Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Educação: a única saída para criarmos um país inovador

Educação: a única saída para criarmos um país inovador

25/01/2019 Alexandre Pierro

Investir em capital humano é a saída para as empresas, afirma especialista.

Educação: a única saída para criarmos um país inovador

A inovação é hoje uma das principais ferramentas de crescimento, tanto de empresas quanto de nações. Inovar se tornou a chave para expandir o mindset de empresários de maneira a enxergar novas saídas para antigos problemas e, sobretudo, driblar as crises locais e mundiais.

A economia nunca dependeu tanto de um modo de pensar inovador. Entretanto, inovar depende muito mais das pessoas do que de tecnologias, como dita nosso preconceito natural. É por isso que, mesmo investindo em processos e tecnologias, ainda é preciso dar um passo importante rumo ao investimento em capital humano.

Em um país onde a educação é um problema constante, o Brasil está ficando para trás em inovação justamente porque falta ao brasileiro um espírito de eterno estudante, antes do espírito do arrojado empreendedor. Inovar demanda se atualizar, estar em constante movimento de aprendizado, deixando a mente fértil para receber ideias novas.

Trabalhador o brasileiro sempre foi. Porém, a nutrição de conhecimentos e pensamentos inovadores ainda é fraca, porque temos péssimos incentivos ao aprendizado. Isso se reflete até mesmo nos cursos disponíveis em universidades. Até existem formações, mas elas são poucas, nem sempre bem certificadas, e quase sempre falta um guia direcional para o estudante se desenvolver em inovação.

Não existe mudança de paradigma sem capacitação de gente. Mudar milhares de processos não vai adiantar nada se a mente de quem movimenta a empresa não mudar. Inclusive, se atualizar nem sempre é fazer uma nova faculdade. Cursos livres, ler livros, buscar especializações, programas de inovação, é até mais importante que as velhas formas de estudar.

Nós ainda acreditamos que, ao completar uma faculdade, está tudo resolvido e que agora só é preciso trabalhar até se aposentar. Mas, as coisas não são mais assim. É preciso mudar esse jeito de ver o estudo: como uma etapa chata a ser vencida e esquecida.

Assim, investir em capital humano é a saída para as empresas. Porém, antes disso, é preciso investir na mudança de paradigma de aprendizado e educação do brasileiro. Fazer isso demanda tempo e esforço, e com certeza precisa partir de diversas partes: empresas, governo e, acima disso, de cada profissional.

Quando uma empresa busca inovar, ela precisa fazer isso primeiro com seus colaboradores, em seguida em seus processos, e aí sim estar pronta para lidar com novas tecnologias e ideias. É um processo que, se não partir da educação, será apenas uma iniciativa sem seguimento, rasa. Essa é a única maneira efetiva de inovar.

Texto: Alexandre Pierro - engenheiro mecânico, bacharel em física aplicada pela USP e fundador da PALAS, consultoria em gestão da qualidade e inovação.



Inscrições abertas: programa de estágio da VLI

Estudantes dos níveis técnico e superior podem concorrer a mais de 30 oportunidades.


Escola do Sebrae abre inscrições para curso técnico em Administração gratuito

Jovens da rede pública podem se inscrever até o dia 10 de dezembro. Serão oferecidas 165 vagas.


Brasil não registra avanços em ranking mundial de educação

Exame mede desempenho de jovens de 15 anos em Leitura, Matemática e Ciência.

Brasil não registra avanços em ranking mundial de educação

Vagas para estagiários e aprendizes crescem de janeiro a outubro

De janeiro a outubro houve aumento de 3,7% do número de vagas.

Vagas para estagiários e aprendizes crescem de janeiro a outubro

Meu bebê está indo para a escola. E agora?

O processo de separação será realmente difícil.

Meu bebê está indo para a escola. E agora?

Curso de Mediação Extrajudicial

Curso inovador em Belo Horizonte analisará a aplicação da mediação no mundo do trabalho e sindical.


Cresce inadimplência em escolas particulares do país

Inadimplência de alunos é de 5,9% no 1º semestre, revela pesquisa.

Cresce inadimplência em escolas particulares do país

Hospitais de ensino recebem R$ 57,6 milhões

Os recursos foram liberados pelo Ministério da Saúde e deve beneficiar 39 instituições de saúde no país, que poderão investir em obras e ampliar número de consultas, cirurgias e exames.

Hospitais de ensino recebem R$ 57,6 milhões

Motive seus filhos na reta final dos estudos

O fim do ano está próximo e com isso o final do ano letivo.

Motive seus filhos na reta final dos estudos

MEC lança aplicativo do ID Estudantil

Com o ID Estudantil, os estudantes passam a ter a opção de emitir uma carteirinha digital gratuita.

MEC lança aplicativo do ID Estudantil

MEC anuncia 54 escolas selecionadas para o programa cívico-militar

Governo vai investir R$ 54 milhões em recursos, sendo R$ 1 milhão do para cada escola selecionada.


A escola que deveríamos ter tido

Os desafios do mundo pós-moderno sempre foram os mais variados.

A escola que deveríamos ter tido