrapalha o calendário, já que serviços como o lançamento de notas e matrículas podem ficar comprometidos.

O governo espera resolver a situação com os professores para depois iniciar a negociação com os técnicos.

Até a próxima segunda-feira, dia 30, professores se reunirão em assembleias para deliberar sobre o fim da greve. Até o momento, docentes de pelo menos 12 universidades federais já rejeitaram a proposta apresentada pelo governo e mantiveram a paralisação.

Fonte: Agência Brasil



Quantas horas o brasileiro precisa trabalhar para pagar curso superior?

O Cuponation levantou o tempo necessário para a mensalidade dos cursos mais procurados

Quantas horas o brasileiro precisa trabalhar para pagar curso superior?

O brincar: da imaginação ao conhecimento

O mês das crianças propõe uma reflexão e um momento de olhar para a infância.

O brincar: da imaginação ao conhecimento

Inep divulga os locais de provas do Enem

Recomendação é que estudante imprima cartão de confirmação.

Inep divulga os locais de provas do Enem

Governo de Minas nomeia mais de mil novos professores

Foram nomeados os professores classificados nos concursos realizados em 2014 e 2017.

Governo de Minas nomeia mais de mil novos professores

Agradeça a um professor hoje

O mundo mudou e, consequentemente, a Educação também.

Agradeça a um professor hoje

Intercâmbio no ensino médio enriquece currículo e prepara para o mercado

Entre os países mais procurados, Canadá e Estados Unidos aparecem no topo da lista, seguido por Inglaterra, Irlanda e Austrália.

Intercâmbio no ensino médio enriquece currículo e prepara para o mercado

Aluno não é todo mundo

“Você não é todo mundo”.


A importância da educação financeira na infância

Para quem acompanha os números do mercado, não há como negar: a ausência de uma educação financeira para as gerações anteriores foi bastante maléfica.


Como as crianças pequenas aprendem inglês?

Por se tratar de um dos idiomas mais falados no mundo, a língua inglesa facilitou de forma considerável a comunicação entre as pessoas.

Como as crianças pequenas aprendem inglês?

Programa do MEC abrirá 1,5 milhão de vagas em educação profissional

As vagas deverão ser ofertadas tanto no ensino médio quanto para jovens e adultos que já estão fora da escola.

Programa do MEC abrirá 1,5 milhão de vagas em educação profissional

MEC libera 679 bolsas de pós-graduação

Todas as bolsas serão ofertadas em cursos nota 4, com tendência de melhora.

MEC libera 679 bolsas de pós-graduação

Família e escola: mãos dadas pela educação

A grande verdade é que a educação das crianças é compartilhada entre pais e escola.

Família e escola: mãos dadas pela educação