Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Expandem planos para o projeto das escolas de fronteira

Expandem planos para o projeto das escolas de fronteira

09/08/2006 Divulgação

Os professores brasileiros e argentinos que lecionam nas dez escolas públicas, participantes do projeto “Escola Bilíngüe de Fronteira”, participam, nos dia 11 e 25 de agosto, da segunda das quatro etapas de formação previstas para este ano. O conteúdo da fase é “o que é bilingüismo”, onde ele se diferencia do estudo da segunda língua e como ele se insere no processo pedagógico. Desde sua criação, há um ano e meio, o projeto ocorre nas 1ª e 2ª séries do ensino fundamental.

No dia 11 de agosto, professores irão se reunir em Uruguaiana (RS), no dia 25 a reunião será em Foz do Iguaçu (PR). O objetivo é ensinar às crianças, que vivem na fronteira entre Brasil e Argentina, a segunda língua. No caso, professores brasileiros ensinam português para crianças argentinas e professores argentinos ensinam espanhol para crianças brasileiras. 

Mais importante que aprender a segunda língua, é o intercâmbio cultural que as escolas promovem entre estudantes dos dois países. Em dezembro deste ano, os técnicos dos ministérios da educação de ambos países discutirão formas de expansão do projeto. Além disso, também há previsão de implantar o bilingüismo também nas salas de 3ª série. 

Fonte: Ionice Lorenzoni



Volta às aulas antes da vacina: sim ou não?

Os pesquisadores do REPU afirmam que a alternativa segura ainda é manter as escolas fechadas.

Volta às aulas antes da vacina: sim ou não?

Governo de Minas cria o prêmio “Ideb Transformação”

Critérios para seleção foram publicados no Diário Oficial do Estado.


Pandemia muda forma de se preparar para o Enem

Situação de distanciamento social exige mais disciplina e autoconhecimento do candidato para se sair bem no exame.

Pandemia muda forma de se preparar para o Enem

Tecnologias digitais como abordagem educativa

Vivemos em uma sociedade em que a informatização é cada vez mais crescente e mostra-se presente em todas as áreas.

Tecnologias digitais como abordagem educativa

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é para todos brasileiros

Quando falamos sobre educação, não podemos deixar de considerar os avanços e conquistas que o cenário brasileiro tem vivenciado.

A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é para todos brasileiros

Ensino médio tem maior salto de qualidade desde 2005

Índice leva em conta aprovação de alunos e desempenho nas provas de matemática e português. Objetivo de 2019 era atingir nota 5, mas país chegou a 4,2.

Ensino médio tem maior salto de qualidade desde 2005

Os desafios e as novas oportunidades de aprendizagem

Sabemos que aprender é um aspecto relacionado ao desenvolvimento natural dos seres humanos.

Os desafios e as novas oportunidades de aprendizagem

Ensino híbrido como legado para o pós-pandemia

Dispor de computador e internet para a realização de estudos é uma realidade para poucos estudantes brasileiros. 

Ensino híbrido como legado para o pós-pandemia

Autoconhecimento e o restart de cada jornada

Sempre ouvimos que a vida passa rápido como um sopro.

Autoconhecimento e o restart de cada jornada

Número de alunos EaD cresceu 145%, nos últimos nove anos

Desenvolvimento social pode ser impulsionado com a abertura de novos polos educacionais.

Número de alunos EaD cresceu 145%, nos últimos nove anos

Número de alunos EaD cresceu 145%, nos últimos nove anos

Desenvolvimento social pode ser impulsionado com a abertura de novos polos educacionais.

Número de alunos EaD cresceu 145%, nos últimos nove anos

Protocolos de segurança na educação básica

Plano estratégico precisa de uma articulação política, respeitando as diretrizes do Município e/ou Estado.

Protocolos de segurança na educação básica