Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Aprenda a conquistar a sua plateia

Aprenda a conquistar a sua plateia

23/08/2014 Divulgação

Fazer uma apresentação não se resume ao conteúdo apresentado, mas sim na sua postura em frente ao público.

O conteúdo é muito importante na hora de apresentar palestras, congressos, trabalhos artigos etc., mas a forma com a qual o apresentador se comporta em frente à plateia – seja ela de três, quatro, cem ou mil pessoas - é ainda mais importante para tornar o assunto interessante aos que assistem.

Michel Soares, especialista em oratória e há mais de cinco anos treina pessoas que não conseguem ter uma boa desenvoltura na hora de se expressarem verbalmente, comenta que existem algumas atitudes que podem ser feitas para o apresentador conquistar de vez a sua plateia – e que conquistar esse feito pode ser mais fácil do que todos imaginam.

“Muitas das pessoas que entram em contato comigo dizem que travam na hora de falar em público, não sabem como começar a apresentação, não se sentem seguros para possíveis perguntas do público. Porém, a partir do momento em que elas entendem que ao sentirem-se confiantes e seguras palestras tornam-se muito mais atraentes, as coisas ficam mais fáceis”, explica Soares.

Mas dizer que é preciso ser “confiante” ou “seguro” para apresentar uma boa palestra é algo muito vago. Sabendo disso, Soares preparou algumas dicas que podem ser seguidas por todos para melhorar suas performances – e conquistar de vez o público.

“Uma coisa que sempre digo é: surpreenda as pessoas. Ofereça mais que a plateia esta esperando. Pode ser por meio de dados curiosos ou intrigantes – verídicos, é claro -, contando alguma história, etc. Treine antes com pessoas conhecidas e perceba o que mais captura a atenção dos que lhe ouvem”, comenta o especialista.

Outro ponto importante é fazer pausas e criar um colorido na apresentação modulando o seu tom de voz e dando ênfase as palavras (treine antes) e construir um roteiro sobre o que será dito. Apresentações que apenas "jogam" informações para os ouvintes sem contextualização ou significado são cansativas. “Para evitar isso, faça uma introdução que exemplifique aquilo que você quer transmitir. Uma ideia é utilizar pessoas do próprio público como personagens, esse é um método que entretém a audiência e auxilia no entendimento do conteúdo”, sugere Soares.

Também é legal sempre estudar sobre a sua audiência antes de fazer uma apresentação. “O público é formado majoritariamente por alunos de alguma universidade? Executivos? Professores? Pais? Tenha essas informações contigo – e ao iniciar a apresentação, mostre que você sabe o que é importante para eles e o motivo de estar ali – ou seja, como eles podem tirar proveito de sua palestra”, ressalta.

Além da sua postura, o material de apoio também serve para prender a atenção do público. Power points cheios de texto, letras pequenas, sem imagens ou com muitos efeitos fazem com que as pessoas não prestem atenção. “Hoje já é possível fazer um material de apoio muito legal, então capriche nisso”, exalta Soares.

E por último, mas não menos importante, tenha sempre um plano B. “Se der problema no computador ou a internet não funcionar, tenha cópias impressas do que deverá ser dito, e, é claro, deixe sempre seu contato e demais informações no final da palestra para que as pessoas possam tirar dúvidas, criticar ou elogiar seu desempenho”, conclui o especialista.



Não percam “Educação e Isolamento Social”

A próxima live será dia 28, às 11 horas com o tema "Como incentivar o contato das crianças com a natureza" 


Valorizamos mesmo a Educação?

Valorizar e fazer valer os discursos em prol da Educação seria, nesse momento, primordial.

Valorizamos mesmo a Educação?

Sisu oferecerá vagas em cursos de ensino a distância

As vagas são oferecidas com base nas notas do Enem.

Sisu oferecerá vagas em cursos de ensino a distância

Autonomia e independência das crianças durante o isolamento

As crianças podem aproveitar o período de isolamento, provocado pela pandemia da Covid-19, para desenvolver a autonomia e a independência.


Como formar indivíduos criativos e inovadores nas escolas do Século XXI

Se os estudantes não são mais os mesmos, logo, não faz mais sentido termos um ensino tradicional.

Como formar indivíduos criativos e inovadores nas escolas do Século XXI

Rede Minas amplia sinal para mais 85 municípios

Objetivo é garantir acesso ao programa "Se Liga na Educação".

Rede Minas amplia sinal para mais 85 municípios

Governo prorroga prazo de inscrição do Enem até dia 27

O valor da taxa de inscrição é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio.

Governo prorroga prazo de inscrição do Enem até dia 27

Reformulando a forma de ensinar durante a pandemia

O professor tem aprendido neste período que, mesmo à distância, pode continuar ensinando.

Reformulando a forma de ensinar durante a pandemia

6 dicas para a família se acostumar melhor ao ensino remoto

Estamos nos habituando ao ensino remoto aos poucos.

6 dicas para a família se acostumar melhor ao ensino remoto

Mapa do Ensino Superior aponta maioria feminina e branca

Estudo mostra o perfil do estudante universitário brasileiro.

Mapa do Ensino Superior aponta maioria feminina e branca

ENEM 2020: Adiar pode ser ainda pior do que manter a data

Adiar o ENEM dá carta branca para a educação deixar de buscar formas de superar o desafio atual


Desafios no ensino remoto

O papel principal dessa reestruturação é o suporte e a orientação que deve partir da escola para com os pais.

Desafios no ensino remoto