Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Educação superior pública chega ao interior

Educação superior pública chega ao interior

17/01/2008 Divulgação

José Clementino Neto é professor de português da rede municipal de Aracoiaba, interior do Ceará. Aos 27 anos, realiza o sonho de criança, quando via os professores como heróis.

"Na segunda série, eu não sabia ler, mas a professora de português dedicou-me atenção especial. Hoje, adoro ler", assegura. Tanara Machado, 19, mora em Santana do Livramento, na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai. Ela se prepara para cursar pedagogia.

Tanto Clementino quanto Tanara conseguiram vaga na Universidade Aberta do Brasil (UAB), rede de instituições federais que oferecem cursos de educação superior a distância.

 

Santana do Livramento e Aracoiaba nunca tiveram oferta de educação superior pública. Com a chegada da UAB, Tanara e Clementino aproveitaram a oportunidade e estão ansiosos para receber o diploma de uma universidade federal. "A Universidade Aberta está aí para mostrar que uma educação de qualidade pode chegar ao interior do país", diz Clementino. O estudante de letras (português) pensou em deixar sua cidade para estudar na capital, mas conseguiu passar no vestibular da Universidade Federal do Ceará (UFC). Ele já tinha iniciado o curso em uma faculdade privada da cidade, mas não teve condições de pagar pela conclusão.

 

Para Tanara, tudo é novo. "É a minha primeira vez numa universidade. Nunca pensei que pudesse estudar de graça", comemora. O curso de pedagogia do poló de Santana do Livramento é vinculado à Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Por isso, a mãe de Tanara, a diarista Geneci Machado, 50, não precisa se preocupar. "Minha outra filha se formou em direito após dez anos. Vendi até a geladeira e a televisão para pagar as mensalidades", conta, emocionada.

 

A escolha do curso a distância não se deveu apenas à gratuidade. Tanara e Clementino acreditam que essa modalidade de ensino permite, além da flexibilidade de horários, um comprometimento maior com os estudos. "Como não há a presença diária do professor, pesquisamos muito mais e aprofundamos as disciplinas", diz Clementino, que inicia o segundo semestre em março.

 

Tanara também começa a estudar em março e não esconde a expectativa. "Quero que comece logo porque vou dividir o que aprender com as crianças. Vou me dedicar muito", garante. Ela já conseguiu um estágio na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Santana do Livramento e vai ajudar a ensinar crianças com necessidades especiais. "Sem a entrada na universidade, isso não seria possível", destaca.

 

Pólos - Nos pólos de apoio presencial, os alunos freqüentam aulas mensais, na presença do professor, e podem utilizar os laboratórios de ensino e pesquisa. "Eles podem vir quando quiserem", explica João Antero, coordenador do pólo de Aracoiaba, que funciona desde julho de 2006 e hoje reúne 94 alunos nos cursos de letras, administração e licenciatura em química.

 

Em Santana do Livramento, o pólo está aberto desde agosto de 2007. Os alunos cursam agricultura familiar, pedagogia, especialização nas tecnologias da informação e comunicação (TIC) e em educação especial. Para Antero, o maior ganho da Universidade Aberta é a descentralização da educação superior pública. "Considero o aspecto de inclusão. A universidade estava muito centralizada na capital, e muitas famílias não têm condições de sustentar um filho fora da cidade. A UAB vai de encontro a essa ansiedade".

Fonte: MEC



O tsunami da inovação que desafia instituições de ensino e gestores

"Não vivemos uma era de mudança. Vivemos uma mudança de era".

O tsunami da inovação que desafia instituições de ensino e gestores

Correções no ‘antigo’ Ensino Médio proporcionam um novo futuro para os jovens

A escolha da escola deve estar vinculada ao que o aluno anseia para seu futuro.

Correções no ‘antigo’ Ensino Médio proporcionam um novo futuro para os jovens

Educação e política. Importantes, desde que em separado

Fechamento das escolas é a consequência, não a causa da incapacidade brasileira de fazer melhor

Desde meados dos anos 1970, a evidência dos retornos da educação não parece mais ser segredo.

Fechamento das escolas é a consequência, não a causa da incapacidade brasileira de fazer melhor

Inscrições abertas para o Programa Desafio Escolar

Jovens de 15 até 18 anos e professores podem participar de projeto pedagógico que conecta games e o ensino de Ciência, Tecnologia, Humanidades, Engenharia e Matemática.


Escola de negócios oferece 10 mil bolsas de estudo em curso de Excel para jovens

Voitto tem como objetivo ser uma impulsionadora na vida profissional das pessoas, principalmente para jovens que buscam o primeiro emprego.

Escola de negócios oferece 10 mil bolsas de estudo em curso de Excel para jovens

MIT oferece bolsa de estudo integral para áreas de Engenharia e Ciências da Vida

Fundação TMVL cria bolsa permanente e anual com prioridade para estudantes do Insper e da Faculdade Albert Einstein do Brasil.

MIT oferece bolsa de estudo integral para áreas de Engenharia e Ciências da Vida

Multinacional finlandesa abre inscrições para programa de estágio

Valmet abre vagas para universitários nas três unidades no Brasil: Araucária (PR), Belo Horizonte (MG) e Sorocaba (SP).


Universidade lança cursos gratuitos online na área de tecnologia

Participantes não precisam ter conhecimento prévio; cursos fornecem certificado após a conclusão.

Universidade lança cursos gratuitos online na área de tecnologia

Empreendedorismo e a arte de sonhar

Sabe aquele empurrão que recebemos vez ou outra na vida?

Empreendedorismo e a arte de sonhar

Enem: 6 dicas para aumentar o foco

É muito comum se distrair enquanto estamos estudando.

Enem: 6 dicas para aumentar o foco

Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem

Qualidade na educação é um conceito complexo que pode se modificar conforme o contexto, os valores, a cultura e a identidade de cada local.

Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem