Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Estudar com prazos, funciona?

Estudar com prazos, funciona?

29/05/2017 Charles Peterson Rezende

Especialista ensina técnicas para estudar com prazos e desafios inspiradores.

Estudar com prazos, ou seguir uma frequência de estudos mais relaxada e sem pressão? Constantemente enfrentamos desafios e assim é colocada a teste nossa motivação e dedicação ao objetivo. Seja para uma prova, ou concurso, independente da razão, sua motivação precisa estar toda focada no seu objetivo.

Um jogo fácil é sem graça. Nós, seres humanos, somos movidos por desafios, somos inspirados pela vontade de vencer. Isso é o que afirma o Professor de Técnicas de Estudo e especialista em concursos públicos Charles Peterson, ressaltando que adoramos descobrir novos horizontes, conhecer novos lugares e conquistar vitórias. E isso tem totalmente ligação com a motivação para os estudos.

É mais comum do que parece, estudantes terem bastante tempo para estudar e não o fazerem. Devido à falta de prazo ou edital publicado o desafio desaparece. Sem uma meta a ser alcançada, o estudo fica muito tedioso e sem motivação. “Estudar com prazo bem definido gera engajamento, o que torna o dia a dia de estudo muito mais dinâmico, pois, com um prazo estabelecido, não há tempo a perder. Quanto mais envolvido com o projeto você estiver, mais motivado ficará”, explica o especialista.

E como conseguir essa motivação? Como seguir os prazos? O especialista ajuda. Charles Peterson conta que todos somos motivados por desafios e para ajudar, ele costuma aconselhar seus alunos: “Peço a eles que estabeleçam um prazo para dominar o conteúdo programático de seu estudo, bem como um prazo para passarem na prova. Dessa forma, o estudo fica muito mais motivante porque o prazo gera uma pressão positiva para estudar”, ressalta o professor.

É de suma importância colocar no papel suas metas, fazer um planejamento do que você pretende conseguir em quanto tempo, sendo meses ou anos. Impondo uma meta, traçando um objetivo, você terá a motivação e o prazo para cumpri-lo. No meio desse tempo você pode fazer outras provas, ou tentar outros concursos, mas se aferre ao objetivo final e no prazo estipulado anteriormente.

Para não se perder, o especialista conta alguns passos importantes para estudar com esses prazos, lidando com os desafios.

1- Estabeleça o prazo para você dominar determinado conteúdo.

2- Crie desafios inspiradores como por exemplo: fazer um simulado por mês; uma revisão semanal de todos os tópicos já estudados; além do cronograma do dia, fazer 2 exercícios de português todos os dias; a cada semana, aumentar o número de exercícios diários de português; elaborar questões de leis que possuem poucos exercícios; fazer atividade física diariamente; privar-se de redes sociais em caso de não cumprir o cronograma de estudo; recompensar-se com programas agradáveis por ter cumprido a meta semanal; inserir sua preparação para concursos em uma visão mais ampla e inspiradora.

3- Estabeleça quantos concursos/provas irá fazer como número máximo para você passar. Charles Peterson ressalta que objetivo aqui é fazer você estudar com empenho, já que tem prazo para passar. Não quer dizer necessariamente que você irá desistir, caso não passe dentro deste prazo.

4- Tenha metas semanais de estudo. Antes da semana começar é muito bom que o aluno já tenha definido, pelo menos quantas horas vai estudar na semana; quais tópicos vai estudar e quantos exercícios vai fazer.

5- Queira passar nos primeiros lugares! Estabeleça uma meta desafiadora que irá exigir toda sua capacidade, foco e motivação!

* Charles Peterson Rezende Professor Empreendedor

www.charlespeterson.com.br 



Vlibras amplia em mais de 30% o número de sinais em 2 anos

Sistema de tradução do português para Libras conta com 21 mil sinais.

Vlibras amplia em mais de 30% o número de sinais em 2 anos

Inep divulga gabaritos oficiais do Enem 2021

Exame teve mais de 3,1 milhões de inscritos.

Inep divulga gabaritos oficiais do Enem 2021

Matrícula e mensalidade escolar: hora de buscar bons descontos

O planejamento na hora de definir sobre a matrícula em uma escola deve levar em conta diversos pontos, que vão além das questões geográficas e financeiras.

Matrícula e mensalidade escolar: hora de buscar bons descontos

Empreendedorismo na escola: aprendizagem por meio de erros

Novos modelos de negócios são criados a todo momento e a demanda on-line cresce aceleradamente.

Empreendedorismo na escola: aprendizagem por meio de erros

Aluna se inspira nos próprios aparelhos auditivos para escrever livro sobre inclusão

Estudante que convive com uma condição auditiva e neurológica atípica reflete acerca da aceitação e da discriminação no livro que produziu em programa literário realizado pela escola.

Aluna se inspira nos próprios aparelhos auditivos para escrever livro sobre inclusão

Faop será expandida para Guaxupé, no Sul de Minas

Presença da fundação estadual no município vai garantir formação qualificada em cursos de restauro.


A importância da educação em momentos de crise

A educação, que não teve tanto foco como as outras pastas, também foi diretamente impactada por essa crise.

A importância da educação em momentos de crise

Metaverso: a nova fronteira do ensino

Metaverso trata-se de envolver-se em espaços virtuais compartilhados, manifestados como ambientes 3D ou de realidade virtual imersiva.

Metaverso: a nova fronteira do ensino

Desatenção na sala de aula: uma solução para este problema constante

Nas escolas, são frequentes os relatos dos professores sobre os olhares dos estudantes “se perdem”, diante das explicações.

Desatenção na sala de aula: uma solução para este problema constante

Samsung anuncia vencedores da 8ª edição do Solve For Tomorrow

Programa busca desenvolver soluções inovadoras para Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática.

Samsung anuncia vencedores da 8ª edição do Solve For Tomorrow

Aumenta interesse de estudantes por ensino superior, diz pesquisa

Estudo foi encomendado por instituições privadas de educação superior.

Aumenta interesse de estudantes por ensino superior, diz pesquisa

“Round 6” e a saúde emocional de nossos jovens

Jogos tradicionais e brincadeiras infantis são uma parte fundamental da cultura de um povo.

“Round 6” e a saúde emocional de nossos jovens