Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Fake news: como incentivar o uso consciente das redes sociais na escola?

Fake news: como incentivar o uso consciente das redes sociais na escola?

10/06/2021 Divulgação

É preciso criar projetos em sala de aula que estimulem a construção de cidadãos mais éticos e responsáveis.

Fake news: como incentivar o uso consciente das redes sociais na escola?

As novas gerações já estão crescendo imersas no mundo digital. E apesar de estarem familiarizadas com o uso de tecnologias, a maioria dos jovens ainda não consegue exercer uma leitura crítica dos conteúdos que são publicados na internet e diferenciar informações falsas de verdadeiras.

Essa foi a conclusão de um levantamento realizado pela DNPontocom por meio de inteligência artificial, apontando que os jovens são o grupo mais propenso a compartilhar notícias sem checar a fonte das informações. A pesquisa também mostrou que, dentre eles, 7 em cada 10 leem apenas o título das matérias que compartilham em redes sociais.

Para Maria Fernanda Silva Pinto, professora de filosofia e sociologia do Colégio Anglo Chácara Santo Antônio, isso se deve principalmente a modelos de discursos de autoridade, que constroem conteúdos que passam a ser aceitos como verdadeiros, não pela sua capacidade de explicar o mundo, mas pelas relações de poder que expressam. Esse quadro piora com o baixo índice de leitura e à falta de estímulo ao pensamento crítico que acompanha as novas gerações. Nesse sentido, a educadora afirma que as escolas têm o compromisso de incentivar reflexões e promover debates sobre o uso consciente e ético das plataformas digitais para todas as fases da educação.

“Trabalhar fake news em sala de aula é mais do que pedir ao estudante que cheque a fonte da notícia. É permitir o fortalecimento da consciência crítica e o questionamento de valores. É uma discussão sobre ética, muito mais do que sobre tecnologia”, explica.

No Colégio Anglo Chácara Santo Antônio, a professora realizou um projeto especial sobre o tema com as turmas do 2º ano do Ensino Médio. A partir de uma conta coletiva no Instagram, os estudantes foram convidados a alimentar a plataforma com posts sobre fake news e pandemia, pesquisando a veracidade de informações que estavam sendo compartilhadas sobre o vírus. 

Maria Fernanda acredita que essa discussão pode ser incluída de diversas formas no currículo escolar, pensando em adaptações para cada ciclo de aprendizagem. “A escola precisa criar propostas que coloquem o uso da internet em questão, para refletirmos sobre seus limites, sobre nossas escolhas e sobre as ambiguidades que ela nos apresenta. Precisamos criar meios de estimular o bom uso e, também, de preparar os jovens para reconhecerem e se protegerem de novos modos de alienação e violação de seus direitos”, finaliza.

Para mais informações sobre Redes Sociais clique aqui...

Publique seu texto em nosso site que o Google vai te achar!

Fonte: Colégio Anglo Chácara Santo Antônio



Escola de negócios oferece 10 mil bolsas de estudo em curso de Excel para jovens

Voitto tem como objetivo ser uma impulsionadora na vida profissional das pessoas, principalmente para jovens que buscam o primeiro emprego.

Escola de negócios oferece 10 mil bolsas de estudo em curso de Excel para jovens

MIT oferece bolsa de estudo integral para áreas de Engenharia e Ciências da Vida

Fundação TMVL cria bolsa permanente e anual com prioridade para estudantes do Insper e da Faculdade Albert Einstein do Brasil.

MIT oferece bolsa de estudo integral para áreas de Engenharia e Ciências da Vida

Multinacional finlandesa abre inscrições para programa de estágio

Valmet abre vagas para universitários nas três unidades no Brasil: Araucária (PR), Belo Horizonte (MG) e Sorocaba (SP).


Universidade lança cursos gratuitos online na área de tecnologia

Participantes não precisam ter conhecimento prévio; cursos fornecem certificado após a conclusão.

Universidade lança cursos gratuitos online na área de tecnologia

Empreendedorismo e a arte de sonhar

Sabe aquele empurrão que recebemos vez ou outra na vida?

Empreendedorismo e a arte de sonhar

Enem: 6 dicas para aumentar o foco

É muito comum se distrair enquanto estamos estudando.

Enem: 6 dicas para aumentar o foco

Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem

Qualidade na educação é um conceito complexo que pode se modificar conforme o contexto, os valores, a cultura e a identidade de cada local.

Qualidade na educação: muito mais que índices de aprendizagem

Um em cada dez estudantes já foi ofendido nas redes sociais, mostra IBGE

A coleta dos dados foi feita antes da pandemia, entre abril e setembro de 2019.

Um em cada dez estudantes já foi ofendido nas redes sociais, mostra IBGE

Senai abre inscrições para o Grand Prix de inovação

Desafios terão de ser resolvidos por estudantes.


Brincadeiras para fazer no Dia Mundial da Alfabetização

Para que o processo de alfabetização ocorra, as crianças precisam se conscientizar dos sons das palavras.

Brincadeiras para fazer no Dia Mundial da Alfabetização

Novo modelo de gestão para personalizar o ensino vai além da tecnologia

Precisamos falar de transformação digital. Ou melhor, precisamos traduzir a transformação digital (TD) para sua expressão mais completa e abrangente.

Novo modelo de gestão para personalizar o ensino vai além da tecnologia

O impacto das novas gerações nos modelos escolares

Seja nas instituições de ensino públicas ou privadas, a chegada de uma nova geração às salas de aula afeta os modelos escolares.

O impacto das novas gerações nos modelos escolares