Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Diferença geracional: professores x alunos

Diferença geracional: professores x alunos

12/11/2020 Fabiana Kadota Pereira

As diferenças entre professores e alunos sempre existiram e vão muito além dos papéis “mestre” e “aprendiz”.

Diferença geracional: professores x alunos

A reforma trabalhista prorrogou a permanência do professor na sala de aula e os avanços tecnológicos, tendo como consequência as novas metodologias que aumentaram os desafios a serem enfrentadas pela docência.

Professores mais velhos, que podem apresentar uma diferença de três, quatro ou até cinco décadas em relação a idade de seus alunos, sofrem ainda mais na aproximação e compreensão dos conteúdos, metodologias, tecnologias, comportamento, linguagens e interesses.

Os conflitos são inevitáveis: alunos agitados, ansiosos, questionadores e muitas vezes sem limites, em contraponto a professores educados tradicionalmente. A convivência pode se tornar insustentável. Um professor exausto, no seu limite físico e mental, pode gerar um cenário de caos: cenas de conflitos, desgastes e pouco aprendizado. Um ambiente de enfrentamento, onde o processo de ensino/aprendizagem fica em segundo plano.

Como preparar o campo da aprendizagem com tantas diferenças? Sem dúvida um dos grandes desafios do milênio: o inevitável encontro entre diferentes gerações. Como preparar os jovens e adultos para este desafio? Como encontrar o equilíbrio entre os saberes, os contextos e os interesses?

Ser professor, nas próximas décadas, é descobrir constantemente na própria experiência a habilidade do fazer, ensinar e aprender. Apostar na capacidade de se reinventar e aceitar o novo sem perder a essência da docência. As novas gerações estão em acelerada transformação. Tudo se conecta, se faz e desfaz com extrema rapidez e facilidade.

De um lado, temos o imediatismo e a irreverência do jovem aluno sendo interpretados como desinteresse; na outra ponta encontramos um professor com 20, 25 ou 30 anos de docência por vezes desmotivado e pouco disposto a se adaptar ao novo.

Há solução? O primeiro passo deve ser o incentivo e a realização de programas de formação continuada que tenham como foco a mudança destes paradigmas, mostrando que neste novo processo de ensino/aprendizagem não existe o certo ou o errado, mas sim o adequado.

* Fabiana Kadota Pereira é especialista em Recreação e Lazer; professora nos cursos de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física  do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Pg1 Comunicação



Enem: 6 dicas para aumentar o foco

É muito comum se distrair enquanto estamos estudando.

Enem: 6 dicas para aumentar o foco

Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem

Qualidade na educação é um conceito complexo que pode se modificar conforme o contexto, os valores, a cultura e a identidade de cada local.

Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem

Um em cada dez estudantes já foi ofendido nas redes sociais, mostra IBGE

A coleta dos dados foi feita antes da pandemia, entre abril e setembro de 2019.

Um em cada dez estudantes já foi ofendido nas redes sociais, mostra IBGE

Senai abre inscrições para o Grand Prix de inovação

Desafios terão de ser resolvidos por estudantes.


Brincadeiras para fazer no Dia Mundial da Alfabetização

Para que o processo de alfabetização ocorra, as crianças precisam se conscientizar dos sons das palavras.

Brincadeiras para fazer no Dia Mundial da Alfabetização

Novo modelo de gestão para personalizar o ensino vai além da tecnologia

Precisamos falar de transformação digital. Ou melhor, precisamos traduzir a transformação digital (TD) para sua expressão mais completa e abrangente.

Novo modelo de gestão para personalizar o ensino vai além da tecnologia

O impacto das novas gerações nos modelos escolares

Seja nas instituições de ensino públicas ou privadas, a chegada de uma nova geração às salas de aula afeta os modelos escolares.

O impacto das novas gerações nos modelos escolares

Fundação Dom Cabral e Cotemig concedem bolsas de estudos para jovens de baixa renda

As oportunidades serão para Ensino Médio Técnico e graduação na área tecnológica.


Instituto Ling concede 25 bolsas de estudos para jovens brasileiros

Somente neste ano, a entidade investiu US$ 589 mil para auxiliar jornalistas, advogados, administradores, engenheiros e economistas a estudarem nos Estados Unidos e na Europa.

Instituto Ling concede 25 bolsas de estudos para jovens brasileiros

Técnicas para se concentrar nos estudos ouvindo música

Muitos alunos têm dúvidas se ouvir música durante os estudos pode melhorar o desempenho.

Técnicas para se concentrar nos estudos ouvindo música

Dicas para ajudar os pais na hora de fazer a matrícula dos filhos

Saiba o que considerar na hora de escolher a escola ideal, levando em conta questões como valores, religião, distância e formação dos professores.

Dicas para ajudar os pais na hora de fazer a matrícula dos filhos

Estímulo para o ensino de crianças se baseia no despertar de seu interesse

Um dos grandes desafios dos profissionais que lidam com o ensino infantil também passou a ser responsabilidade dos pais.

Estímulo para o ensino de crianças se baseia no despertar de seu interesse