Portal O Debate
Grupo WhatsApp


O que significa ser alfabetizado em nosso país?

O que significa ser alfabetizado em nosso país?

18/01/2021 Viviane Schueda Stacheski

Que importância é dada por cada pessoa à sua alfabetização? O que é ser alfabetizado em nosso país?

O que significa ser alfabetizado em nosso país?

Para quem é alfabetizado e a teve na idade certa, nem consegue imaginar o que seria de sua vida sem o domínio da leitura e da escrita, já que essas atividades são naturais no dia a dia e em diversas práticas corriqueiras. Esse cenário muda completamente quando tratamos das pessoas não alfabetizadas.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil conta com 7% da sua população analfabeta, isso transformado em números equivale a 11,5 milhões de pessoas que vivem sem conseguir reconhecer informações simples e úteis em seu cotidiano, já que esses dados equivalem ao analfabeto completo, não aqueles que sabem escrever seu nome e ler e escrever algumas palavras. Diante disso, se faz necessário lembrar que por trás das pessoas que não foram alfabetizadas, há sempre um senão social que as impediram de frequentar a escola. Como exemplo, podemos pensar nas pessoas que vivem muito distantes e não têm locomoção para chegar a elas; nas muitas famílias que não puderam matricular seus filhos, pois necessitavam de seus serviços braçais, embora ainda menores de idade; nos tantos brasileiros que acabaram vivendo nas ruas correndo atrás de esmolas para não morrerem de fome, dentre tantos outros casos.

Motivos para o não acesso à alfabetização são muitos, mas as ações para diminuir esse número ainda não demonstram resultados para uma queda significativa. A meta de número 9 do Plano Nacional de Educação tem como objetivo elevar a taxa de alfabetização e atingir zero por cento da taxa de analfabetismo até 2024, número este impossível de atingir já que em 2019, de acordo com Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) divulgada pela Agência Brasil, a taxa era de 6,6%. Para índice desta pesquisa são consideradas as pessoas com mais de 15 anos e para que esse número diminua, são necessários fortes investimentos na Educação de Jovens e Adultos com campanhas de resgate àqueles que não tiveram oportunidade de ensino na idade certa.

Por conseguinte, ser alfabetizado em nosso país representa muito mais do que se ter o domínio da leitura e da escrita, representa estar dentro de uma das fatias privilegiadas socialmente, já que não lhe foi negado o direito ao acesso ao ensino das letras. Privilégio este, maior ainda, para aqueles que tiveram oportunidade de acesso e de permanência na educação básica. Frente a isso, nos cabe sermos gratos e conscientes de que o nosso direito à educação foi preservado e, na medida do possível, buscarmos maneiras de agir a favor da mudança do cenário de analfabetismo do nosso país. Não apenas para a melhoria dos índices nacionais perante às organizações mundiais, mas principalmente, para que para esses milhões de brasileiros passem a enxergar o mundo com a clareza das letras e possam recuperar, ainda que tardiamente, seus direitos à educação.

* Viviane Schueda Stacheski é mestre em Ciências Humanas e professora do curso de Pedagogia do Centro Universitário Internacional Uninter.

Fonte: Pg1 Comunicação




Congresso de gestão educacional discute a nova era da educação

O evento vai discutir inovação, gestão do ensino híbrido, liderança, marketing educacional e outros assuntos que impactam no futuro da área.

Congresso de gestão educacional discute a nova era da educação

Competição de robótica IronCup será realizada on-line

Instituições de ensino de Minas, São Paulo e Pernambuco se unem para realizar competição internacional de robótica.


Sebrae e Abragames vão capacitar profissionais da indústria de jogos virtuais

Mercado ainda esbarra na formalização para atingir todo seu grande potencial.


Para reduzir déficit de profissionais de TI, faculdade lança 12 cursos de tecnologia

Com duração de quatro a cinco semestres, os cursos preparam os alunos para ingressar no mercado de trabalho logo no primeiro ano.


O ensino híbrido enfim é realidade

É seguro afirmar que a Educação pós pandemia nunca mais será a mesma.

O ensino híbrido enfim é realidade

Livro aborda técnicas de comunicação para redigir e-mails

Lançado pela editora Aberje, obra é da doutora em linguística Vívian Cristina Rio Stella.

Livro aborda técnicas de comunicação para redigir e-mails

A obrigatoriedade da Filosofia no Ensino Médio

Era o ano de 2005, primeira semana de faculdade.

A obrigatoriedade da Filosofia no Ensino Médio

Retorno às aulas presenciais, e agora?

Enquanto isso os professores se desdobram em cuidados e preocupações.

Retorno às aulas presenciais, e agora?

ABRH Brasil debaterá o futuro da legislação trabalhista no contexto pós-pandemia

O objetivo do encontro é discutir medidas provisórias, redução de carga horária, redução salarial e diversas outras iniciativas.


É preciso reaprender a aprender

A frase pode parecer batida, porém mais do que nunca precisamos revisitar o que significa o termo aprender.

É preciso reaprender a aprender

Estudo reúne pesquisas sobre educação na pandemia

Suspensão de aulas presenciais mostrou uma série de desigualdades.

Estudo reúne pesquisas sobre educação na pandemia

Localiza oferece 30 mil bolsas gratuitas para formação de desenvolvedores

Programa oferece três diferentes cursos para qualquer pessoa maior de 16 anos e os alunos que mais se destacarem terão oportunidade de integrar o time do Localiza Labs