Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Mesmo com avanços tecnológicos, escolas não devem esquecer a formação humana dos estudantes

Mesmo com avanços tecnológicos, escolas não devem esquecer a formação humana dos estudantes

12/06/2019 Divulgação

Segundo coordenador do Sistema de Ensino pH, é necessário se preocupar com uma educação ética, sustentável e que respeite a diversidade.

Mesmo com avanços tecnológicos, escolas não devem esquecer a formação humana dos estudantes

A discussão sobre as profissões do futuro tem feito parte da realidade dos jovens que estão hoje nas escolas e que precisam escolher uma carreira. Segundo pesquisa do Fórum Econômico Mundial, 65% das crianças que estão entrando no ensino fundamental hoje terão profissões que ainda não existem. Dessa forma, é imprescindível formar alunos de uma maneira mais humana, preparando-os para enfrentarem as demandas do mercado.

De acordo com o estudo Future of Job Report de 2018, as habilidades necessárias para o mercado de trabalho em 2020 já não serão as mesmas que as exigidas em 2015. Das 10 competências citadas pela pesquisa, oito são voltadas para o desenvolvimento humano pessoal. Ter controle de qualidade e uma escuta ativa, por exemplo, saíram da lista e deram espaço para inteligência emocional e flexibilidade cognitiva.

Para o coordenador do Sistema de Ensino pH Fabrício Cortezi, é necessário formar jovens mais autônomos para lidar com essas transformações e isso começa na escola. “Há 20 anos atrás as pessoas escolhiam carreiras para seguir durante toda a vida, mas hoje nós não sabemos o que nossos jovens vão fazer. Por isso, precisamos focar em uma educação que forme cidadãos éticos, sustentáveis e que respeitem as diversidades e a escola precisa dar essa base”, diz.

Além disso, mesmo os avanços tecnológicos influenciando de forma significativa na tomada de decisões dos jovens a respeito da carreira, ainda é importante incentivar o segmento de profissões que dificilmente vão acabar, como medicina, engenharia, direito e psicologia. “A tecnologia aparece em todas as ciências, exatas, humanas e biológicas e nós vamos nos adaptando a ela. Mas, mesmo com os avanços tecnológicos, as escolas não devem descartar a formação humana dos estudantes”, afirma Cortezi.

O forte das instituições e dos sistemas de ensino hoje é ajudar os estudantes a entenderem seu papel na sociedade. “As escolas e sistemas de ensino precisam olhar os jovens como agentes transformadores da sociedade. É um caminho a percorrer de médio a longo prazo, pois as mudanças serão contínuas e crescentes”, conclui o coordenador.

Fonte: Sistema de Ensino pH



Como formar indivíduos criativos e inovadores nas escolas do Século XXI

Se os estudantes não são mais os mesmos, logo, não faz mais sentido termos um ensino tradicional.

Como formar indivíduos criativos e inovadores nas escolas do Século XXI

Rede Minas amplia sinal para mais 85 municípios

Objetivo é garantir acesso ao programa "Se Liga na Educação".

Rede Minas amplia sinal para mais 85 municípios

Governo prorroga prazo de inscrição do Enem até dia 27

O valor da taxa de inscrição é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio.

Governo prorroga prazo de inscrição do Enem até dia 27

Reformulando a forma de ensinar durante a pandemia

O professor tem aprendido neste período que, mesmo à distância, pode continuar ensinando.

Reformulando a forma de ensinar durante a pandemia

6 dicas para a família se acostumar melhor ao ensino remoto

Estamos nos habituando ao ensino remoto aos poucos.

6 dicas para a família se acostumar melhor ao ensino remoto

Mapa do Ensino Superior aponta maioria feminina e branca

Estudo mostra o perfil do estudante universitário brasileiro.

Mapa do Ensino Superior aponta maioria feminina e branca

ENEM 2020: Adiar pode ser ainda pior do que manter a data

Adiar o ENEM dá carta branca para a educação deixar de buscar formas de superar o desafio atual


Desafios no ensino remoto

O papel principal dessa reestruturação é o suporte e a orientação que deve partir da escola para com os pais.

Desafios no ensino remoto

6 dicas para os professores conquistarem os alunos nas aulas online

Recursos simples garantem a atenção dos estudantes.

6 dicas para os professores conquistarem os alunos nas aulas online

Olimpíada de Matemática é adiada para setembro por Covid-19

Com 18 milhões de inscritos, OBMEP 2020 registrou número recorde de municípios inscritos.

Olimpíada de Matemática é adiada para setembro por Covid-19

Ensino a distância durante a pandemia: eficaz ou entretenimento?

Quem diria que a transformação digital iria chegar para todos de uma maneira tão abrupta!

Ensino a distância durante a pandemia: eficaz ou entretenimento?

O desafio do ensino superior frente as restrições de atividades presenciais

O setor de educação será um dos que precisarão se reinventar para conseguir superar os desafios impostos pela pandemia mundial.