Portal O Debate
Grupo WhatsApp

Livros impressos perdem espaço para os livros eletrônicos

Livros impressos perdem espaço para os livros eletrônicos

08/09/2009 Divulgação

Comprar um livro anos atrás era considerado para muitos um bem intelectual durável, que digam as antigas bibliotecas que ainda conservam acervos com mais de 20 mil livros impressos em espaços bem grandes.

Mas atualmente esta situação vem mudando. Com a chegada da internet tudo o que pensamos em comprar esta ali, e esta posição não foi diferente com os livros. A ferramenta mais utilizada pelas pessoas, principalmente por estudantes na busca de informações o “Google” é prova de como ficou fácil adquiri um livro sem ter que se preocupar em como guardar e arrumar espaço para eles, no link é fácil achar livros para dowload gratuitamente, o problema é que com isso os antigos e conhecidos livros impressos podem começar a perder espaço. De acordo com a Câmara Brasileira do Livro, a população continua lendo muito pouco. O fato de a internet ter este poder de acessibilidade não vem ajudando muito a prática e o sabor da leitura, pois fica fácil ter muito conteúdo arquivado e nem tanto informação.

Segundo o publicitário Pedro Soares a internet veio como um advento de melhoria para a população na questão de conhecimento, mas vem perdendo muito na questão de conteúdo. ”Me formei no terceiro ano do segundo grau no ano de 1997. Naquela época todos os trabalhos eram feitos com base nos livros impressos, e tinham uma credibilidade maior. Hoje 11 anos depois percebo que tudo o que os alunos precisam está na internet e o problema é que nem sempre o conteúdo é conciso. Eu ainda compro livros e acredito que ele ainda continuara a ser um bem intelectual, tanto para mim quanto para muita gente. Para mim não tem nada mais bacana que ver uma estante cheia de livros e a internet esta longe de ser tão perfeita”, afirma. Hoje muitas escolas e faculdades utilizam trabalhos e livros on-line, mas não são ainda em grande maioria.

Alguns trabalhos são disponibilizados, mas a grande parte ainda é colocada na biliblioteca para uso dos alunos e professores das instituições. O uso dos livros on-line e dos livros impressos hoje divide opiniões de alunos, pois a internet trouxe para mais próximo deles a facilidade de ser ter o conteúdo sem ter que por vezes gastar e mesmo ter onde acumular estes livros em suas casas. “Até o ano passado eu tinha a paciência de ir à biblioteca do meu colégio para buscar um livro. Hoje com a internet me acomodei um pouco, mas sei que nem todos os livros que tem na biblioteca estão disponíveis para baixar na internet, mas mesmo assim procuro. Sou a favor de ter todos estes livros como um banco de arquivo. Você entra no site e procura o que precisa é muito mais prático e fácil. Tomara que daqui para frente às escolas pensem nisto”, diz o estudante Fernando Lima que cursa o 2ªano do Segundo Grau.

Mesmo com a informatização destes livros sendo disponibilizados pela internet cabe a educadores e outros interessados manter viva a chama do antigo e ainda muito utilizado livro impresso. A Lei 10.753 de 2003 que institui a Política Nacional do Livro, em seu artigo 1º, inciso III, deixa claro que o poder público também deve dar as mãos a causa fomentando e apoiando a produção, edição, difusão, distribuição e a comercialização dos conhecidos livros impressos.



Tendências para o treinamento virtual em 2022

Estudo da pesquisadora Cindy Huggett mostra os impactos da pandemia na EAD, formato e duração das aulas e tecnologias que serão empregadas.

Tendências para o treinamento virtual em 2022

Oito cursos gratuitos, com 190 vagas, nas modalidades online e presencial

Cursos do CETECC são voltados para público de baixa renda e as aulas acontecem nas manhãs de sábado.

Oito cursos gratuitos, com 190 vagas, nas modalidades online e presencial

Mochilas escolares podem prejudicar a saúde da coluna das crianças e adolescentes  

Cálculo do peso da mochila deve ser feito de acordo com o peso da criança.

Mochilas escolares podem prejudicar a saúde da coluna das crianças e adolescentes  

Inep confirma realização do Enem 2022 nos dias 13 e 20 de novembro

Publicação no DOU também traz datas para Revalida, Encceja e Enade.

Inep confirma realização do Enem 2022 nos dias 13 e 20 de novembro

Escola de Negócios libera acessos para curso ‘Transformação Digital para Engenheiros’

Voitto libera 15 mil acessos gratuitos e curso com 12 horas de conteúdo e certificado de conclusão.

Escola de Negócios libera acessos para curso ‘Transformação Digital para Engenheiros’

Universidade Infraero abre inscrições para o Programa ‘Treinar’

Universidade Infraero firma contrato com Secretaria Nacional de Aviação Civil.


Startup de educação realiza curso que incentiva independência nos estudos

A Semana do Filho Estudioso, organizada pela Piva Educacional, ocorre entre os dias 17 e 24 de janeiro com transmissão simultânea para o Brasil e exterior.


Aluna dos meus alunos

Tempo, partilha, generosidade.

Aluna dos meus alunos

Um debate sobre a valorização dos educadores

Quando falamos da importância da valorização dos profissionais da educação, diversos fatores devem ser considerados.

Um debate sobre a valorização dos educadores

Curso gratuito de programação vai capacitar 50 mil mulheres

Iniciativa criada pela escola de programação Kenzie Academy e a startup DUPLA quer reduzir a desigualdade de gênero na área de tecnologia.


4 pilares do processo de aprendizagem para 2022

Especialista aponta os principais pontos para promover ambientes dinâmicos e que estimulem o acesso ao conhecimento.

4 pilares do processo de aprendizagem para 2022

Diploma Digital deve ser adotado por todas instituições de ensino superior do Brasil

Medida trará mais eficiência, segurança e proporcionará redução de custos às instituições.

Diploma Digital deve ser adotado por todas instituições de ensino superior do Brasil