Portal O Debate
Grupo WhatsApp


Mundo tem 750 milhões de analfabetos, diz Unesco

Mundo tem 750 milhões de analfabetos, diz Unesco

10/09/2019 Da Redação

Analfabetismo resiste no Brasil e no mundo do século 21.

Mundo tem 750 milhões de analfabetos, diz Unesco

O último domingo (08/09) marcou a passagem do Dia Internacional da Alfabetização, data instituída pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), no século passado (em 1966), para incentivar o pleno letramento da população internacional. Apesar da melhoria do acesso às escolas, nos últimos 53 anos em diversos países, ainda existem em todo planeta 750 milhões de jovens e adultos que não sabem ler nem escrever.

Se todas essas pessoas morassem em um único país, a população só seria inferior a da China e da Índia, que têm cada uma mais de 1 bilhão de habitantes. A nação hipotética do analfabetismo tem mais do que o dobro de toda a população dos Estados Unidos. Nesse contingente, duas de cada três pessoas que não sabem ler são mulheres.

Ainda segundo a Unesco, o problema do analfabetismo perdurará por muito tempo. No ano passado, 260 milhões de crianças e adolescentes não estavam matriculados nas escolas.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2018, havia 11,3 milhões de pessoas analfabetas com 15 anos ou mais de idade. Se todos residissem na mesma cidade, este lugar só seria menos populoso que São Paulo – a capital paulista tem população estimada de 12,2 milhões.

A taxa do chamado “analfabetismo absoluto” no Brasil é de 6,8%. Como ocorre com os dados internacionais, o analfabetismo não atinge a todos da mesma forma. “Na análise por cor ou raça, em 2018, 3,9% das pessoas de 15 anos ou mais - de cor branca - eram analfabetas, percentual que se eleva para 9,1% entre pessoas de cor preta ou parda. No grupo etário 60 anos ou mais, a taxa de analfabetismo das pessoas de cor branca alcança 10,3% e, entre as pessoas pretas ou pardas, amplia-se para 27,5%”, descreve nota do IBGE.

Fonte: Agência Brasil



MEC lança o portal da carteirinha estudantil digital

Estudantes poderão tirar informações sobre o novo documento que estará disponível a partir de dezembro.

MEC lança o portal da carteirinha estudantil digital


EAD cresce e traz novas oportunidades no mercado de trabalho

Modalidade já representa mais de 20% das matrículas de graduação no país.

EAD cresce e traz novas oportunidades no mercado de trabalho

Como os pais podem ajudar os filhos para o ENEM e Vestibulares?

As provas do Enem 2019 serão aplicadas nos dias 03 e 10 de novembro.


A Gestão da Educação Ambiental

A gestão pública por meio da Educação Ambiental necessita difundir o conceito de futuras gerações.


Minas tem três finalistas no Prêmio Nacional Sebrae de Educação Empreendedora

Os vencedores da etapa nacional do Prêmio serão conhecidos em outubro, durante o Seminário ConheCER 2019, em Florianópolis/SC.

Minas tem três finalistas no Prêmio Nacional Sebrae de Educação Empreendedora

Abertas inscrições para 2ª Olimpíada de Matemática de Escolas Públicas

As inscrições são gratuitas e deverão ser feitas em nome das escolas.

Abertas inscrições para 2ª Olimpíada de Matemática de Escolas Públicas

Salão do Estudante passará por seis capitais do país

O Salão do Estudante começará pelo Rio de Janeiro, depois segue para Curitiba, São Paulo, Salvador, Brasília e Belo Horizonte.

Salão do Estudante passará por seis capitais do país

Governo federal lança carteira estudantil digital

Em formato de aplicativo, ID estudantil será gratuita.


Enem disponibilizará atendimento especial a mais de 50 mil candidatos

​Entre os recursos estão: apoio para pernas e pés; mesa para usuários de cadeira de rodas; salas de fácil acesso; e prova impressa em braile.

Enem disponibilizará atendimento especial a mais de 50 mil candidatos

Projeto de educação digital ensina proteção de dados para crianças e adolescentes

Visando a plena proteção na hora da navegação, a iniciativa também trata o assunto com os familiares.


Educação à distância e o futuro

O que muda é o formato, o material e o estilo de explicação.

Educação à distância e o futuro