Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Ano letivo só vai acabar em 2013

Ano letivo só vai acabar em 2013

27/07/2012 Divulgação

A greve dos professores das universidades federais já dura 72 dias e aumenta a probabilidade de que o calendário letivo de 2012 tenha que ser estendido até o início de 2013.

Na maioria das 57 instituições, a paralisação teve início antes do encerramento do primeiro semestre. Com isso, quando a greve terminar, será necessário concluir as atividades para só então dar início ao segundo semestre de 2012.

O reitor da Universidade de Brasília (UnB), José Geraldo, explica que, quando a greve for encerrada, o calendário deverá ser reorganizado. “O semestre letivo não coincide com o ano fiscal. É provável que a gente entre [com as atividades letivas] em 2013 com a reposição. Mas já vivemos experiências de outras greves em que foi possível organizar isso de modo qualificado”, disse.

Muitos reitores descartam a possibilidade de cancelar o semestre e apostam na reposição. Na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), os professores encerraram as atividades antes da paralisação, mas o semestre não foi oficialmente finalizado porque a maioria não lançou as notas no sistema.

Como as aulas foram concluídas, o reitor Carlos Alexandre Netto acha que não será necessário comprometer as férias de janeiro com a reposição – isso se a greve não se prolongar por muito tempo.

Além dos professores, os técnicos administrativos das universidades federais estão em greve desde 11 de junho. Em algumas universidades, a paralisação dos servidores também atrapalha o calendário, já que serviços como o lançamento de notas e matrículas podem ficar comprometidos.

O governo espera resolver a situação com os professores para depois iniciar a negociação com os técnicos.

Até a próxima segunda-feira, dia 30, professores se reunirão em assembleias para deliberar sobre o fim da greve. Até o momento, docentes de pelo menos 12 universidades federais já rejeitaram a proposta apresentada pelo governo e mantiveram a paralisação.

Fonte: Agência Brasil



Como formar indivíduos criativos e inovadores nas escolas do Século XXI

Se os estudantes não são mais os mesmos, logo, não faz mais sentido termos um ensino tradicional.

Como formar indivíduos criativos e inovadores nas escolas do Século XXI

Rede Minas amplia sinal para mais 85 municípios

Objetivo é garantir acesso ao programa "Se Liga na Educação".

Rede Minas amplia sinal para mais 85 municípios

Governo prorroga prazo de inscrição do Enem até dia 27

O valor da taxa de inscrição é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio.

Governo prorroga prazo de inscrição do Enem até dia 27

Reformulando a forma de ensinar durante a pandemia

O professor tem aprendido neste período que, mesmo à distância, pode continuar ensinando.

Reformulando a forma de ensinar durante a pandemia

6 dicas para a família se acostumar melhor ao ensino remoto

Estamos nos habituando ao ensino remoto aos poucos.

6 dicas para a família se acostumar melhor ao ensino remoto

Mapa do Ensino Superior aponta maioria feminina e branca

Estudo mostra o perfil do estudante universitário brasileiro.

Mapa do Ensino Superior aponta maioria feminina e branca

ENEM 2020: Adiar pode ser ainda pior do que manter a data

Adiar o ENEM dá carta branca para a educação deixar de buscar formas de superar o desafio atual


Desafios no ensino remoto

O papel principal dessa reestruturação é o suporte e a orientação que deve partir da escola para com os pais.

Desafios no ensino remoto

6 dicas para os professores conquistarem os alunos nas aulas online

Recursos simples garantem a atenção dos estudantes.

6 dicas para os professores conquistarem os alunos nas aulas online

Olimpíada de Matemática é adiada para setembro por Covid-19

Com 18 milhões de inscritos, OBMEP 2020 registrou número recorde de municípios inscritos.

Olimpíada de Matemática é adiada para setembro por Covid-19

Ensino a distância durante a pandemia: eficaz ou entretenimento?

Quem diria que a transformação digital iria chegar para todos de uma maneira tão abrupta!

Ensino a distância durante a pandemia: eficaz ou entretenimento?

O desafio do ensino superior frente as restrições de atividades presenciais

O setor de educação será um dos que precisarão se reinventar para conseguir superar os desafios impostos pela pandemia mundial.